14 de setembro de 2017

Na Telinha ou na Telona... #98

Olá gente lindaaaa!
Hoje é dia de mais uma indicação de dorama!! o/
Conheçam o dorama coreano "Producer" (Produtores), que conta um pouco como funcionam os bastidores de programas de variedade, bem populares na Coréia do Sul. "Producer" foi ao ar de 15 de maio a 20 de junho de 2015 pela emissora sul-coreana KBS2.
Sinopse: Reuniões a noite toda, estresse que nunca acaba. Essa é a vida de um produtor de programa de variedade da televisão que tenta fazer um programa virar sucesso e conseguir aumentar a audiência enquanto lida com a pressão dos diferentes astros da tv e executivos a sua cola. Baek Seung Chan (Kim Soo Hyun) é um novo produtor-diretor (PD) que desistiu da Faculdade de Direito para trabalhar em um animado programa de variedade de uma grande emissora. Ele trabalha junto com Produtores mais experientes, como a Tak Ye Ji (Gong Hyo Jin), ela é ousada e prática que faz as coisas do jeito dela e o Ra Joon Mo (Cha Tae Hyun), que ainda está a espera para sua série de grande sucesso. Eles precisam lidar com astros de tv temperamentais como Cindy (IU), uma cantora famosa, os produtores vão conseguir agradar a todos e terminarem o seu trabalho? O Produtor é um drama coreano de 2015 dirigido por Seo Soo Min.

ELENCO PRINCIPAL:

- Kim Soo Hyun como Baek Seung Chan (um jovem formado em direito em uma das melhores faculdades  que resolve se tornar produtor no departamento de variedades da KBS depois de seguir os passos de seu primeiro amor; ainda que seja inteligente, ele é bem desajeitado como novo estagiária da radiodifusora e vive se metendo em encrencas);
- Gong Hyo Jin como Tak Ye Jin (uma PD com 10 anos de experiência na área que é inteligente, impertinente e nunca se contém em dizer às pessoas o que ela pensa; como diretora do "Music Bank",ela aprendeu a ser feroz para segurar seu lugar no departamento de variedades);
- Cha Tae Hyun como Ra Joon Mo (um experiente PD que trabalha nesta indústria há 10 anos; ele trabalhou e diversos programas, mas não tem nenhuma obra que possa chamar de sua);
- IU como Cindy (uma cantora popular que debutou com 13 anos e tem agora 10 anos de carreira; é chamada de "Princesa de Gelo" pela sua inexpressividade e controle completo de suas emoções).

Minha opinião: Gostei!
Já começo dizendo que o que me fez assistir "Producer" foi o elenco, que conta que três atores que eu gosto muito: Kim Soo Hyun (Dream High, My Love From Another Star), IU (Dream High, Moon Lovers - Scarlet Heart: Ryeo) e Gong Hyo Jin (It's Okay, That's Love, Master's Sun).
No entanto, confesso que a primeira impressão que tive não foi das melhores. Quando, já no primeiro episódio, vi que o dorama tinha algumas partes tipo documentário, em que os personagens pareciam ser entrevistados, pensei "WTF?" e achei que isso me incomodaria ao longo do dorama (fiquei logo torcendo pra isso acabar logo).
Mas, ao contrário do que imaginei, acabei gostando disso e ri bastante, principalmente com o novato Baek Seung Chan, interpretado por Kim Soo Hyun (que mostrou ser um ótimo ator, que vai do alienígena sério ao desajeitado produtor)
Para quem não sabe, os programas de variedades, que que os idols participam de gincanas e esse tipo de coisa, são bem famosos da Coréia do Sul, e é justamente este o cenário de "Producer". O núcleo principal do dorama é formado por dois PD's (produtores) e um novato que trabalham em um programa de variedade que está com os dias contados por causa da baixa audiência e precisam fazer o possível para salvar o programa.

8 de setembro de 2017

Bookshelf Tour - Estante 2!!

Olá gente lindaaa!!
Finalmente saíram os vídeos em que eu continuo mostrando minha coleção de livros para vocês. Após quase seis anos de blog, eu finalmente resolvi fazer minha primeira bookshelf tour e já mostrei aquela que eu nomeei de Estante 1 (CONFIRAM AQUI), mas agora venho mostrar a segunda estante, também dividida em dois vídeos.
Em breve mostro a terceira e última estante, ok?! Espero que gostem!!





***
Não esqueçam de curtir os vídeos e se inscrever no canal do blog no Youtube, hein?!

Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!

7 de setembro de 2017

Na Telinha ou na Telona... #97

Olá gente lindaaaa!!
Hoje é dia de falar de... dorama, é claro! o/
A indicação de hoje é o drama coreano "Fight for My Way" (Lutando pelo meu caminho), que foi exibido de 22 de maio a 11 de julho de 2017.

Sinopse: É possível seguir seus sonhos mesmo sem ser um privilegiado?
Go Dong Man (Park Seo Joon) sempre sonhou em se tornar um lutador famoso de taekwondo, mas acabou indo trabalhar como empregado em um emprego comum. Sua amiga de longa data com quem vive discutindo, Choi Ae Ra (Kim Ji Won), sonha em se tornar âncora de telejornal, mas acaba indo parar no guichê de informação de uma loja de departamentos. Seus amigos, Kim Joo Man (Ahn Jae Hong) e Baek Seol Hee (Song Ha Yoon), estão namorando há seis anos, mas agora enfrentam uma situação que ameaça pôr um fim em seu relacionamento. Será que esses quatro amigos conseguirão alcançar seus sonhos, mesmo que suas qualificações não sejam das melhores?

ELENCO PRINCIPAL:

- Park Seo Joon como Go Dong Man (um ex-lutador de taekwondo que costumava ser famoso na escola, mas que desistiu do seu sonho; hoje, aos 30 anos, ele se considera um fracassado por não viver da forma que gostaria e trabalhar matando carrapatos);
- Kim Ji Won como Choi Ae Ra (funcionária de uma loja de departamentos que trabalha no balcão de informações, mas sonha em se tornar uma âncora de telejornal);
- Ahn Jae Hong como Kim Joo Man (o chamado "cérebro" dos quatro; ele conseguiu uma posição permanente em uma rede de comprar em casa; leal à sua namorada se seis anos, seu amor será posto à prova);
- Song Ha Yoon como Baek Seol Hee (a menina inocente e peculiar do grupo, que está trabalhando em uma loja de Jokbal. Durante seis anos, seu universo gira em torno de Joo Man).

Minha opinião: Amei!
Ah, faz umas duas semanas que eu terminei de assistir "Fight for My Way" e ainda não sei bem como fazer essa resenha. Esse dorama é daqueles que faz com que a gente (pelo menos eu)se identifique. Se você fazia mil planos e tinha mil sonhos na época do colégio e hoje, anos depois, não chegou exatamente onde gostaria de ter chegado: esse dorama é pra você!
"Fight for My Way" gira em torno de quatro amigos que estão na faixa dos 30 anos:  Go Dong Man, Choi Ae Ra, Kim Joo Man e Baek Seol Hee. Cada um enfrenta as próprias dificuldade e questionamentos, mas estão sempre juntos, um apoiando o outro. Ah, que bom é ter amigos assim, né?! Pau pra toda obra, ombro pra todo momento de tristeza...
Quem nunca se sentiu fracassado ou frustrado por não alcançar algum objetivo? Pois bem, essa é a realidade dos quatro amigos. É a minha realidade também, é a sua (tenho certeza). E, tudo bem... nem sempre (ou nunca?) as coisas saem como o planejado, mas o importante é não se deixar derrotar, não desistir... e criar novos planos, traçar novas estratégias. Mas nunca, nunquinha, deixar de almejar algo melhor Afinal, é isso o que nos move. O que seria de nós e do mundo se não houvesse esperança, né?

6 de setembro de 2017

DIVULGANDO: Chocolate Literário com a autora Isa Colli!

Olá gente lindaaaa!!
Infelizmente eu não estarei na Bienal Internacional do Livro esse ano, mas fico feliz em divulgar a presença da autora Isa Colli em um "Chocolate Literário", que ocorrerá nos dias 8 e 9 de setembro, para o lançamento oficial, no Brasil, dos livros "O Pirulito das Abelhas" e "A Fazendinha" (que foram lançados recentemente em Lisboa, onde a autora mora).
Confiram mais informações na imagem abaixo.


***
Só digo uma coisa: aproveitem por mim, pois eu adoraria estar na Bienal e participar desse Chocolate Literário. E mais, se vocês apresentarem esse convite (a imagem desta postagem) impresso ou virtual, ganham 20% de desconto na compra dos livros da autora e 10% na compra de outros títulos da editora.

Beijos e amassos!!

5 de setembro de 2017

NOVA PARCERIA: Flor de Maio - Cadernos Artesanais!

Olá gente lindaaaa!
Hoje vim falar sobre mais uma super parceria que o blog firmou recentemente, com a Flor de Maio - Cadernos artesanais
Se você é amante de papelaria, de caderninhos, bloquinhos, etc., você vai amar o trabalho LINDO da Simone. É um item mais fofo e maravilhoso que o outro e É TUDO FEITO À MÃO! <3


Na Flor de Maio vocês encontram itens como cadernos A5, A6, bullet journal, pasta sanfonada, porta-retratos, diário com cadeado, caderno de receitas, etc. 
Deem uma olhadinha em alguns itens:

Caderno A6 (comfechamento, aba e porta caneta e 2 bolsos internos).

Caderno A6 (papel pólen pautado e costura corrente).

4 de setembro de 2017

RESENHA: Os homens explicam tudo para mim

Editora: Jangada
Autor(a): Rebecca Solnit
Número de páginas: 208

Sinopse: Em seu ensaio icônico “Os Homens Explicam Tudo para Mim”, Rebecca Solnit foca seu olhar inquisitivo no tema dos direitos da mulher começando por nos contar um episódio cômico: um homem passou uma festa inteira falando de um livro que “ela deveria ler”, sem lhe dar chance de dizer que, na verdade, ela era a autora. A partir dessa situação, Rebecca vai debater o termo mansplaining, o fenômeno machista de homens assumirem que, independente do assunto, eles possuem mais conhecimento sobre o tema do que as mulheres, insistindo na explicação, quando muitas vezes a mulher tem mais domínio do que o próprio homem. Por meio dos seus melhores textos feministas, ensaios irônicos, indignados, poéticos e irrequietos, as diferentes manifestações de violência contra a mulher, que vão desde silenciamento à agressão física, violência e morte. Os Homens Explicam Tudo para Mim é uma exploração corajosa e incisiva de problemas que uma cultura patriarcal não reconhece, necessariamente, como problemas. Com graça e energia, e numa prosa belíssima e provocativa, Rebecca Solnit demonstra que é tanto uma figura fundamental do movimento feminista atual como uma pensadora radical e generosa.

Olá gente lindaaa!!
Hoje vim falar de mais um livro feminista, porque sim, porque a cada dia que passa eu penso que precisamos falar sobre as questões de gênero, mais do que nunca (a exemplo disso, confiram este post que fiz na Fanpage!).
"Os homens explicam tudo para mim" é um livro que reúne ensaios feministas (escritos entre 2008 e 2014) da jornalista, historiadora e escritora Rebecca Solnit. Esses ensaios apresentam diversos exemplos reais de casos extremos de misoginia, machismo e da luta diária de toda mulher, evidenciando o fato de que nascer mulher e existir plenamente em nossa sociedade é quase um ato revolucionário.

No primeiro ensaio, "Os homens explicam tudo para mim", a autora apresenta uma situação inusitada pela qual passou, quando um homem ficou por vários - e longos - minutos falando de um livro que ela PRECISAVA ler, sem ao menos lhe dar oportunidade (ou espaço na conversa) para explicar que ela própria era a autora do tal livro. Isso seria um exemplo isolado, se cada uma de nós, mulheres, não tivesse um exemplo parecido para contar.

31 de agosto de 2017

Na Telinha ou na Telona... #96

Olá gente lindaaaa!
Hoje eu vim falar sobre mais um dorama, mais um sucesso desse ano (porque 2017 começou - e continua - com tudo!): "Suspicious Partner", também conhecido como "Love in Trouble". E já começo dizendo que embora eu tenha amado esse dorama, é com grande tristeza que escrevo essa resenha... pelo simples fato de que não sei como viver sem o promotor Noh Ji Wook (interpretado pelo meu muso coreano, meu crush eterno Ji Chang Wook) a partir de agora. A única parte boa no fato de "Suspicious Partner" ter terminado é que vou parar de sofrer de tanta inveja da protagonista. Porque, olha... pensei que fosse possível morrer de inveja.

Sinopse: Noh Ji Wook (Ji Chang Wook) é promotor. Ele é cabeça-dura, bonito, inteligente, durão e bem-sucedido. Ele é tudo que um promotor deve ser, e tem que lidar com uma nova dor de cabeça. Eun Bong Hee (Nam Ji Hyun) é uma promotora estagiária. Ex-atleta de Taekwondo, ela é tanto confiante quanto ingênua. Ela foi designada para trabalhar com o Noh Ji Wook, que não gosta muito dela. 
Logo que param com as briguinhas, Noh Ji Wook e Eun Bong Hee começam a se importar um com o outro. Mas antes que o relacionamento deles tenha um veredicto, o último alvo deles se vira contra eles. Um assassino continua cometendo o mesmo crime repetidas vezes, e os dois promotores que o estão investigando são os próximos alvos dele. Há também a promotora Cha Yoo Jung (Nara do Hello Venus), a ex do Noh Ji Wook que o quer de volta a todo custo, e o advogado Ji Eun Hyuk (Choi Tae Joon de Missing 9), um amigo de longa data do Noh Ji Wook, mas que lá no fundo, nutre um ressentimento pelo promotor cabeça-dura. 
ELENCO PRINCIPAL:

- Ji Chang Wook como Noh Ji Wook (promotor do Ministério Público que acaba por mudar de profissão para advogado privado. Além do trauma relacionado a morte dos pais, ele é profundamente magoado por ter sido traído por seu primeiro amor);
- Nam Ji Hyun como Eun Bong Hee (uma estudante de direito e estagiária no na promotoria do Ministério Público; faixa azul em Taekwondo em sua juventude. Um dia, ela de repente se torna suspeita do assassinato do ex-namorado);
- Nara como Cha Yoo Jung (promotora e ex-namorada de Noh Ji Wook, que está disposta a reconquistá-lo);
- Choi Tae Joon como Ji Eun Hyuk (um advogado competente que tem uma relação complicada com Noh Ji Wook, de quem sempre tenta se aproximar).

Minha opinião: Amei!
Antes mesmo da estréia de "Suspicous Partner" eu já estava surtando por dois motivos: Ji Chang Wook (meu muso, meu crush, o dono da beleza, o deus da Coréia, minha gente!) que até então nunca havia atuado em uma comédia romântica, já que ele é famoso pela perfeição de suas cenas de ação - sem dublês! ("The K2"); e, também, Nam Ji Hyun, que já havia me conquistado em "Shopping King Louie".
Após se conhecerem de forma bastante inusitada (que começa Noh Ji Wook sendo chamado de bêbado tarado dentro do ônibus por Eun Bong Hee, continua no saguão de um hotel, quando Ji Wook "aceita" dormir com ela - ainda que só para ajudá-la a dar a volta por cima diante de uma traição - e termina com uma noite da qual nenhum dos se lembra), Bong Hee se apaixona por Ji Wook, apesar de acreditar que nunca mais irá vê-lo.

29 de agosto de 2017

NOVA PARCERIA: Le Cute Papelaria Criativa!!

Olá gente lindaaaa!
Hoje vim apresentar a você a Le Cute Papelaria Criativa, a mais nova parceira do blog.

A Le Cute é uma papelaria criativa especializada em planners (semestrais e anuais), cadernos, agendas álbuns e diários. Tudo personalizado!
A Le Cute faz (e personaliza com seu nome, o nome da sua empresa, do sei blog, etc.): caderno A5, caderno universitário, planner anual, planner semestral, planner professor, diário/agenda não datada e agenda datada. 




24 de agosto de 2017

Na Telinha ou na Telona.. #95

Olá gente lindaaaa!
Hoje vim falar sobre um dorama coreano original da Netflix que estreou no início de julho, "My Only Love Song", com  Lee Jong Hyun (membro do CNBlue) e a atriz Gong Seung Yeon, que ficou mostrou sua química ao participarem da quarta temporada de We Got Married.

Sinopse: Song Su Jeong (Gong Seung Yeon) é uma atriz famosa que acredita que o dinheiro pode mover montanhas e conseguir qualquer coisa. Subitamente, fugindo do set de filmagens de um drama histórico, ela atravessa um portal que a leva de volta no tempo para a era Joseon, onde se encontra com On Dal (Lee Jong Hyun). On Dal é obcecado com conseguir dinheiro e demonstra fazer de tudo para consegui-lo mas, na realidade, é uma pessoa generosa para com os pobres e os mais fracos. Como se desenrolará o encontro de On Dal e Su Jeong, em uma época tão diferente da história coreana?

ELENCO PRINCIPAL:

- Lee Jong Hyun como On Dal (um homem ganancioso que faz qualquer coisa por dinheiro);
- Gong Seung Yeon como Song Soo Jung (famosa atriz coreana que tem um péssimo temperamento; após alguns escândalos envolvendo seu nome, ela é transportada para o passado em um antiga kombi);
- Lee Jae Jin como Byun Sam Yong (assistente / agente de Soo Jung, que por acidente está dentro da Kombi qaundo a viagem ao passado acontece);
- Kim Yeon Seo como Princesa Pyunggang (princesa que é a noiva prometida de um egocêntrico e narcisista general de quem ela não gosta nem um pouco; vive lendo livros de romance as escondidas e espera ser "resgatada" por seu amado); 
- Ahn Bo Hyun como Moo Myung (guarda real que toma conta da princesa; ele não se comunica por meio de palavras, mas sempre é compreendido pela princesa, por quem é secretamente apaixonado);
- Park Joo Hyung como Go Il Yong (um general cruel e totalmente narcisista e egocêntrico).


Minha opinião: gostei!
Um pouco antes da estréia de "My Only Love Song" eu estava com grandes expectativas, porque adoro uma história que envolva viagem no tempo e romances impossíveis. Além disso, adoro a banda CNBlue, então essa seria minha chance de rever o Lee Jong Hyun atuando (A Gentleman's Dignity). No entanto, andei lendo algumas críticas bem negativas, o que fez com que eu assistisse sem esperar muita coisa. O que foi bom, pois desse modo eu pude me divertir e apreciar esse dorama super leve sem grandes decepções.
Song Soo Jung é uma famosa atriz que está trabalhando em uma novela de época, em que interpreta uma importante princesa da história da Coréia, que trocou o trono e o título para viver um grande amor e ajudar seu amado a se tornar um poderoso general. O papel não poderia ser mais grandioso para Song Soo Jung. No entanto, o diretor resolver criar um triângulo amoroso na história sem consultar ou avisar Soo Jung. Que ultraje! Não bastasse esse inconveniente inesperado, Soo Jung acaba de descobrir que o homem que acreditava ser seu noivo acaba de anunciar seu casamento.... com outra mulher.

21 de agosto de 2017

RESENHA: Para educar crianças feministas - um manifesto

Editora: Companhia das Letras
Autor(a): Chimamanda Ngozi Adichie
Número de páginas: 96

Sinopse: Após o enorme sucesso de Sejamos todos feministas, Chimamanda Ngozi Adichie retoma o tema da igualdade de gêneros neste manifesto com quinze sugestões de como criar filhos dentro de uma perspectiva feminista. Escrito no formato de uma carta da autora a uma amiga que acaba de se tornar mãe de uma menina, Para educar crianças feministas traz conselhos simples e precisos de como oferecer uma formação igualitária a todas as crianças, o que se inicia pela justa distribuição de tarefas entre pais e mães. E é por isso que este breve manifesto pode ser lido igualmente por homens e mulheres, pais de meninas e meninos. Partindo de sua experiência pessoal para mostrar o longo caminho que ainda temos a percorrer, Adichie oferece uma leitura essencial para quem deseja preparar seus filhos para o mundo contemporâneo e contribuir para uma sociedade mais justa.
Olá gente lindaaa!!
Hoje vim falar sobre um livro super curtinho que deveria estar na cabeceira de todo ser humano. Sério. Eu já li "Sejamos todos feministas" da autora e assisti algumas falas dela no TED, por isso a admiro há um bom tempo, mas acho que dentre tudo o que eu já tive o prazer de conhecer de Chimamanda Adichie, "Como educar crianças feministas" é o que mais toca em pontos essenciais no que diz respeito a questões de gênero: para termos um mundo melhor para mulheres e homens, é preciso que a educação de meninos e meninas seja exatamente a mesma. Igualdade total e completa.
"[...] penso que é moralmente urgente termos conversas honestas sobre outras maneiras de criar nossos filhos, na tentativa de preparar um mundo mais justo para mulheres e homens." (página 8)
Embora eu não tenha filhos e, confesso, não pretenda ter, tenho dois sobrinhos e mais de uma vez ouvi alguém da família dizendo ao meu sobrinho para "falar como um homem", ou para não pegar os ursinhos da tia Amanda "porque são coisas de menina" e etc, e isso sempre me incomodou. Como uma criança de quatro anos pode falar como um homem? Ele deve falar como uma criança! Que história é essa de "coisas de meninas"? Brinquedos são apenas brinquedos e são feitos para crianças. Brinquedos e brincadeiras não têm gênero.

19 de agosto de 2017

#QUOTES: "Não me esqueças", de Babi A. Sette!

Olá gente lindaaa!
Sim, vim falar DE NOVO desse livro que ainda nem li, mas já considero pacas.
Se você não sabe, vou dizer de novo: "Não me esqueças" é o terceiro volume da série Flores da Temporada, da autora nacional Babi A. Sette.

Confiram as resenhas de outros livros da autora:
A Promessa da Rosa (Flores da Temporada #1)
O Despertar do Lírio (Flores da Temporada #2)

Eu já postei a sinopse, o book trailer e o que eu achei o prólogo + primeiro capitulo. E tudo isso vocês conferem aqui e aqui. Mas, leitor que é leitor adora mesmo é uma boa (e instigante) cotação, né?!

Confiram algumas quotes e morram de vontade de ler, como eu estou:





17 de agosto de 2017

Na Telinha ou na Telona... #94

Olá gente lindaaaa!
Hoje vim falar mais um dorama coreano que me fez perder o sono e maratonar (assisti tudo em três dias!): "Chicago Typewriter"!
Eu estava curiosa em relação a esse dorama desde o lançamento pelo simples fato de haver um escritor na história, mas eu não imaginava que o dorama fosse tão sensacional. "Chicago Typewriter" foi ao ar de 7 de abril a 27 de maio, na emissora TvN.

Sinopse: O que é preciso para manter o seu status como um de autor best-seller? Han Se Joo (Yoo Ah In) foi um escritor em sua vida anterior durante a ocupação da Coreia pelos japoneses nos anos 1930. Ele reencarnou como um autor de best-seller nos dias atuais. Mas Se Joo está deprimido e tem um bloqueio de escritor que o impede de completar o seu próximo best-seller. Yoo Jin Oh (Go Kyung Pyo) é um escritor fantasma talentoso que pode tirar Se Joo dessa situação difícil, mas o misterioso homem tem uma condição para seus serviços que Yoo Jin Oh não pode atender. Jeon Seol (Im Soo Jung) é uma veterinária amante de livros que se torna uma anti fã do superestimado Se Joo. Se Joo conseguirá produzir outro best-seller sobre circunstâncias tão difíceis?

ELENCO PRINCIPAL:

- Yoo Ah In como Han Se Joo (um renomado autor com bloqueio criativo que tem a aparência de uma celebridade e muitos fãs, mas é extremamente solitário e depressivo);
- Im Soo Jung como Jeon Seol (uma veterinária fanática por literatura e super fã de Han Se Joo);
- Go Kyung Pyo como Yoo Jin Oh (um misterioso escritor fantasma que passou anos preso em uma máquina de escrever e agora tenta escrever no lugar de Han Se Joo);
- Kwak Si Yang como Baek Si-Yang (renomado escritor famoso por seu livro de estréia, mas que nunca conseguiu alcançar o sucesso com outros livros e sempre viveu à sombra de Han Se Joo);
- Yang Jin Sung como Ma Mang Jin (melhor amiga de Jeon Seol; filha de uma xamã; tem o dom de ver e se comunicar com fantasmas, embora não saiba disso).

Minha opinião: Amei!

Han Se Joo é um autor best seller bastante aclamado e chamado (por seu editor, pelo menos) de "toque de ouro", pois tudo o que ele escreve se torna um verdadeiro sucesso. No entanto, apesar de tanta fama e sucesso, Se Joo é uma pessoa solitária e depressiva, talvez por não ter uma pessoa em quem realmente confia. No passado ele confiou nas pessoas e foi apunhalado pelas costas, por isso agora ele desconfia de tudo e de todos.
Em um evento para o lançamentos de seu mais novo livro em Chicago, ele acaba se encantando por uma antiga máquina de escrever exposta em um café. O objeto, estranhamente, o faz ver algumas cenas, talvez a inspiração para um novo romance. 
O que Se Joo não imagina é que essas "cenas" em sua cabeça são, na verdade, memórias de sua vida passada, que têm relação direta com a tal máquina de escrever.
Dias depois, já de volta à Coréia, Se Joo recebe a visita de uma fã, dizendo que tem uma entrega internacional para ele. Após alguns mal-entendidos e muita desconfiança, Se Joo se dá conta que a tal entrega se trata da máquina de escrever que o dono do café em Chicago, e também colecionador de objetos antigos, após ter deixado claro que o objeto não estava á venda, acabou lhe enviando item sem aviso.

15 de agosto de 2017

NOVA PARCERIA: Hey Oppa! Shop!!

Olá gente lindaaaa! 
Hoje vim falar sobre a nova parceria do blog, a Lojinha Hey Oppa! Shop, que faz as melhores camisetas para amantes de K-pop e K-dramas que você respeita.
Você podem encontrar a lojinha no Twitter e o no Instagram.

Curiosidade: "Oppa" é o modo como as garotas chamam os garotos de que gostam (sejam irmãos, parentes ou crushs), desde que sejam mais velhos que elas. 

Confiram algumas das camisetas BAPHO da lojinha que já estão na minha wishlist, claro!

Camiseta inspirada no dorama Descendants of the Sun (RESENHA AQUI!)

14 de agosto de 2017

RESENHA: O Segredo de Emma Corrigan

Editora: Record
Autor(a): Sophie Kinsella
Número de páginas: 384

Sinopse: Com humor e muito charme, Sophie Kinsella nos apresenta a Emma, uma inglesa perto dos 30 anos, mas longe de uma definição na vida. Na memória ela guarda situações ultraconfidenciais: como perdeu a virgindade enquanto os pais assistiam Ben-Hur na sala de TV, o que pensa sobre o namorado, as peças que prega nos colegas de escritório, seu peso real.
Funcionária Júnior da Panther Corporation, uma empresa de produtos energéticos e esportivos com filiais por toda Grã-Bretanha, Emma vai a Glascow participar da reunião de marketing sobre um novo refrigerante, a Panther Cola. O que parecia uma grande oportunidade profissional se transforma num pesadelo. Como se não bastasse ter derramado a bebida num superior, seu vôo de volta para casa quase cai. Em momentos de tensão as pessoas fazem as coisas mais estranhas. E Emma Corrigan não é exceção. Acreditando estar a um passo de uma morte trágica, ela conta todos os seus pequenos pecados para o passageiro ao lado. Afinal, qual a probabilidade de vê-lo de novo? Ainda mais com vida?
Mas o destino decide brincar com a protagonista: o avião pousa em segurança e o distinto cavalheiro nada mais é que o fundador e presidente da empresa onde trabalha. E além dos segredos pessoais, Emma abriu o verbo sobre todos os colegas da Panther e suas estratégias para enrolar no serviço. Para recuperar o respeito profissional - e voltar às boas com o pessoal do escritório - Emma se mete nas situações mais inusitadas, quase novelísticas. Mas com as quais todas as mulheres acabam se identificando.
Olá gente lindaaaaa!
Hoje vim falar sobre "O Segredo de Emma Corrigan", mais um livro leve e divertido da rainha do chick-lit, Sophie Kinsella.
Após a leitura tensa, angustiante e desconfortável de "Hoje eu sou Alice" (RESENHA AQUI!), esse livro era tudo de que eu precisava. Esse foi o segundo livro que eu li da autora e, embora não tenha sido tão divertido quanto o livro que li anteriormente, "Fiquei com o seu número".

Emma é uma mulher com quase 30 anos que não tem o que podemos chamar de vida bem-sucedida. Ela está em sua terceira ou quarta carreira, desta vez na área de marketing, deve dinheiro ao pai e não consegue superar (nunca) a estrela da família, sua prima Kerry, que passou a morar com ela e os pais quando Emma ainda era criança. No entanto, pela primeira vez ela está em uma viagem de negócios (sozinha) e tem a chance de mostrar o seu valor e, se tudo correr bem, conseguir uma promoção. Mas... nada sai como planejado e ela vê os negócios, sua promoção e tudo mais indo por água'baixo.
Não bastasse tudo isso, tem mais um detalhe: Emma mora em Londres, mas teve que viajar para Glasgow (Escócia) para sua reunião de negócios e, agora, após todo o desastre (que envolveu até mesmo ela derrubando uma bebida no homem com quem deveria estar fechando um acordo...) ela precisa pegar um voo de volta... mas ela morre de medo de avião. Nada que três copos de vodca não resolvam, né?!

10 de agosto de 2017

Na Telinha ou na Telona... #93

Olá gente lindaaaa! Tudo bem com vocês?
Bem, você já sabem sobre o que eu vim falar, né?! Dorama coreano, claro.
Estou escrevendo essa resenha durante minha viagem "de férias" (hoje é, especificamente, 21 de junho) e faz mais de uma semana que eu terminei de assistir o dorama que vou indicar hoje, então pode ser que eu esqueça de mencionar alguma coisa. Sabem como é, minha memória é tipo a da Dory.
A indicação de dorama da semana é "Heart to Heart" (De coração para coração), que foi exibido pelo canal sul-coreano de televisão tvN de 9 de janeiro a 28 de fevereiro de 2015.

Sinopse: Choi Kang Hee (Protect the Boss) and Chun Jung Myung (Cinderella’s Sister) estrelam uma comédia romântica que mostra como às vezes conhecemos e nos aproximamos de pessoas que fazem todos os nossos medos desaparecem.
Cha Hong Do (Choi Kang Hee) tem uma fobia social tão severa, que ruboriza sempre que vê alguém. No entanto, ela possui um vasto senso de curiosidade e aprende o que pode através de livros e da internet. Um dia, a avó dela, que era única conexão com o mundo exterior, falece. Para se manter viva, Cha Hong Do decide trabalhar como faxineira, mas por ironia do destino, só consegue trabalhar fingindo ser uma idosa. Por força do destino, ela encontra Go Yi Seok (Chun Jung Myung), um psiquiatra bonito, porém egoísta que se desliga do mundo após a morte do irmão e lida com a mãe instável. O que segue é uma doce e hilária viagem de troca de identidade e terapia do coração, que só acontece quando é tocado por outro coração. Cha Hong Do conseguirá aprender a superar seu medo e curar e ser curada pelas novas conexões do mundo exterior ou essa fobia social fará com que ela permaneça como a ahjumma mais jovem do mundo? Somando ao drama temos Jang Doo Soo (Weightlifting Fairy Kim Bok Joo), um detetive por quem Cha Hong Do nutre uma profundo amor não não correspondido, e Go Se Ro, irmã mais nova de Go Yi Seok. 

ELENCO PRINCIPAL:

- Choi Kang Hee como Cha Hong Do/Oh Yung Rae (jovem com uma profunda fobia social que lhe causa uma vermelhidão em todo o rosto; para sair de casa e trabalhar, ela se 'fantasia' de idosa, usando a identidade da falecida avó, Oh Yung Rae);
- Chun Jung Myung como Go Yi Suk (famoso, rico e egoísta psiquiatra; após um incidente envolvendo um paciente, cuja única testemunha é Cha Hong Do, ele acaba desenvolvendo fobia de pacientes e percebe que a presença de Hong Do inibe essa fobia); 
- Lee Jae Yoon como Jang Doo Soo (investigador da polícia por quem Hong Do nutre um amor unilateral e secreto desde que ele a ajudou após um assalto em sua casa; desde então ela faz diversas comidas para o policial, sem que nunca se encontrem cara a cara);
- Ahn So Hee como Ko Se Ro (irmã de Yi Suk; foi mandada para os EUA desde muito cedo após a morte do irmão gêmeo de Yi Suk; largou a faculdade e voltou para a Coréia para tentar a carreira de atriz; ela logo se apaixona pelo investigador Jang Doo Soo);

Minha opinião: Adorei!!
Comecei a assistir "Heart to Heart" após ver um vídeo sobre ele em um grupo sobre doramas no Facebook e devorei os primeiros 10 episódios em dois dias.
E já começo dizendo que a história é bem diferente do que costumamos ver, mas também possui um protagonista que te leva a extremos: hora você odeia, hora você ama. Para começar a falar sobre a história e o motivo de o roteiro, os personagens e o desenrolar da história diferir tanto de outros doramas, lhes apresento os protagonistas:
Cha Hong Do é uma jovem reclusa que sofre de uma intensa fobia social. Sua única companhia durante toda a vida foi a avós, mas desde seu falecimento, anos atrás, ela vive sozinha e precisa fazer o possível para sobreviver. Como alguém que sofre de uma fobia social que faz com que um rubor extremo lhe cubra a face consiga ganhar a vida? Simples, se transformando na própria avó falecida e trabalhando como empregada ou cozinheira usando outra identidade.
Embora tenha largado a escola por conta de sua fobia, Hong Do é bastante inteligente, talvez por passar a maior parte do tempo lendo ou assistindo programas de perguntas e respostas na TV. E é assim que ela fica sabendo do famoso psiquiatra capaz de curar qualquer problema psicológico: por meio do mais recente livro do médico, intitulado "Heart to Heart".

7 de agosto de 2017

RESENHA: Hoje eu sou Alice

Editora: Larousse do Brasil
Autor(a): Alice Jamieson
Número de páginas: 336

Sinopse: Nove Personalidades, Uma Mente Torturada.
Em 'Hoje eu sou Alice' a autora relata a jornada de uma vítima de transtorno de múltipla personalidade, que precisou lutar contra a anorexia, o álcool e contra nove personalidades alternativas que emergiram após ficarem adormecidas diante de uma infância cruel. Sem controle, Alice entregou-se a elas - e sua vida passou a ser um caleidoscópio de acontecimentos e revelações. Este é o relato sobre uma doença e sobre a história de uma mulher que decidiu lutar contra a realidade e a imaginação.

Olá gente lindaaa!
Hoje eu finalmente vim falar sobre o que eu achei do livro "Hoje eu sou Alice", que conta a história de Alice Jamieson, que aos 24 anos é diagnosticada com Transtorno de Múltipla Personalidade, mas que, antes disso, passou uma vida de sofrimento sem saber por que era tão diferente.
E, devo dizer que o livro já chega com "os dois pés no peito" do leitor com a seguinte epígrafe, trecho de "A Balada do Velho Marinheiro", de Samuel Taylr Coleridge:
"Desde então, a uma hora incerta,
Aquela agonia retorna,
E até que minha história medonha seja contada
Este meu coração queimará"
Eu me interessei por esse livro após assistir ao dorama coreano "Kill me, Heal me", cujo protagonista também sofre de Transtorno de Múltipla Personalidade, mas ao iniciar a leitura de "Hoje eu sou Alice", eu já soube que "o buraco era mais embaixo". Mais do que contar ao leitor sobre como foi sua vida antes e depois do diagnóstico, ela nos apresenta DETALHADA E LONGAMENTE as causas desse transtorno e o sofrimento muito maior que o próprio transtorno: seu passado, suas memórias... aquilo que tratamento nenhum é capaz de apagar.
"Tenho personalidades alternativas que se manifestam inesperada e aleatoriamente, mudando meu comportamento, minha voz e minha idade. Tenho brancos, perco tempo e me perco." (página 13)
Como eu comentei nas postagem que fiz sobre minhas primeiras impressões desse livro (AQUI), já na primeira página a autora deixa claro que não medirá palavras ou fará modalizações para suavizar sua realidade ou não chocar o leitor. As verdades nuas e cruas serão ditas desta forma.

4 de agosto de 2017

DIVULGANDO: "Os Homens Explicam tudo para Mim", de Rebecca Solnit!!

Olá gente lindaaa!!
Hoje vim divulgar um dos últimos lançamentos do Grupo Editorial Pensamento que eu estou LOUCA para ler, "Os Homens Explicam tudo para Mim", de Rebecca Solnit.


***
Eu já solicitei o meu exemplar com a editora e em breve trago resenha pra vocês! Porque... as mulheres não vão se calar! 👊

Beijos e amassos!!

3 de agosto de 2017

Na Telinha ou na Telona... #92

Olá gente lindaaaa!
Mias uma semana, mais um doraminha pra indicar pra pra vocês. o/
A indicação da semana é o k-drama colegial "Who are you? School 2015" (Quem é você? Escola 2015).  “Who are you? School 2015" é uma série dramática sul-coreana de 2015 e é a última parte da série baseada em escolas de ensino médio de elite que inclui “School 1” (1999), “School 2” (1999), “School 3” (2000), “School 4” (2001) e “School 2013” (2013).

Sinopse: As vidas de garotas idênticas com nomes parecidos – uma desaparece sem deixar rastros e a outra perde a memória – colidem de formas inesperadas. Lee Eun Bi (Kim So Hyun) cresceu em um orfanato e enfrenta o bullying absurdo de um grupo de garotas de sua escola. Go Eun Byul (Kim So Hyun) estuda na Escola de Ensino Médio Segang, uma escola de primeira categoria em Gangnam, mas desaparece sem deixar rastros durante uma excursão escolar. Enquanto Eun Bi tenta escapar de sua vida infeliz e acaba no hospital sem lembranças de seu passado, a mãe de Eun Byul (Jeon Mi Seon) pensa que Eun Bi é sua filha perdida e a leva para casa para viver como Eun Byul. Enquanto Eun Bi tenta recuperar a memória, será que conseguirá descobrir o que aconteceu com a verdadeira Eun Byul e por quê ela se parece tanto com a garota desaparecida?

ELENCO PRINCIPAL:

- Kim So Hyun como Lee Eun Bi (uma garota órfã que vive em um orfanato chamado "Casa do Amor" em Tongyeong; ela sofre bullying no colégio há anos, desde que defendeu uma colega e se tornou o alvo de Kang So Young); Go Eun Byul (uma garota que vive e Seoul em meio a muitos amigos e com uma mãe super amorosa; ela desaparece em uma viagem escolar na cidade de Tongyeong);
- Nam Joo Hyuk como Han Yi Ahn (um estudante e hábil nadador; ele conhece Go Eun Byul desde os 10 anos de idade; aparenta ser frio por fora, mas é acolhedor e romântico por dentro);
- Yook Sung Jae como Gong Tae Kwang (o causador de problemas da turma; encrenqueiro e desinteressado em relação ao colégio; ele guarda o segredo de ser filhod e uma famosa atriz com o diretor do colégio, com quem tem um péssimo relacionamento);
- Kim Hee-Jung como Cha Song-Joo (amiga de Eun-Byeol; sonha em se tornar uma celebridade)/
- Lee Cho-Hee como Lee Shi-Jin (amiga de Eun-Byeol; é frustrada por não ter um sonho ou objetivo para o futuro; não é linda como a mãe ou inteligente como o pai, por isso se sente pressionada);
- Jo Soo-Hyang como Kang So-Young (filha de um famoso e poderoso juiz; como aprendeu em casa, ela não hesita em pisar nas pessoas; ela cometeu bullying com Eun Bi, fazendo com que a garota tentasse se matar).

Minha opinião: Adorei!
Já começo essa resenha dizendo que doramas colegiais são clássicos, nunca saem e moda, mas não são os meus favoritos ou os que eu assisto com mais frequência. 
Acho que por se tratar da adolescência, esse período complicado pelo qual todos nós já passados (ou estamos passando), é impossível não se identificar com algum personagem ou não sentir empatia.
E, como é típico e, doramas desse tipo, o bullying está presente (fortemente), o que eu achei ótimo, pois é um tema que deve sempre ser debatido. Para quem acompanha doramas coreanos, já deve saber que nas escolas coreanas o bullying não é brincadeira, né?! Em todos os doramas colegiais que assisiti até hoje, os casos são revoltantes e absurdos, o que me faz pensar sobre o quão difícil deve ser suportar algo do tipo.
Lee Eun Bi é uma estudante do ensino médio que sofre bullying por parte de Kang So-Young e seu grupinho. Por ser filha de um poderoso e influente juiz, So-Young não tem medo ou receio de pisar nas pessoas e, desde que Eun Bi se intrometeu em seus assuntos para defender uma colega que sofria bullying, passou a ser o novo alvo de So-Young.
Nossa outra protagonista, Go Eun Byul, tem a mesma aparência de Lee Eun Bi, mas diferente da última, vive rodeada de amigos e tem uma mãe amorosa (ainda que adotiva).  Apesar de ter uma vida perfeita", ela guarda seu próprio e sombrio segredo, além do fato de saber da existência de Lee Eun Bi e assisti-la de longe.
Em uma viagem escolar, Go Eun Byul, que vinha apresentando um comportamento estranho e arredio, acaba desaparecendo sem deixar pistas.

2 de agosto de 2017

Primeiras Impressões: "Não me esqueças", de Babi A. Sette!

Olá gente lindaaa!
Hoje é um dia muuuuuuito especial, pois vim dividir com você minhas primeiras impressões sobre "Não me esqueças", da querida Babi A. Sette. Quem acompanha o blog sabe que eu sou APAIXONADA pela escrita da Babi e sempre surto com os lançamentos da autora. Pois bem, o livro está na pré-venda e é o primeiro livro da autora a ser lançado pela Verus Editora. Apesar de ainda não ter adquirido o meu exemplar (e quero autografado, porque sou dessas!), mas tive o prazer de ler o primeiro episódio e vocês conferem o que eu achei logo abaixo.

Sinopse: Em um cenário de contos de fadas, Babi A. Sette convida o leitor a mergulhar em um mundo novo, repleto do encantamento que somente um amor de almas gêmeas pode realizar.
Aos vinte e um anos, Lizzie deveria estar empenhada em fisgar um noivo e finalmente se casar. Entretanto, após uma decepção amorosa, o coração da jovem só palpita por sua grande paixão — os estudos sobre o povo e a cultura celtas. Esse interesse faz com que ela troque os concorridos salões de baile de Londres pelas estradas desertas e sinuosas das Highlands escocesas. 
Ali, ela conhecerá Gareth, o enigmático líder do clã que vive no local mais remoto e bucólico da Escócia. Envolto em uma aura de mistério, ele luta para manter suas tradições, seus segredos e, principalmente, seu povo em segurança.
Enquanto o austero Gareth tem a vida toda sob controle e resiste a mudanças, Lizzie está muito entusiasmada com suas explorações e descobertas. Porém a vida de ambos é alterada de maneira inexorável quando uma fatalidade transforma a tão sonhada aventura de Lizzie em pesadelo.
Vindos de mundos tão diferentes, mas unidos por uma atração irresistível, Lizzie e Gareth vivem uma paixão proibida e desafiadora, sem saber que finalmente poderão encontrar aquilo que só ousavam buscar em sonhos.
Tendo tido acesso apenas ao prólogo e ao primeiro capítulo, admito que não há muito que eu possa contar sobre a histórias. Só posso começar essa resenha dizendo que terminei o prólogo arrepiada, pois adoro histórias que possam envolver vidas passadas, destino, sonhos, reencontro... e apesar de nada todas as milhares de teorias estarem apenas na minha cabeça, acredito que eu vá encontrar um desses ingredientes ao longo da trama. 
"Ela se apaixonara pela cultura celta havia seis anos e descobrira nas tradições daquele povo uma maneira mais simples de apreciar a vida. A curiosidade despertada pelo conho com o highlander ampliara seus interesses, fazendo com que ela estudasse também os povos da Escócia pós-celtica." (página 15)
Lizzie tem o mesmo sonho desde que se entende por gente, sempre sonha com um lobo de olhos amarelos e, a partir de determinado momento, passa a sonhar com um misterioso homem usando roupas celtas, com certeza em consequência de sua obsessão pela cultura celta, tão diferente da aristocracia e nobreza inglesas. E foi por meio desse pequeno e interessante detalhe que eu percebi (e Deus queira que eu esteja certa) que muito além de um romance de época, "Não me Esqueças" tem um tiquinho de fantasia, envolvendo almas gêmeas que se reencontram em sonhos e, depois, pessoalmente. A-D-O-RO!
Quanto ao primeiro capitulo, em pouca páginas eu sorri ao conhecer a prole do meu casal queridinho de "A Promessa da Rosa" - Arthur e Kathelyn -, e perceber o quão pouco convencionais eles parecem ser, mas, por outro lado, terminei com o coração partido pela desilusão de Lizzie.
"- Minha filha... se há algo que a vida me ensinou é que nós não podemos nos culpar pelos atos dos outros, mas podemos escolher como reagir diante daquilo que nos acontece. Quase nunca é uma escolha fácil, mas sempre é corajosa." (página 25)
Só posso dizer que tenho grandes expectativas em relação ao que vem a seguir (mal posso esperar para conhecer nosso escocês - quem nem conheço, mas já considero pacas)! Ah, e já deixo o apelo: quero um romance para cada filho do duque e duquesa de Belmont, em especial Arthur Steve, que nas poucas cenas em que apareceu nesse primeiro capítulo, já me conquistou e me fez desejar a ele um final mais do que feliz.

Espero voltar em breve com a resenha completa do livro! 

***
Beijos e amassos!!

31 de julho de 2017

RESENHA: Forrest Gump

Editora: Aleph
Autor(a): Winston Groom
Número de páginas: 392

Sinopse: Provando numa narrativa com sabor de fábula, que mesmo os menos dotados podem tropeçar na História a cada momento, modificando os caminhos do mundo, este é um romance exemplar. Através de Forrest Gump, o escritor Winston Groom traça um painel delicioso da América de Elvis Presley, Kennedy, da Guerra do Vietnã, do movimento hippie e de Watergate.

Olá gente lindaaa!
Confiram mais uma resenha TOP da nossa querida resenhista Ana Paula. Ela sempre A-H-A-Z-A!


Forrest Gump é um idiota, ou é isso o que diz seu QI baixo. Apesar de se considerar um “pateta”, Forrest possui um incrível dom para tocar instrumentos musicais e é considerado um gênio em resolver problemas matemáticos. 
Este livro, para mim, é um livro de memórias, onde Forrest conta todas as aventuras (são muitas!!) que viveu ao longo de sua vida. Mas, como ele mesmo diz, ele não espera que os leitores acreditem em todas elas.
Forrest é uma pessoa extremamente manipulável, talvez esta seja a principal razão pela qual ele se envolveu em tantas confusões ao decorrer da história: desde viajar com a NASA tendo como companheiro de viagem um orangotango chamado Sue e cair em uma tribo canibal até se tornar um lutador de luta livre com o nome de “O Burro”. É incrível como o autor do livro conseguiu encaixar um evento no outro sem perder o sentido e a linearidade.

28 de julho de 2017

DIVULGANDO: "O Inominável", de Gustavo Lopes!

Olá gente lindaaa!
Hoje vim divulgar o trabalho do autor Gustavo Lopes, que acaba de disponibilizar "O Inominável" nas plataformas Wattpad e Luvbook.




Sinopse: Um grupo de amigos, estudantes do ensino médio, encontram um livro, jamais visto até então na biblioteca de sua escola, e resolvem provar a veracidade de seu conteúdo, instruções para um ritual aparentemente inofensivo e extremamente tentador. Motivados por um histórico de bullying e a promessa de um fim definitivo para os seus problemas, Andreia, Augusto "Bolinha", Davi e Thalita partem em uma jornada sem retorno, rumo à escuridão inominável que habita em seus corações


No Wattpad:
https://www.wattpad.com/story/113333847-o-inomin%C3%A1vel

No Luvbook: https://www.luvbook.com.br/l/947/


SOBRE O AUTOR:
Nascido em 89, em Suzano - SP, trabalho, estudo, vivo e me divido entre centenas de coisas, mas minha verdadeira paixão é a escrita. Tenho um blog de estimação onde escrevo sobre música e meus projetos inacabados. Leio quando posso e escrevo o quanto possível, sobre realidades distorcidas e talvez horrendas, que nem sempre têm um final feliz, mas que devem ser contadas.
***
Beijos e amassos!!

27 de julho de 2017

Na Telinha ou na Telona... #91

Olá gente lindaaaa!
Hoje é dia de falar sobre dorama, claro! Dia de fazer uma indicação que você não vão poder recusar, afinal, trata-se de um mini-drama. isso significa que você podem assistir tudinho em duas horas. Não tem desculpa, gente! Estou falando de "Splash Splash Love", cujo único defeito é o de ser um mini-drama, pois eu queria muuuuuito mais episódios, pelo menos 50.

Sinopse: Quão longe você consegue ficar do inevitável? Dan Bi (Kim Seul Gi) é uma colegial do ensino médio que tem uma habilidade especial. Ela pode se transportar para qualquer lugar em dias chuvosos. Dan Bi odeia matemática e desistiu dos seus futuros sonhos porque exige a matemática! No dia de prestar o vestibular para entrar na faculdade, ela não consegue lidar com a pressão e foge para um parque infantil. Era um dia chuvoso e ela salta em uma poça d'água, sem saber o porquê, ela é transportada para o período da dinastia Joseon, onde ela encontra o jovem rei Lee Do (Yoon Doo Joon). O jovem rei está em uma situação difícil devido a seca e a propagação de uma epidemia. Quando ela tenta dizer ao tribunal que é uma "gosam" (colegial secundarista), pensam erroneamente que ela é um eunuco que pode trazer a chuva tão necessária nesse período. Pode Dan Bi provar a sua utilidade ao rei para continuar viva, e ela terá que usar a matemática para fazer isso? "Splash Splash Love" é um Drama Especial Sul-Coreano de 2015 com 2 episódios. Escrito e dirigido por Kim Ji Hyun.

ELENCO PRINCIPAL:

- Kim Seul Gi como Jang Da Bi (uma aluna do ensino médio abaixo da média que está se preparando para prestar vestibular; ela odeia matemática, mas ao ser transportada para o passado, na dinastia Joseon, para não ser morta ela acaba tendo de ensinar matemática a ninguém menos que o próprio rei);
- Yoon Doo Joon como Rei Lee Do (Rei de Joseon, com um espírito competitivo; sucedeu ao trono em uma idade precoce. Adora matemática e está lutando para reforçar a sua influência como um jovem rei, porque ele ainda é politicamente fraco e seus cidadãos estão sofrendo com doenças e a seca. O encontro inesperado com uma garota do futuro irá ensiná-lo a abrir o seu coração);
- Jin Ki Joo como Rainha So Heon (passado) /  amiga de Da Bi (futuro);
- Ahn Hyo Sup como Che Ah Jin (amigo e soldado do rei);
- Go Kyu Pil como Professor de Matemática (presente) / chefe dos eunucos (passado).

Minha opinião: Amei!
Na primeira semana de junho, eu a Nath (Nathália Cardoso Leu) e mais três amigas dela nos juntamos para fazer uma bela de uma maratona de doramas. No entanto, duas dessas amigas nunca tinham visto um dorama na vida, por isso resolvemos começar por um mini-drama que muita gente indicou, "Splash Splash Love".
E sim, trata-se de mais um dorama sobre viagem no tempo. A-D-O-R-O!
Jang Da Bi é uma colegial que está prestes a prestar vestibular. Ela não é o que podemos chamar de aluna acima da média e odeia matemática. Apesar de não saber exatamente o que fazer do futuro, ela sofre uma grande pressão por parte da mãe para passar no vestibular e entrar na universidade.
No dia do vestibular, no entanto, temendo falhar e provar a todos que ela não passa de uma inútil sem capacidade e sem sonhos, ela acaba fugindo ao chegar no portão da escola onde a prova seria aplicada.