21 de dezembro de 2017

Na Telinha ou na Telona... #107

Olá gente lindaaa!!
Hoje vim falar a última resenha de dorama do ano. o/ Tenha várias postagens pra fazer, muitos doramas sobre os quais falar, mas... Fica pro ano que vem, né?!
A indicação de dorama de hoje é mais um daqueles que comecei a assistir sem esperar muito, na verdade, sem esperar nada. Quando vi que "Because Thisis My First Life" (Porque esta é a minha primeira vida) tinha estreado, não senti a mínima vontade de aissistir, não tive curiosidade nem para ler a sinopse. No entanto, após ver uma cena do primeiro episódio em uma das 74758966 páginas sobre doramas que eu curto no Facebook, resolvi assistir e me apaixonei. Há tempos não assistia um dorama com uma temática adulta e com temas tão atuais.

Sinopse: O que um homem falido após adquirir sua casa e uma mulher atada financeiramente podem fazer? Nam Sae Hee (Lee Min Ki) é um homem solteiro no início dos seus 30 anos que conseguiu comprar sua casa própria. Mas seu financiamento custa toda sua renda e não sobra muito para fazer mais nada. Yoon Ji Ho (Jung So Min) é uma mulher solteira no início dos seus 30 anos que mal ganha para sobreviver e desistiu de marcar encontros por causa de sua situação financeira.
Por meio de circunstâncias inesperadas, Ji Ho se torna inquilina na casa de Sae Hee e eles se tornam companheiros de casa. Eles podem se ajudar a lidar com seus problemas financeiros?

ELENCO PRINCIPAL:

- Lee Min-Ki como Mam Se-Hee (um homem metódico, cheio de manias e cujo universo gira em torno de sua gatinha e da dívida que tem por ter comprado um apartamento);
- Jung So-Min como Yoon Ji-Ho (roteirista assistente que saiu do interior para estudar e tentar realizar seu sonho de ser escritora em Seul);
- Esom como Woo Soo-Ji (uma das melhores amigas de Ji-Ho; sempre sonhou em seu dona do próprio negócio, alguém independente, mas acabou entrando no mundo corporativo, como funcionária de um grande grupo e tendo de se sujeitar a todo tipo de piadas machistas e assédio);
- Park Byung-Eun como Ma Sang-Goo (CEO da empresa de aplicativos em que Se-Hee trabalha, e também seu melhor amigo);
- Kim Ga-Eun como Yang Ho-Rang (uma das melhores amigas de Ji-Ho; namora com Won-Seok há sete anos e seu maior sonho sempre foi se casar e ter filhos, mas isso parece estar longe de acontecer);
- Kim Min-Suk como Sim Won-Seok (engenheiro que sonha e ganhar dinheiro criando seus próprios aplicativos; namorado de Ga-Eun, com quem está junto há sete anos e sente que não é capaz de deixá-la feliz).

Minha opinião: Amei!
Bem, como eu comentei no começo deste post, "Because this is my first life" nem estava na minha extensa lista de doramas para assistir, mas se mostrou uma grata surpresa.

Ji-Ho é uma mulher de trinta anos que deixou sua cidade Natal em busca do sonho de ser escritora de dramas. Se formou em uma universidade e começou a escrever roteiros de dramas... como escritora assistente. Uma escritora assistente nunca leva o crédito, não tem credibilidade, não tem voz, não escreve o que quer, recebe ordens, ganha pouco e por aí vai.
Não bastasse a realidade tão diferente de seu sonho ao sair da casa dos pais, ela recebe a notícia de que o irmão com quem divide um apartamento será pai em breve.

A fim de dar privacidade ao irmão e à cunhada, e por outras razões, familiares até, ela decide se mudar. Porém, como eu disse uma escritora assistente não é muito bem paga, por isso ela precisa de um lugar barato e que não exija um pagamento antecipado.
E ela encontra o lugar perfeito, um quarto no apartamento de Mam Se-Hee, alguém com quem ela conversou apenas por mensagens de texto e, por se tratar da indicação do namorado de uma amiga, já tem total confiança.
O problema é que Mam Se-Hee é um homem, não uma mulher como Ji-Ho pensa. E vice-versa.
Quando um descobre quem é o outro, obviamente Ji-Ho deixa o apartamento, mas após mais um inconveniente em sua vida, acaba aceitando uma proposta nada convencional de Se-Hee: que eles se casem por meio de um contrato de aluguel.
Aparentemente esse contrato será benéfico para ambos, afinal ela precisa desesperadamente de um lugar para morar e ele precisa de uma inquilina que preencha seus 7558596906 requisitos e no pouco tempo em que viveram juntos, Ji-Ho mostrou ser a inquilina perfeita.
Ok, no início deste post eu disse que há tempo não assistia um dorama com uma temática tão adulta e... bem, todos sabemos que "casamento por contrato" é um velho clichê no mundo dos doramas. Então, onde está a novidade?
A novidade está no fato de que, apesar das próprias dificuldades, Ji-Ho é uma protagonista forte, independente e que não vive correndo atrás de um cara, não deixa que sua vida gire em torno de um relacionamento amoroso.
Outro fato interessante é o dorama abordar o casamento de pontos de vistas distintos ao longo do dorama. Ji-Ho tem duas melhores amigas, uma sempre sonhou em se casar e ter filhos, a outra está decidida a nunca se prender a um homem e Jo-Ho, por sua vez, acaba em um casamento por contrato embora sempre tenha sonhado em encontrar um amor. Trata-se de um dorama sobre relacionamentos, românticos, fraternais, de amizade, etc. e de como é importante ser verdadeiro, não se deixar moldar ou apagar em nome de um relacionamento.
Alguns podem achar "Because this is my first life" um tanto quanto monótono, já que os protagonistas tem poucos diálogos, e embora muitos deles apresentem algumas reflexões bem profundas, acontecem de forma mansa, cala, sem que haja alteração no tom de voz, por exemplo.
Além disso, Se-Hee é um mocinho diferente do que estamos acostumadas a encontrar nos doramas, ele não é cativante, contagiante, sedutor, CEO de uma empresa, espirituoso nem nada do tipo. Muito pelo contrário, ele é extremamente antiquado, certinho e, muitas vezes, inconveniente.
Mas, conforme vamos acompanhando o desenrolar da história e conhecendo um pouco mais do passado de Se-Hee, percebemos que ele é, na verdade, um homem de poucas palavras e expressões, mas de muitos sentimentos e mágoas.
Não posso deixar de comentar algo que me chamou a atenção e encantou profundamente: o esqueleto da narrativa é todo construído em torno de livro. Como eu, apaixonada por livros, não me apaixonaria por esse dorama?
Ao longo do dorama pelo menos cinco livros aparecem, são citados ou relacionados com o que está acontecendo na vida dos personagens. Amei, sim ou claro?
E eu fui logo procurando todos, pois sou dessas: não posso ver um livro em dorama que já quero comprar. No enanto, apenas um deles tem tradução para o português (O quarto 19, de Doris Lessing), os outros porém
De modo sutil "Because this is my first life" fala da importância das palavras, ditas ou não, do peso que têm nossas palavras e do modo como algo que dizemos (por raiva, por impulso...) ou deixamos de dizer (por orgulho, por medo, por acreditar que teremos outra chance) podem desencadear as mais diferentes coisas.
Eu amei esse dorama do começo ao fim, ri MUITO com esse protagonista engomadinho, desajustado e nada convencional, mas fiquei extremamente emocionada nas cenas em que ele "se liberta" e chora. A cena foi a coisa mais linda desse mundo. E, que atorzão, gente! Que elenco! Nem preciso dizer que  Jung So-Min (Playfull Kiss) está mais linda do que nunca (e com uns looks maravilindos! <3)

Quanto a ost, está à altura do dorama: sensacional! Tanto que em vez de listar minhas favoritas, vou deixar o link pra vocês conferirem todas! Sou dessas. Apreciem sem moderação: playlist.

Gostara? Ficaram curiosos? Então assistam aos 16 episódios gratuitamente no VikiMahal Dramas (necessário cadastro), Animes CX ou Kingdom Fansubs (necessário cadastro).

***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)