28 de setembro de 2017

Na Telinha ou na Telona... #100

Olá gente lindaaaa!
A indicação de dorama da semana é "Oh My Geum Bi", também conhecido como "My Fair Lady"que comecei a assistir em novembro de 2016, mas só tive psicológico para ver aos pouquinhos, por isso demorei para terminar. O dorama foi exibido de 16 de novembro de 2016 a 5 de janeiro de 2017.

Sinopse: Oh Ji Ho (Chuno, Couple or Trouble), Park Jin Hee (Giant, Kimchi Family) e Heo Jung Eun (Hyde, Jekyll and I) estrelam em um melodrama que mostra como o sofrimento algumas vezes é o melhor jeito de restaurar a nossa fé na vida. Mo Geum Bi (Heo Jung Eun) tem oito anos. Ela é doce, amável e persistente. Infelizmente, mesmo sendo tão jovem, Geum Bi é diagnosticada com a Doença de Niemann-Pick. Uma mutação genética referida como o "Alzheimer infantil" devido a deterioração mental e física que ela causa. Um dia, Geum Bi aparece na porta de Mo Hwi Chul (Oh Ji Ho), o pai que viveu longe dela, já que a mãe (Oh Yoon Ah) já havia se separado dele e o considerava o pior dos lixos. Inicialmente, Hwi Chul fica irritado com a aparição dela e tenta afastá-la, mas Geum Bi é forte demais para deixá-lo importuná-la. Entretanto, enquanto perde lentamente sua saúde e sua memória, Geum Bi precisa de alguém para cuidar dela - alguém melhor que Hwi Chul, um vigarista e perdedor que não tem objetivos na vida. Assim que ele começa a valorizar a filha, Mo Hwi Chul finalmente aprende sobre a vida. Ele aprende sobre a beleza ao seu redor, o valor do tempo e a preciosidade de cada respiração de alguém que não desiste e não deixa a doença sujar sua visão sobre o mundo. Juntos, eles riem, amam e vivem, mostrando à doença quem é que manda. Simultaneamente, como se a humanidade deles estivesse destinada a trazer mais alguém em suas vidas, eles cruzam o caminho de Go Gang Hee (Park Jin Hee), uma arborista pessimista que passa a maior parte do tempo sozinha ou procurando artefatos culturais roubados, e que se envolve na vida da dupla. Será que as três almas, cada uma com seus problemas e alegrias, conseguirão encontrar um motivo para abrirem seus corações? Ou a felicidade não é possível quando a vida não nos dá tempo para aproveitá-la? 

ELENCO PRINCIPAL: 

- Oh Ji Ho como Mo Hwi Chul (vigarista que ganha a vida dando golpes em pessoas ricas; sua vida muda quando uma garota de oito anos aparece dizendo ser sua filha e o "salva" de ser preso);
- Park Jin Hee como Go Gang Hee (mulher rica e solitária que carrega uma grande culpa nos ombros desde a morte da irmã caçula, 15 anos atrás. Ao conhecer Geum Bi ela logo se encanta e volta a sorrir);
- Heo Jung Eun como Mo Geum Bi (garota de 8 anos que não conhece os pais e é criada por uma tia, até ser abandonada por ter uma rara doença; ela tem apenas um nome e endereço daquele que a tia lhe disse ser seu pai biológico);
- Oh Yoon Ah como Jang Joo Young (mãe biológica de Geum Bi);
- Lee Ji Hoon como Cha Chi Soo (ex- amigo de Hwi Chul; quer se vingar, mas sua vida e sua percepção do mundo começa a mudar ao conhecer Geum Bi).

Minha opinião: Amei e chorei como se não houvesse amanhã!
Bem, não posso dizer que fiquei surpresa com o quanto esse dorama me fez chorar, já que logo na sinopse somos informados que a história gira em torno de uma garotinha de 8 anos que tem uma doença rara e incurável, né?! Mas posso dizer que chorei mais com o fato de Geum Bi ser tão madura, tão conformada em relação a seu destino e, mais que isso, pelas lições que ela ensina ao longo dos episódios.
Mo Geum Bi é uma garotinha de 8 anos, extremamente esperta e independente. Ela tem o hábito de recitar todas as estações de metro assim que abre os olhos pela manhã, isso para verificar se ainda se lembra de tudo ou se sua memória já começou a ficar nebulosa. 
O motivo dessa preocupação é que Geum Bi foi diagnosticada com a Doença de Niemann-Pick, uma mutação genética referida como o "Alzheimer infantil". É só uma questão de tempo para que seu corpo e sua mente definhem. Por isso, Geum Bi não fica surpresa ao ser abandonada pela tia que a criou até agora e, munida apenas de um pedaço papel contendo o endereço e número de telefone daquele que supostamente seria seu pai biológico, ela vai ao encontro desse homem desconhecido.

24 de setembro de 2017

UNBOXING!! - Le Cute Pepelaria Criativa!

Olá gente lindaaaa!!!
Recetemente eu fiz uma postagem aqui no blog falando sobre a parceria com a Le Cute Papelaria Criativa, uma papelaria especializada em planners, agendas, diários, etc. Pois bem, recebi uma caixinha da Le Cute e gravei um vídeo abrindo a caixa junto com vocês. Confiram!

23 de setembro de 2017

10 doramas disponíveis na Netflix! (parte 2)

Olá gente lindaaa!
Bem, não sei se vocês perceberam, mas os doramas estão tomando conta da Netflix nos últimos tempos (vamos dominar geral!). Há mais de um ano atrás eu fiz um post indicando 10 doramas disponíveis na Netflix. Pois bem, chegou a hora de renovar essa listinha. Conheçam mais 10 doramas, dos quais alguns eu já assisti e outros estão na minha lista infinita.

1) Stranger

Sinopse: Quando um promotor frio se depara com uma onda de assassinatos, ele se vê obrigado a se juntar a uma policial fervorosa para capturar um psicopata e acabar com a corrupção no próprio ambiente de trabalho dele. Hwang Shi Mok (Cho Seung Woo) é promotor. Por oito anos, ele foi o único promotor honesto em um sistema legal insanamente corrupto. Além de sua integridade inabalável, ele também possui outra qualidade única. Durante a infância dele, o promotor fez uma cirurgia no cérebro, e um dos efeitos colaterais da cirurgia foi ele perder a habilidade de sentir emoção. Ele é frio, solitário e racional demais. As únicas pessoas com quem interage são com os colegas dele, Seo Dong Jae (Lee Joon Hyuk de Bluebird’s House e City Hunter) e a promotora estagiária Yeong Eun Soo (Shin Hye Sun de She Was Pretty e Oh My Ghostess). 

Gênero: Drama, Detetive, Investigação Criminal, Lei, Suspense | Episódios: 16 | Ano: 2017


2) My Only Love Song (mini drama)

Sinopse: Song Su Jeong (Gong Seung Yeon) é uma atriz famosa que acredita que o dinheiro pode mover montanhas e conseguir qualquer coisa. Subitamente, fugindo do set de filmagens de um drama histórico, ela atravessa um portal que a leva de volta no tempo para a era Joseon, onde se encontra com On Dal (Lee Jong Hyun). On Dal é obcecado com conseguir dinheiro e demonstra fazer de tudo para consegui-lo mas, na realidade, é uma pessoa generosa para com os pobres e os mais fracos. Como se desenrolará o encontro de On Dal e Su Jeong, em uma época tão diferente da história coreana?
Eu assisti "My Only Love Song" recentemente e já tem resenha dele aqui no blog (CONFIRAM AQUI!).

Gênero: Drama, Comédia, Histórico, Romance | Episódios: 20 (média de 15 minutos cada) | Ano: 2017

21 de setembro de 2017

Na Telinha ou na Telona... #99

Olá gente lindaaaa!!!
Hoje eu vim falar sobre o dorama coreano "Beautiful Mind" (Mente linda), do qual falei brevemente no vídeo Tag dos 50% - Doramas. Há tempos eu estava curiosa em relação a esse dorama, tanto por adorar o ator Jang Hyuk (Fated to Love You) quanto pela premissa interessantíssima. E, felizmente, o dorama não me decepcionou.

Sinopse: Quão perigoso é um genial neurocirurgião incapaz de sentir qualquer coisa pelos seus pacientes? Lee Young Oh (Jang Hyuk) é o melhor no que faz, porém, por causa de um acidente no seu lobo frontal, ele não sente simpatia pelos seus pacientes e possui uma personalidade instável. Mas, quando uma série de pacientes morrem de formas estranhas no hospital, investigadores da polícia voltam suas atenções para Young Oh. Será que uma policial novata (Park So Dam) poderá ajudar Young Oh a abrir seu coração e aprender a amar novamente? "Beautiful Mind" é uma série dramática sul-coreana de 2016, dirigida por Mo Wan Il. A série é levemente baseada no clássico romance de Mary Shelley, "Frankenstein".

ELENCO PRINCIPAL:

- Jang Hyuk como Lee Yeong Oh (um médico brilhante com mãos hábeis, lógica inigualável e firmeza destemida. No entanto, ele não tem a capacidade de simpatizar, nem mesmo com seus pacientes);
- Park So Dam como Gye Jin  Seong (uma jovem policial que age estritamente de acordo com as regras e regulamentos; inicialmente ela vê Lee Yeong Oh como alguém perigoso, mas acaba descobrindo que ele é bastante lamentável, de modo que não consegue se afastar dele);
- Yoon Hyun Min como Hyun Suk Joo (um cardiologista experiente e com mãos ágeis; é famoso entre colegas e pacientes e aquele com quem todos querem trabalhar, mas que precisa escolher entre ser um bom médico ou uma boa pessoa);
- Park Se Young como Kim Min Ji (médica no departamento de neurologia do hospital Hyunsung, se formou e uma universidade do interior, por isso é passada para trás por seus colegas de trabalho, de modo que sempre trabalha muito e é pouco reconhecida; é namorada de Lee Yeong Oh).

Minha opinião: Amei!!
Por onde começar a falar de "Beautiful Mind"? Sinceramente, não sei.
Eu costumo gostar bastante de doramas médicos, mas acho que "Beautiful Mind" se encaixa mais no gênero mistério. Já já eu explico o motivo.
Antes de mais nada devo informar que o papel do protagonista foi oferecido aos atores Kim Soo Hyun (My Love from Another Star, Producer, Dream High), Yoo Ah In (Chicago Typewriter), Lee Jong Suk (Pinocchio, W - Two Worlds) e Choi Jin Hyuk (Emergency Couple, The Heirs, Tunnel) porém todos recusaram. E, querem saber? QUE BOM QUE RECUSARAM, porque Jang Hyuk arrasou muito no papel!
Desde o primeiro episódio desse dorama eu fui fisgada completamente, não por ter sido cativada pelo charme do protagonista, ou simpatizado com ele, mas pelo fato de, por vários episódios, eu não saber em quem confiar.
Imaginem um neurocirurgião brilhantes, mas que nãos ente qualquer empatia por ninguém, nem mesmo por seus pacientes. Ele aceita ou recusa pacientes de acordo com as probabilidades de sucesso ou fracasso, pouco se importando com o desespero ou sofrimento alheio, já que ele não pode sentir, simpatizar ou entender.

14 de setembro de 2017

Na Telinha ou na Telona... #98

Olá gente lindaaaa!
Hoje é dia de mais uma indicação de dorama!! o/
Conheçam o dorama coreano "Producer" (Produtores), que conta um pouco como funcionam os bastidores de programas de variedade, bem populares na Coréia do Sul. "Producer" foi ao ar de 15 de maio a 20 de junho de 2015 pela emissora sul-coreana KBS2.
Sinopse: Reuniões a noite toda, estresse que nunca acaba. Essa é a vida de um produtor de programa de variedade da televisão que tenta fazer um programa virar sucesso e conseguir aumentar a audiência enquanto lida com a pressão dos diferentes astros da tv e executivos a sua cola. Baek Seung Chan (Kim Soo Hyun) é um novo produtor-diretor (PD) que desistiu da Faculdade de Direito para trabalhar em um animado programa de variedade de uma grande emissora. Ele trabalha junto com Produtores mais experientes, como a Tak Ye Ji (Gong Hyo Jin), ela é ousada e prática que faz as coisas do jeito dela e o Ra Joon Mo (Cha Tae Hyun), que ainda está a espera para sua série de grande sucesso. Eles precisam lidar com astros de tv temperamentais como Cindy (IU), uma cantora famosa, os produtores vão conseguir agradar a todos e terminarem o seu trabalho? O Produtor é um drama coreano de 2015 dirigido por Seo Soo Min.

ELENCO PRINCIPAL:

- Kim Soo Hyun como Baek Seung Chan (um jovem formado em direito em uma das melhores faculdades  que resolve se tornar produtor no departamento de variedades da KBS depois de seguir os passos de seu primeiro amor; ainda que seja inteligente, ele é bem desajeitado como novo estagiária da radiodifusora e vive se metendo em encrencas);
- Gong Hyo Jin como Tak Ye Jin (uma PD com 10 anos de experiência na área que é inteligente, impertinente e nunca se contém em dizer às pessoas o que ela pensa; como diretora do "Music Bank",ela aprendeu a ser feroz para segurar seu lugar no departamento de variedades);
- Cha Tae Hyun como Ra Joon Mo (um experiente PD que trabalha nesta indústria há 10 anos; ele trabalhou e diversos programas, mas não tem nenhuma obra que possa chamar de sua);
- IU como Cindy (uma cantora popular que debutou com 13 anos e tem agora 10 anos de carreira; é chamada de "Princesa de Gelo" pela sua inexpressividade e controle completo de suas emoções).

Minha opinião: Gostei!
Já começo dizendo que o que me fez assistir "Producer" foi o elenco, que conta que três atores que eu gosto muito: Kim Soo Hyun (Dream High, My Love From Another Star), IU (Dream High, Moon Lovers - Scarlet Heart: Ryeo) e Gong Hyo Jin (It's Okay, That's Love, Master's Sun).
No entanto, confesso que a primeira impressão que tive não foi das melhores. Quando, já no primeiro episódio, vi que o dorama tinha algumas partes tipo documentário, em que os personagens pareciam ser entrevistados, pensei "WTF?" e achei que isso me incomodaria ao longo do dorama (fiquei logo torcendo pra isso acabar logo).
Mas, ao contrário do que imaginei, acabei gostando disso e ri bastante, principalmente com o novato Baek Seung Chan, interpretado por Kim Soo Hyun (que mostrou ser um ótimo ator, que vai do alienígena sério ao desajeitado produtor)
Para quem não sabe, os programas de variedades, que que os idols participam de gincanas e esse tipo de coisa, são bem famosos da Coréia do Sul, e é justamente este o cenário de "Producer". O núcleo principal do dorama é formado por dois PD's (produtores) e um novato que trabalham em um programa de variedade que está com os dias contados por causa da baixa audiência e precisam fazer o possível para salvar o programa.

8 de setembro de 2017

Bookshelf Tour - Estante 2!!

Olá gente lindaaa!!
Finalmente saíram os vídeos em que eu continuo mostrando minha coleção de livros para vocês. Após quase seis anos de blog, eu finalmente resolvi fazer minha primeira bookshelf tour e já mostrei aquela que eu nomeei de Estante 1 (CONFIRAM AQUI), mas agora venho mostrar a segunda estante, também dividida em dois vídeos.
Em breve mostro a terceira e última estante, ok?! Espero que gostem!!





***
Não esqueçam de curtir os vídeos e se inscrever no canal do blog no Youtube, hein?!

Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!

7 de setembro de 2017

Na Telinha ou na Telona... #97

Olá gente lindaaaa!!
Hoje é dia de falar de... dorama, é claro! o/
A indicação de hoje é o drama coreano "Fight for My Way" (Lutando pelo meu caminho), que foi exibido de 22 de maio a 11 de julho de 2017.

Sinopse: É possível seguir seus sonhos mesmo sem ser um privilegiado?
Go Dong Man (Park Seo Joon) sempre sonhou em se tornar um lutador famoso de taekwondo, mas acabou indo trabalhar como empregado em um emprego comum. Sua amiga de longa data com quem vive discutindo, Choi Ae Ra (Kim Ji Won), sonha em se tornar âncora de telejornal, mas acaba indo parar no guichê de informação de uma loja de departamentos. Seus amigos, Kim Joo Man (Ahn Jae Hong) e Baek Seol Hee (Song Ha Yoon), estão namorando há seis anos, mas agora enfrentam uma situação que ameaça pôr um fim em seu relacionamento. Será que esses quatro amigos conseguirão alcançar seus sonhos, mesmo que suas qualificações não sejam das melhores?

ELENCO PRINCIPAL:

- Park Seo Joon como Go Dong Man (um ex-lutador de taekwondo que costumava ser famoso na escola, mas que desistiu do seu sonho; hoje, aos 30 anos, ele se considera um fracassado por não viver da forma que gostaria e trabalhar matando carrapatos);
- Kim Ji Won como Choi Ae Ra (funcionária de uma loja de departamentos que trabalha no balcão de informações, mas sonha em se tornar uma âncora de telejornal);
- Ahn Jae Hong como Kim Joo Man (o chamado "cérebro" dos quatro; ele conseguiu uma posição permanente em uma rede de comprar em casa; leal à sua namorada se seis anos, seu amor será posto à prova);
- Song Ha Yoon como Baek Seol Hee (a menina inocente e peculiar do grupo, que está trabalhando em uma loja de Jokbal. Durante seis anos, seu universo gira em torno de Joo Man).

Minha opinião: Amei!
Ah, faz umas duas semanas que eu terminei de assistir "Fight for My Way" e ainda não sei bem como fazer essa resenha. Esse dorama é daqueles que faz com que a gente (pelo menos eu)se identifique. Se você fazia mil planos e tinha mil sonhos na época do colégio e hoje, anos depois, não chegou exatamente onde gostaria de ter chegado: esse dorama é pra você!
"Fight for My Way" gira em torno de quatro amigos que estão na faixa dos 30 anos:  Go Dong Man, Choi Ae Ra, Kim Joo Man e Baek Seol Hee. Cada um enfrenta as próprias dificuldade e questionamentos, mas estão sempre juntos, um apoiando o outro. Ah, que bom é ter amigos assim, né?! Pau pra toda obra, ombro pra todo momento de tristeza...
Quem nunca se sentiu fracassado ou frustrado por não alcançar algum objetivo? Pois bem, essa é a realidade dos quatro amigos. É a minha realidade também, é a sua (tenho certeza). E, tudo bem... nem sempre (ou nunca?) as coisas saem como o planejado, mas o importante é não se deixar derrotar, não desistir... e criar novos planos, traçar novas estratégias. Mas nunca, nunquinha, deixar de almejar algo melhor Afinal, é isso o que nos move. O que seria de nós e do mundo se não houvesse esperança, né?

6 de setembro de 2017

DIVULGANDO: Chocolate Literário com a autora Isa Colli!

Olá gente lindaaaa!!
Infelizmente eu não estarei na Bienal Internacional do Livro esse ano, mas fico feliz em divulgar a presença da autora Isa Colli em um "Chocolate Literário", que ocorrerá nos dias 8 e 9 de setembro, para o lançamento oficial, no Brasil, dos livros "O Pirulito das Abelhas" e "A Fazendinha" (que foram lançados recentemente em Lisboa, onde a autora mora).
Confiram mais informações na imagem abaixo.


***
Só digo uma coisa: aproveitem por mim, pois eu adoraria estar na Bienal e participar desse Chocolate Literário. E mais, se vocês apresentarem esse convite (a imagem desta postagem) impresso ou virtual, ganham 20% de desconto na compra dos livros da autora e 10% na compra de outros títulos da editora.

Beijos e amassos!!

5 de setembro de 2017

NOVA PARCERIA: Flor de Maio - Cadernos Artesanais!

Olá gente lindaaaa!
Hoje vim falar sobre mais uma super parceria que o blog firmou recentemente, com a Flor de Maio - Cadernos artesanais
Se você é amante de papelaria, de caderninhos, bloquinhos, etc., você vai amar o trabalho LINDO da Simone. É um item mais fofo e maravilhoso que o outro e É TUDO FEITO À MÃO! <3


Na Flor de Maio vocês encontram itens como cadernos A5, A6, bullet journal, pasta sanfonada, porta-retratos, diário com cadeado, caderno de receitas, etc. 
Deem uma olhadinha em alguns itens:

Caderno A6 (comfechamento, aba e porta caneta e 2 bolsos internos).

Caderno A6 (papel pólen pautado e costura corrente).

4 de setembro de 2017

RESENHA: Os homens explicam tudo para mim

Editora: Jangada
Autor(a): Rebecca Solnit
Número de páginas: 208

Sinopse: Em seu ensaio icônico “Os Homens Explicam Tudo para Mim”, Rebecca Solnit foca seu olhar inquisitivo no tema dos direitos da mulher começando por nos contar um episódio cômico: um homem passou uma festa inteira falando de um livro que “ela deveria ler”, sem lhe dar chance de dizer que, na verdade, ela era a autora. A partir dessa situação, Rebecca vai debater o termo mansplaining, o fenômeno machista de homens assumirem que, independente do assunto, eles possuem mais conhecimento sobre o tema do que as mulheres, insistindo na explicação, quando muitas vezes a mulher tem mais domínio do que o próprio homem. Por meio dos seus melhores textos feministas, ensaios irônicos, indignados, poéticos e irrequietos, as diferentes manifestações de violência contra a mulher, que vão desde silenciamento à agressão física, violência e morte. Os Homens Explicam Tudo para Mim é uma exploração corajosa e incisiva de problemas que uma cultura patriarcal não reconhece, necessariamente, como problemas. Com graça e energia, e numa prosa belíssima e provocativa, Rebecca Solnit demonstra que é tanto uma figura fundamental do movimento feminista atual como uma pensadora radical e generosa.

Olá gente lindaaa!!
Hoje vim falar de mais um livro feminista, porque sim, porque a cada dia que passa eu penso que precisamos falar sobre as questões de gênero, mais do que nunca (a exemplo disso, confiram este post que fiz na Fanpage!).
"Os homens explicam tudo para mim" é um livro que reúne ensaios feministas (escritos entre 2008 e 2014) da jornalista, historiadora e escritora Rebecca Solnit. Esses ensaios apresentam diversos exemplos reais de casos extremos de misoginia, machismo e da luta diária de toda mulher, evidenciando o fato de que nascer mulher e existir plenamente em nossa sociedade é quase um ato revolucionário.

No primeiro ensaio, "Os homens explicam tudo para mim", a autora apresenta uma situação inusitada pela qual passou, quando um homem ficou por vários - e longos - minutos falando de um livro que ela PRECISAVA ler, sem ao menos lhe dar oportunidade (ou espaço na conversa) para explicar que ela própria era a autora do tal livro. Isso seria um exemplo isolado, se cada uma de nós, mulheres, não tivesse um exemplo parecido para contar.