30 de abril de 2012

RESENHA: Estilhaça-me

Editora: Novo Conceito
Autor(a): Tahereh Mafi
Número de Páginas: 302

Sinopse: Juliette não toca alguém a exatamente 264 dias. A última vez que ela o fez, que foi por acidente, foi presa por assassinato. Ninguém sabe por que o toque de Juliette é fatal. Enquanto ela não fere ninguém, ninguém realmente se importa. O mundo está ocupado demais se desmoronando para se importar com uma menina de 17 anos de idade. Doenças estão acabando com a população, a comida é difícil de encontrar, os pássaros não voam mais, e as nuvens são da cor errada. O Restabelecimento disse que seu caminho era a única maneira de consertar as coisas, então eles jogaram Juliette em uma célula. Agora muitas pessoas estão mortas, os sobreviventes estão sussurrando guerra – e o Restabelecimento mudou sua mente. Talvez Juliette é mais do que uma alma torturada de pelúcia em um corpo venenoso. Talvez ela seja exatamente o que precisamos agora. Juliette tem que fazer uma escolha: ser uma arma. Ou ser uma guerreira.

Vou ser sincera, nem sei por onde começar. Eu gostei tannnnnto do livro que acho que, qualquer coisa que eu venha a escrever não será suficientemente bom. Mas, ainda assim tentarei dar o meu melhor.

"Estou aprisionada a 264 dias."
Esta é, nada mais, nada menos que a PRIMEIRA frase do livro. Dá para entender porquê o leitor já  começa a "degustar" o livro com uma curiosidade quase incontrolável.
Juliette é uma jovem de 17 anos que, há 3 está sob os "cuidados" de uma instituição do governo, mais propriamente dito, um manicômio. O motivo? Ela, simplesmente, não pode tocar nas pessoas. NUNCA. Seu toque é letal. Simples assim! (quem não se lembra da personagem Vampira, de X-Men?).
Na sinopse diz que Juliette não toca em ninguém há 264 dias. Na verdade, ela não "vê" nenhum outro ser humano por todo esse tempo. Está sozinha, trancafiada.... na compahia apenas de um caderno velho e uma caneta quebrada. Ela já nem sabe dizer se  é realmente louca ou não. Será que, ao menos, se lembra de como se fala?
Sua vida, sua história, muda (ou melhor, começa a mudar), quando, sem qualquer aviso prévio (não que costumassem avisá-la de alguma coisa, mas...) ela "recebe" um companheiro de cela. Isso mesmo. Tanto tempo sem contato com outro ser humano e agora, simplesmente, tem alguém com quem conversar.  Mas diferente da empolgação esperada, Juliette fica tensa, hesitante e amedrontada. Mas, quando ela percebe os olhos de seu mais novo companheiro... ahh esses olhos. Poderia conhecê-los em qualquer lugar. São de Adam. Mas, ele parece não se lembrar dela.
" - Então por que você não me diz o seu nome? - Ele se inclina para frente e eu congelo. Eu me derreto. Eu evaporo." (página 24)
Uma sociendade distópica, onde o poder está nas mãos do Restabelecimento. Nas ruas, crianças morrem de fome, enquanto essa sociedade que se acha superior vive no luxo. "Os animais estão morrendo, os pássaros não voam, as colheitas são difíceis de obter, as flores quase não existem. O tempo não é confiável." Há soldados (muito bem armados) por toda parte e, preparados para atirar sob o mínimo comando de Warner, um jovem que ama apenas o poder e fará de tudo para usar o "dom" de Juliette a seu favor. O Restabelecimento afirma que o único jeito de consertar o caus em que se encontram, é começar do zero. Por isso, estão destruíndo TUDO. Livros, artefatos, todo vestígio da existência humana está sendo aniquilado.
Juliette, apesar de, NUNCA ter recebido nenhum tipo de carinho, apesar de ter sido rejeitada, humilhada, tratada como louca e "jogada" num manicômio, ainda acredita da humanidade, ainda acredita nas pessoas. Ela ainda tem sentimentos.... ela ainda AMA.
"Ele sorri um sorriso miúdo. Divertido. Seus lábios se contorcem como se ele tentasse não rir. Seus olhos se abrandam conforme estudam os meus. - Há muito pouco que eu não faria por você." (página 139)
Mal sabe ela que, do lado de fora de sua cela, as coisas não estão muito melhores. Mesmo lá fora, a sensação de estar numa prisão é constante.
O "reencontro" com Adam é apenas o primeiro passo de Juliette à uma nova realidade. Sua vida irá mudar completamente e não há nada que ele possa fazer para tomar o controle de tudo. Warner quer usá-la como sua arma mortal, mas.... será que Juliette pode impedir que isso aconteça? Ela não é um monstro. Ou é?
****
Bem, algumas pessoas, ao fazer a resenha, focariam mais na sociedade distópica ou no "pequeno detalhe" de a personagem não poder tocar nas pessoas, mas.... eu não consigo não focar no romance (cancerianos...). Imagine você, como seria amar alguém durante muito tempo, mas não poder tocar nessa pessoa. NUNCA.  É como "ver com os olhos e lamber com a testa", né?!
Isso explica o fato de ser tão fácil se apaixonar pelo livro, além na narrativa espetacular e diferente da autora. A todo momento há a transcrição do pensamento "pensado" e não falado, que aparecem riscados. Quem nunca pensou em mandar o patrão "ir ver se estava lá na esquina", mas acabou apenas assentindo e fazendo um trabalhinho extra em seu horário de almoço. Pois bem... é MUITO fácil entender os tantos riscos presentes ao longo da trama.
Bem, apesar de Warner estar louco varrido por Juliette, não chega a se formar um triângulo amoroso, porque o cara é doido mesmo, e TOTALMENTE no mal sentido. rs
Se eu recomendo? CLARO que sim!! Sem dúvida alguma, Estilhaça-me entrou para a lista de favoritos!

Classificação:

***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!

29 de abril de 2012

Elvis para nossos ouvidos!! #4



Olá gente linda!!!!
Olha eu aqui de novo falando do REI, né?! (bora animar esse domingão chuvoso).
Já faz um tempinho que não posto essa coluna, mas.... isso não quer dizer que Elvis Presley deixou de fazer parte da minha Playlist! hahahhah
Hoje venho dividir com você uma das músicas que eu mais gosto (são taaaantasss), Kentucky Rain, gravada pelo rei em fevereiro de 1969.
Confiram e se deliciem (como eu! ahha).


Chuva do Kentucky

Sete dias sozinhos
E uma dúzia de cidades atrás
Eu voltei uma noite
E você tinha partido
Não sei porque você fugiu
Do que você está fugindo e para onde?
Tudo que sei é que quero trazer você para casa.

Então estou andando na chuva
Pedindo carona
Nesta ruazinha abandonada do kentucky
Eu amava você há muito tempo atrás
Nosso amor é muito forte
Para deixar você ir, sem saber
O que aconteceu de errado.

E a chuva do kentucky continua a cair
E bem a frente, outra cidade
Que eu passarei por ela
Com a chuva em meus sapatos
Procurando por você
Na chuva fria do kentucky
Na chuva fria do kentucky

Mostrei sua fotografia
Para um homem velho de barbas cinzas
Sentado no banco
Do lado de fora de uma loja de coneviência
Ele disse "sim, ela esteve por aqui"
Mas a sua memoria não estava clara
Tinha sido ontem?
Não espere, no dia anterior

Então, eu fianalmente consegui uma carona
Com um pastor que me perguntou
"Para onde vai nessa fria e escura tarde"
Enquanto viajavamos pela chuva
Enquanto ele ouvia eu explicava
E ele me deixou com uma oração
Para que eu te encontre

****
É linda ou não? *-*

***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!

26 de abril de 2012

Na Telinha ou na Telona... #4


Olá gente linda!!!
Bem, alguns de vocês com certeza esperam ver algo além de doramas nessa coluna (afinal de contas, os coreanos estão monopolizando isso aqui! ahhah), por outro lado, sei que alguns também esperam conhecer um pouco mais dessas "séries / novelas" orientais. Mas....... para a alegria de alguns e, de outros nem tanto, hoje trago OUTRO dorama, mas prometo que na próxima semana falarei sobre outra coisa, ok?!

O dorama que assisti nos últimos dias foi Marry Me, Mary! (conhecido também como Mary Stayed Out All Night) que é uma gracinha (sem contar que tem um coreano punk super gatinho).


Sinopse: Wi Mary é a filha de um empresário fracassado e endividado que não tem experiência em relações românticas. O destino faz com acidentalmente ela conheça o roqueiro Kang Mu Gyul, antes de saber que seu pai a havia prometido em matrimonio ao filho do seu amigo que vive no Japão. O acordo é que Jung In e Mary se casem após o termino do acordo de 100 dias. Então, Mary tem que usar Mu Gyul como seu marido falso para escapar do casamento arranjado. O que acontecerá com os três? Com que Mary se casará no final, Jung In ou Mu Gyul? 




Elenco Principal:


- Moon Geun Young como Wi Mae Ri, ou simplesmente Mary (ou Marry Christmas, como diz Moo Kyul) - jovem de 24 anos apaixonada por doramas e que vive às voltas do pai, sempre se escondendo dos credores de seu pai, um irresponsável que vive cada vez mais endividado;
- Jang Geun Suk como Moo Kyul - roqueiro, vocalista e guitarrista de uma banda indie, avesso a relacionamentos duradouros e, com uma mãe ausente e irresponsável que sempre está entrando e saindo de novos relacionamentos frustrados;
- Kim Jae Wook como Byun Jung In - morre de medo do pai, e por isso "aceita" a imposição de casamento que lhe é feita como condição para ter a ajuda do pai em um investimento.






Minha opinião: AMEI! haha
Bem, para começo de conversa, todo dorama coreano que se preze tem algum cantor, né?! Estou começando a levar em conta o que minha amiga Giovana me disse: Todo coreano É (obrigatoriamente) cantor! haha Simples assim. (Sério, isso faz muito sentido).
Mas, voltando (ou começando) ao dorama, já me diverti nos primeiros minutos, com uma abertura "a l'noiva cadáver", bem engraçada... mas em seguida conhecemos Mary, que está passando por momentos muito difíceis. Após ter que trancar a faculdade, ter seus móveis confiscados por falta de pagamento, ser mandada embora de seu emprego e, mais uma vez ter que ajudar o pai a se esconder de agiotas furiosos, Mary está desolada.
E numa das muitas voltas que a vida dá, ela conhece Moo Kyul, um roqueiro para lá de gato. A situação é meio inusitada, mas acabam se tornando amigos. Tanto que, quando quando Mary descobre que o pai pretende obrigá-la a se casar com um homem que ela nunca viu, para que o pai do noivo pague as MUITAS dívidas que ele tem com agiotas, Mary pede ao novo "amigo" que finja se casar com ela, para impedir o casamento arranjado pelo pai. Daí em diante é pura confusão.

Note o ânimo do "noivo"
Ao longo dos 16 episódios, me emocionei e me diverti com o "triângulo amoroso", mas confesso que nem por um segundo fiquei dividida entre o cavalheiro Byun Jung In e o roqueiro despreocupado, Moo Kyul (foi amor à primeira vista, com certeza!). Tenho uma teoria: toda e qualquer garota/ mulher, pelo menos em UM momento de sua vida, teve uma quedinha (ou um TOMBO, como no meu caso) por cabeludos. Concordam?? Bem, tá explicado o porquê de eu ter me apaixonado (de novo) por Moo Kyul. Após o divo Lee Min Hoo (Boys Before Flowers / Personal Taste), o nosso mais novo galã coreano, com certeza é  Jang Geun Suk.
O mais legal deste dorama, é que o suspense envolvendo o futuro do triangulo se mantém até o último episódio. Morri de curiosidade. haha
Bem, quanto a Mary, me identifiquei com ela em uma coisa: quando eu estou chateada, nada me acalma mais do que uma livraria. Mas, acaba por aí. Mary é o esteriótipo de uma pessoa submissa, seja em relação ao pai ou Moo Kyul, mas pensando bem, esse é ou não é o charme do dorama??


Bem.... essa foto é só para vocês se apaixonarem também! *-*
Gente, preciso dizer: canta MUITO!!
Duas músicas da trilha sonora (cantadas pelo gatinho aí) que se destacam são: My Precious (só encontrei com legenda em espanhol) e Hello, Hello (também com legenda em espanhol).
Bem, o ator também interpreta um cantor no dorama You're Beutiful (que eu não encontro para baixar, só pra variar), mas pelo que eu vi através do Youtube, se personagem não se parece em nada com Moo Kyul, de Marry me, Mary!


E você, já assistiu? O que achou?

***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!

25 de abril de 2012

RESENHA: Um Amor, Um Verão e o Milagre da Vida...

Editora: Baldon
Autor(a): Isa Colli
Número de Páginas: 230

Sinopse: Sem sombra de dúvidas, o dom da vida é o melhor presente concedido por Deus. Ficamos receosos de adquirir alguma doença ou de sofrermos qualquer tipo de acidente que possa ceifar do convívio de nossos amigos e entes queridos. A vinda da morte sempre é uma surpresa, pois não a compreendemos.
Este livro fala através da luta do jovem João Carlos contra um câncer, dos que ganham uma nova oportunidade de viver e não a desperdiçam. Agarram-se a uma única chance e persistem.
Longe de um discurso piegas, que qualquer doença crônica pode inspirar, ou da construção de um herói arrogante, a escritora esclarece o que é a doença, fala sobre a decisão de enfrentá-la, da opção do seu personagem pela vida e afirma sobre a importância e a cumplicidade dos profissionais de saúde para a melhora e cura dos pacientes. Ela afirma que eles dividem as sensações e fantasias despertadas com o tratamento, evidenciam como reencontrar a fé e extrair o melhor das relações humanas diante do trágico.
Isa Colli expõe neste romance a longa e desconhecida fronteira que separa as pessoas da morte e expõe sua experiência com a doença, a fim de inspirar pacientes e familiares que passam por situações similares e talvez até ajudá-los a descartar a opção da Sentença e escolher o caminho da Renovação, da vida e da saúde que todos desejamos.

Olá gente linda!!!
Finalmente venho compartilhar com vocês uma resenha fresquinha, desta vez o livro de uma autora nacional, Isa Colli.
Recebi esse livro da Editora Baldon e, confesso que a capa não me chamou muito a atenção, mas assim que comecei a ler, logo nos primeiros capítulos fiquei presa na história.

Maria Paula é uma jovem de 17 anos, filha de uma família tradicional paulista de classe média alta, tem como principal distração, fazer comprar. João Carlos, mais conhecido como J.C. é um jovem surfista, apaixonado pela natureza e pelas ondas do mar carioca, filho de pescador, tem em mente passar no vestibular e cursar biologia, para poder cuidar das maravilhas oferecidas pela ilha, Angra dos Reis, seu paraíso particular.
Ninguém imaginaria que o destinos de duas figuras tão distintas se cruzariam e transformaria a vida de ambos de uma maneira tão intensa.
Ao viajar para Angra dos Reis, afim de passar as férias com o avô, que reside na ilha desde a morte da esposa, anos atrás, Maria Paula nem sonhava em se apaixonar por um nativo. Pelo contrário, jamais se interessaria por alguém de um mundo tão diferente, mas...... quando viu J.C. pela primeira vez, não conseguiu enganar nem a si mesma, havia algo diferente no ar.
"Ela se despede de todos os seus medos e receios. Sente o pulsar das veias de seus braços e imagina... tudo lhe é permitido imaginar. Não poderia querer outro homem nem outro lugar." (página 112)
J.C, ao colocar os olhos na loirinha de cabelos ondulados, não conseguiu pensar em outra coisa que não fosse a possibilidade de beijá-la. Bem... aí já viu, né?! Foi só juntar a fome com a vontade de comer.
"- Bom dia, JC. Você está bem? 

- Bom dia, Maria Paula! Estou bem, sim. 

- Que bom que não esqueceu meu nome! 
- Como eu poderia? Não deixei de ver seu rosto em meus pensamentos desde que nos despedimos ontem." (página 80)
Não demorou muito para que se envolvesse e se apaixonassem, mas o que nenhum dos dois esperava era que uma doença se colocasse entre eles. Após passar mal diversas vezes, com uma forte dor no estômago, J.C. é levado às pressas para o hospital e o diagnóstico não é dos melhores: pode ser câncer.
Mais do que uma história de amor, é uma história de vida, de superação.
"O que vivi com meus companheiros de dor me faz afirmar que o amor é um elemento fundamental para se alcançar a cura: é a base de todo tratamento e seu mais forte alicerce." (página 17)
***
Gente a leitura do livro flui que é uma beleza. nada melhor que relembrar como é uma paixão adolescente (não que eu seja velha, mas...). JC, é um fofo, um galante nato..... Impossível não se apaixonar.  Os diálogos são simples, rápidos e sem complicação. Eu poderia dizer que é uma leitura leve, não fosse toda a carga emocional envolvido. É possível acompanhar o amadurecimento e crescimento dos personagens. A principal mensagem que o livro me passou, além de amor superação, é que o principal é ter fé, por isso há também uma "carga espiritual" e religiosa envolvida. Há várias coisas sobre as quais não paramos para pensar até que algo ruim aconteça, aí somos obrigados a crescer, a se fortalecer.
Recomendado!!

Classificação:

***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!

24 de abril de 2012

Na Minha Caixa de Correio!! #37 e #38


Olá gente linda!!!
Sentiram falta do Na Minha Caixa de Correio?? ^^
Bem, como vocês sabem, sempre deixo para gravar o vídeo na última hora e, por esse motivo nos dois últimos find de semana acabei tendo alguns imprevistos e nem deu para gravar.
Resolvi gravar ontem a noite, pois durante o dia é IMPOSSÍVEL (por isso estou postando num dia tão incomum - terça-feira), mas..... esse povo doido da minha casa (incluindo os animais de estimação) sempre resolvem se manifestar na hora que estou gravando (#APPQP - palavrão censurado), por isso resolvi fazer em fotos, novamente.

Na Minha Caixa de Correio #37


PRACERIA: 
- Delírio - Lauren Oliver (Editora Intínseca)
342 páginas (amarelas)


Na Minha Caixa de Correio!! #38

- O Sonho de Eva - Chico Anes (Editora Novo Conceito)
296 páginas (amarelas)
*Recebi dois kits (um para resenha e outro para sorteio).



- A Casa das Orquídeas - Lucinda Riley (Editora Novo Conceito)
560 páginas (amarelas)
*Recebi dois kits (um para resenha e outro para sorteio).



- Viva para Contar - Lisa Gardner (Editora Novo Conceito)
480 páginas (amarelas)
*Recebi dois kits (um para resenha e outro para sorteio).



- A Arte da Imperfeição - Brené Brown (Editora Novo Conceito)
184 páginas (amarelas)
*Recebi dois kits (um para resenha e outro para sorteio).


***
Comente nas resenhas:

Participe da promoção:

***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!

23 de abril de 2012

DIVULGANDO: Concorra a 1 par de ingressos para o filme Sete dias com Marilyn

Olá gente linda!!!
Hoje é o Dia Internacional Do Livro (Ebaaaa!!!!) e nada melhor, para comemorar esse dia, do que uma suuuper promoção, né?!
Por isso, a Editora Seoman, do Grupo Editorial Pensamento irá sortear dois ingressos para o filme "Sete dias com Marilyn", que foi originado do livro de Colin Clark (publicado no Brasil este ano, pela Seoman)

 
Clique na imagem para ser redirecionado para a Fan Page da Editora.
***
Espero que gostem!!


Beijos a amassos!!!

22 de abril de 2012

RESULTADO: Promoção 5 blogs, 5 vencedores

Olá gente lindaaa... Tudo bem??
Hoje é dia de resultado, o que quer dizer que é dia de gente feliz, certo??
Bem, pelo menos 5 sortudos vão ficar bem contentes nesse domingão!


A promoção teve 381 participações válidas. Muito obrigada!!

Bem, chega de enrolação e vamos ao que interessa! ^^

1º sorteado:
Parabéns Manuela Sampaio!


2º sorteado:
Parabéns Lívia Pacheco!!


3º sorteado:
Parabéns Pedro  Shiavon!!

4º sorteado:
Parabéns Paulo Mourão!!!

5º sorteado:
Parabéns Andressa Bernardes!!!

***
Parabéns aos sortudos!
E para você que não ganhou desta vez, não fique triste, pois em breve (MUITO EM BREVE) tem mais promoções no ar. **

***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!!

19 de abril de 2012

Meme: Conhecendo o Blogueiro

Olá gente linda!!!!!
A Stéph do blog Teenage Dreams me indicou para responder um Meme suuuuper fofo. Obrigada, linda!


Agora vou responder algumas perguntas sobre mim e sobre o blog.

1.Quando surgiu a ideia de criar seu blog?
 Bem, foi MUITO "do nada". No início do ano passado (2011) eu estava fussando na net, de férias e recebi um convite de uma amiga do cursinho (do ano anterior) para seguir o blog dela, aí comecei a seguir e gostei da idéia. Pensei "Acho que vou fazer um blog também, mas.... vou falar sobre o que?". No minuto seguinte eu estava com o blog pronto, mas ainda sem nome e.... dentre muitas opções que passaram pela minha cabeça, acabei optando por "Confissões Femininas".

2. Origem do nome do blog.
Não sei dizer. Quando criei o blog, eu não tinha muita noção sobre o que eu iria escrever. Como num primeiro momento resolvi escrever sobre o universo feminino (a primeira postagem foi sobre pin-ups), achei esse nome bem "abrangente". Por fim, o blog ganhou uma personalidade própria, mas acabei optando por manter o nome escolhido.

3. Você tem outros blog além desse?
Não. Acho que não conseguiria manter dois blogs ao mesmo tempo (sou lerdaaaaa pra caramba! rs).

4. Já pensou em desistir alguma vez do seu blog?
Até agora, não. O blog não é algo que atrapalhe minha vida, minha faculdade e afins e, embora eu não tenha dado a ele a atenção que eu gostaria, acredito que consigo mantê-lo e levá-lo adiante, sem problemas.

5. Mande uma mensagem para seus seguidores
Oláaaa fofoletes da tia Amanda! (#aloka hahahah). Primeiramente, só tenho a agradecer pelo carinho, pois alguém que segue um blog e dá o mínimo de atenção ao que uma estranha (EU) escreve, deve, antes de tudo sentir algum carinho, não é mesmo. Em segundo, quero deixar claro que o blog é feito para vocês, por isso toda e qualquer sugestão, opinião sempre será muito bem vinda. *-*

Sobre o blogueiro:

1.Uma música:  The World as I See it - Jason M'raz
2.Um livro: A prostituta Errante - Iny Lorentz
3.Um filme: Um Dia (ainda não li o livro)
4.Um hobby: Ler  / ouvir música / comer? rs
5.Um medo: Borboletas (Sim, BORBOLETAS!)
6.Uma mania: Reclamar?
7.Um sonho: Escrever bons romances, viajar MUITO.... ter uma grande biblioteca e um suuuuper closet. (Não dá para escolher)
8.Não consigo viver sem: Deus, família, amigos, livros, música e MUITA CAFEÍNA!
9.Tem coleção de alguma coisa? Livros? Sapatos? Maquilagem?
10. Gostaria de fazer alguma pergunta aos próximos participantes? Se sua vida se tornasse um livro, qual seria o título?
11. Do que mais gosta no seu blog? De saber o que meus eguidores acham do que eu escrevo, de interagir com eles e de escrever sobre o que eu gosto. *-*

Indique 10 blogs: 

***
Espero que gostem!!


Beijos e amassos!!

18 de abril de 2012

DIVULGANDO: Lançamento do livro "O Sonho de Eva"

Olá gente linda! ^^
Bom, é claro que vocês já viram em todas as redes sociais possíveis, um dos novos lançamentos (que promete ARRASAR!), "O Sonho de Eva", do autor Chico Alves. Por isso, vocês não podem perder o lançamento do livro e noite de autógrafos com o autor, que ocorrerão amanhã 19 de abril (dia di índio, hehe) na Livraria Saraiva em São Paulo às 19h30min.

Preciso dizer: AMEI esse banner! *-*
Vocês vão ficar de fora??
Bem, como sempre, eu não poderei ir (porque não moro na civilização ahaha), mas se vocês forem e quiserem me enviar um marcador, eu aceito e agradeço! *-*

***
Espero que gostem!!


Beijos e amassos!!

17 de abril de 2012

DIVULGANDO: 1ª Turnê Intrínseca

Olá gente linda!!!

Hoje venho falar sobre uma SUPER novidade da Editora Intrínseca: a 1ª Turnê Intrínseca.
Nos meses de abril e maio, a editora estará passando por cidades de diversos estados brasileiros, levando aos seus leitores muitas novidades. ^^

As informações sobre a turnê com mais detalhes vocês encontram no banner abaixo.

***
Você vai ficar de fora dessa??

Beijos e amassos!!

16 de abril de 2012

RESENHA: Tudo Pode Mudar

Editora: Arqueiro
Autor(a): Jonathan Tropper
Número de Páginas: 288

Sinopse: Zack é o mais velho dos três filhos da família King, despedaçada quando o pai, o excêntrico e irresponsável Norm, sumiu da vida de todos. Durante os anos seguintes, Zack moldou sua personalidade para que jamais se parecesse com ele. Assim, se tornou um homem pacato e conservador. Ele tinha consciência de que se acomodara a uma situação conveniente: morava de favor na casa de um amigo rico, tinha um emprego medíocre mas estável e estava noivo de uma mulher por quem não era apaixonado. Apesar disso, sentia-se relativamente feliz com sua vida. Certo dia, Zack encontra sangue em sua urina e, após realizar alguns exames, passa a suspeitar de que sofre de câncer. Atordoado com a possibilidade da morte iminente e assustado com o casamento que se aproxima, ele começa a questionar suas escolhas e a perceber a fragilidade daquela vida falsamente estruturada.  Com muito humor e sensibilidade, Jonathan Tropper conta uma história de amor, traição, perdão, recomeço e a chance de se criar uma vida nova em meio ao caos.
Olá gente linda!!!
Hoje vim contar para vocês o que eu achei do livro Tudo pode Mudar. Bem, há um tempo atrás eu vi uma resenha que classificava o livro como um "chick-lit masculino" (desculpem, mas eu não lembro em que blog eu vi - se for no seu, me avise que darei os devidos créditos) e, tenho que concordar plenamente com tal classificação, pois expressão ou palavra nenhuma descreveriam com tamanha exatidão o "gênero" do livo.

Zachary King, mais conhecido com Zack, realmente pode ser considerado um cara de sorte. Tem um bom emprego, mora em um apartamento luxuoso com um amigo milionário e está prestes a se casar com uma mulher linda, com a qual jamais sonhou se relacionar. Tudo perfeito, não fosse o fato de estar apaixonado por Tamara, mãe de Sophia e viúva de seu melhor amigo, morto a dois anos em um acidente de carro, no qual ele próprio estava presente.
Mas, como tudo que é sólido pode derreter (olha eu fazendo referência a um programa de 1900 e bolinha..), o mundo de Zack começa a desmoronar quando ele percebe uma pequena quantidade de sangue em sua urina. Bastou isso para que sua vida começasse a ficar de pernas para o ar. 
"- Está tudo bem?  - Hum - é a resposta. Jamais, em nenhuma circunstância, você quer ouvir seu médico dizer "Hum". "Hum" deve ser o jargão médico para "Puta que pariu". (página 37)
Sofrendo com a possibilidade de ter câncer, Zack começa a reanalisar sua vida e os rumos que ela tomou com base em suas escolhas. Será que vale a pena ter um "emprego de merda", uma noiva linda, mas pela qual não tem certeza estar apaixonado e com a qual não tem certeza se pode ser ele mesmo?
Não bastasse toda essa confusão circundando seu "possível câncer" e sua vida medíocre, Zach é surpreendido com o ressurgimento de Norm, seu pai, que traiu a esposa a anos atrás e, após ser desmascarado e ridicularizado por tal traição, abandonou a família - esposa e 3 filhos.
"Meu pai tem uma ereção. Não o vejo a pelo menos seis ou sete anos e agora ela aparece na porta da minha casa, na hora do café da manhã, com uma ereção que levanta a calça de seu terno como se fosse um pau de uma barraca." (página 16)
Zach é o irmão mais velho dentre três e, embora odeie admitir, nunca perdoou o pai pelo abandono, mesmo que vários tenham se passado e, tem uma única meta em sua vida: NÃO ser igual ao pai. Matt é o caçula - roqueiro, todo tatuado, com os dentes amarelados por causa do cigarro e.... usa uma peruca do Elton John (a qual chamam de Elton) na presença da mãe, pois esta não se conforma com o estilo careca do caçulinha. Peter (Pet), tem 29 anos e sofre de um retardo mental, por isso ainda é o único a morar com a mãe, e tem a mentalidade de uma criança, ou de um adolescente inocente que, após vários anos ainda espera a volta do pai.
"Depois, ele joga as mãos para trás buscando de novo a cabeça de Matt, mas só consegue agarrar a peruca do Elton John, enquanto Matt cai no chão.
 - Que merda é essa? - exclama Satch, olhando horrorizado, com asco, para a peruca e depois para a cabeça raspada de Matt." (página 164)
*****
O que eu achei?? Eu AMEI!
Esse livro me arrancou boas risadas, com certeza! Devo admitir que é bem interessante conhecer o ponto de vista masculino acerca de certas coisas (principalmente se o ponto de vista não for de um personagem egoísta como o Ben, de Um Mundo Brilhante - dá para ver que minha relação de ódio com o personagem é permanente, né?! ahha) e, Jonathan Tropper aborda tudo com um senso de humor contagiante. Como eu disse, não tem como classificar o livro de outra forma que não seja chick-lit. O suspense em torno do possível câncer de Zach e a vontade de jogar tudo para o alto rende vários capítulos de muita curiosidade e MUITO humor.
Uma leitura divertida, leve e agradável. SUPER recomendo!

Classificação:

***
Espero que gostem!!!


Beijos e amassos!!

13 de abril de 2012

Na Telinha ou na Telona... #3


Olá gente linda!!!
Acho que essa coluna terá uma regularidade maior do que eu imaginava, e, definitivamente, Dorama será um assunto MUITO frequente aqui.
Sim, hoje trago para você outro dorama coreano.
Aviso desde já que, definitivamente, este não foi o melhor k-drama que vi até agora, mas com certeza é o que tem a melhor trilha sonora!
Estou falando do dorama Heartstrings (que podemos chamar de "Glee coreano", quer dizer.... eu acho que podemos, mas nunca assiti Glee! hahhahah)

Sinopse: Lee Shin é um estudante universitário com especialização em música ocidental, o vocalista e guitarrista da banda "The Stupid". Shin é conhecido por sua boa aparência, arrogância e por sua paixão pela música. Ele não tem interesse em qualquer coisa que não seja relacionada à música. Inicialmente, ele gosta de Jung Soo Yoon, uma professora de dança na universidade, mas isso muda quando ele conhece todas as Lee Gyu Won.
Lee Gyu Won é uma estudante brilhante, que e está se formando em Música coreana tradicional, seu instrumento é o gayageum. Seu avô, Lee Dong Gun, é um dos 3 melhores músicos tradicionais de sua idade e o seu maior desejo é ver sua neta tornar-se um prodígio da música tradicional. Tentando corresponder às expectativas de seu avô, Gyu Won mergulha na prática e se torna uma estudante universitário que não sabe nada muito fora de seus estudos. Como seus amigos são fãs de "The Stupid", ela foi forçada a ir ao show da banda com eles, onde vê a performance de Lee Shin, e é imediatamente cativada por ele.

Elenco Principal:

- Jung Yong Hwa como Lee Shin (vocalista e guitarrista da banda The Stupid);
- Park Shin Hye como Lee Kyu Won (aluna do grupo de música coreana tradicional);
- Song Chang Ui como Kim Seok Hyun (ex-aluno da faculdade de música e arte, atual diretor musical);
- So Yi Hyun como Jung Yoon Soo (ex-bailarina, atual professora de dança da faculdade);
- Kang Min Hyuk como Yeo Joon Hee (jovem atrapalhado que, durante o dia passa despercebido e a noite é o baterista da banda The Stupid).
- Woo Ri como Han Hee Joo (filha do presidente, bonita e talentosa, mas arrogante e trapaceira).


***
Minha opinião: ADOREI!
Como eu disse, não foi o melhor dorama que vi até agora, mas a trilha sonora é simplesmente APAIXONANTE.
O melhor de tudo é que a trama não se prende apenas ao "casal em potencial", no total são 3 casais. Em principio temos o arrogante e suuuuper popular Lee Shin, apaixonado pela professora de dança, que ainda sofre por ter deixado um grande amor para ir em busca de um sonho e pelo acidente que lhe puxou o tapete. O tal amor deixado para trás é Kim Seok Hyun, que voltou da Brodway para dirigir o musical do centenário da Faculdade de Música e Arte onde se formou. O reencontro de Jung  Yoon Soo e Seok Hyun é meio conturbado em princípio, principalmente pelo fato de o rapaz ter preparado para o musical do centenário, nada menos que a reprodução do amor e separação dos dois. E, para os papéis principais, Seok Hyun deseja colocar Lee Kyo Won, a musicista de musica tradicional coreana e um ex aluno que "tem medo do palco".  Claro que, sua idéia não é aprovada, principalmente pelo fato de que a filha do presidente irá participar e..... por conveniência e por negócios, o mais sábio seria dar-lhe o papel principal. Mas, o diretor musical não do tipo que sede a esse tipo de pressão.
Quanto ao guitarrista e vocalista da banda The Stupid, ele é escolhido para cuidar da música do espetáculo e, sua convivência com Lee Kyo Won mudará seu jeito, seu coração e sua vida para sempre.
Tenho que admitir que, nos primeiros episódios, senti uma tremenda antipatia por Lee Shin, a ponto de desejar que Lee Kyo Won ficasse com o diretor (além do fato de ser mais velho e mais charmoso, mas enfim...), mas ao longo da trama, Shin vai mostrando como verdadeiramente é. Por fim, eu gostei dele. 
Ahhhhh e o fofíssimo Yeo Joon Hee (baterista da banda e metido a poeta)!! Ele é totalemente "sem noção", atrapalhado. bobo e .....tão fofo!! Confira esse vídeo e me diz se não dá vontade de apertar.


E, por ser um musical, já é de se esperar que em TODO episódio tem alguém cantando, né?! Ainda bem!! AMEI a trilha sonora!! TODAS as músicas são lindas!
Dentre elas estão: Star (cantada por Kang Min Hyuk - Yeo Joon Hee o gatinho baterista - que é integrante da banda CN Blue na vida real), Because I Miss You (cantada por Jung Yong Hwa - Lee Shin - também da banda CN Blue), I Will Forget You (Park Shin Hye - Lee Kyo Won), entre outras tão lindas quanto essas, To Love Me (Park Shin Hye - Lee Kyo Won), entre outras.

Gostou?? Então não perca tempo, no blog Cliptomania tem os 15 episódios (legendados em português) disponíveis para download. 

***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!