9 de maio de 2019

Na Telinha ou na Telona... #147

Olá gente lindaaaaa!
A indicação de dorama de hoje é muito especial, pois reúne duas das minhas grande paixões: doramas e livros. Estou falando de "Romance is a Bonus Book" (Romance é um Livro Bônus), também conhecido como "Romance is a Supplement", disponível na dona Netflix, para nooooossa alegriaaaa!

Estrelado pelo nosso queridinho Lee Jong Suk (Pinocchio, W: Two Worlds, While You Were Sleeping), "Romance is a Bonus Book" foi ao ar de 26 de janeiro a 17 de março de 2019, pela emissora do meu coração, tvN. Ou seja, praticamente recém saído do forno.

Sinopse: Cha Eun Ho é um autor de sucesso e editor sênior de uma editora de livros. Kang Dan-i é uma mãe e ex-executiva de publicidade de sucesso. Quando Cha Eun Ho era criança, Kang Dan-i salvou-o de um acidente e ficou ferido. Cha Eun Ho a ajudou a se recuperar e eles têm sido amigos íntimos desde então. Quando Kang Dan-i passa por uma grande mudança de vida e tenta entrar novamente no mundo profissional, suas vidas se tornam ainda mais conectadas. Eles enfrentam desafios pessoais e profissionais à medida que começam a perceber seus verdadeiros sentimentos um pelo outro.

ELENCO PRINCIPAL:

- Lee Na Young como Kang Dan-i (37 anos; ex-redatora de sucesso, com vário prêmios na área de marketing; atualmente divorciada, com uma filha de 10 anos e sem ter onde morar);
- Lee Jong Suk como Cha Eun Ho (32 anos; um escritor brilhante e editor-chefe de uma grande editora);
- Jung Yoo Jin como Song Hae Rin (29 anos; editora de desenvolvimento de conteúdo principal da editora; apaixonada por Eun Ho);
- Wi Ha Joon as Ji Seo Joon (29 anos; designer de livros freelancer).

Minha opinião: Amei! Amei! Amei!!
Quando dei play em "Romance is a Bonus Book" eu já sabia que seria um dorama incrível por dois motivos: 
1) Lee Jong Suk (óbvio!); 
2) a emissora (tvN).
Sério, essa combinação não tinha como dar errado. E não deu. Mas qual não foi minha surpresa ao notar, logo no primeiro episódio que quem roubaria a cena e faria toda a diferença na história era, na verdade, Kang Dan-i (interpretada por Lee Na Young). Esse é o primeiro trabalho da atriz que eu tenho a chance de assistir, mas posso dizer que ela foi incrível! É girl power que você quer, arroba? Kang Da-i tem de sobra!
Kang Dan-i é uma mulher de quase 40 anos que está passando pelo pior momento de sua vida: após ser traída e abandonada pelo marido com quem foi casada por doze anos, ela se vê tendo de sobreviver e cuidar da filha de dez anos sozinha. A filha está em um colégio interno fora do país, porque lá o ensino é mais barato, e Dan-i está se desdobrando para se recolocar no mercado de trabalho, enquanto vive clandestinamente em sua antiga casa, que foi vendida e está prestes a ser demolida (além de não possuir energia elétrica ou água encanada). Sua única renda atual é o que ela ganha limpando a casa de seu melhor amigo, um famoso escritor e editor chefe de uma grande editora, Cha Eun Ho. Acontece que Eun Ho não apenas não faz ideia de que quem limpa sua cada é Dan-i (e não alguém indicado por ela), mas também não tem a mínima ideia do que se passa na vida dela, nem ao menos que ela passou por um processo de divórcio há cerca de um ano. Isso acontece porque Dan-i decide enfrentar tudo sozinha, pois acredita que ela é a única responsável por si mesma e pelo que acontece em sua vida, portando deve se responsabilizar por suas escolhas.

5 de maio de 2019

LEITURA COLETIVA: O Fantasma da Ópera, de Gaston Leroux

"The phantom of the opera is there... inside your mind!"
Olá gente lindaaaa!
Mais uma vez venho convidá-los a participarem de uma #LeituraColetiva! E o livro da vez é "O Fantasma da Ópera", o famoso romance gótico francês publicado no início do século XX.

Mas, diferentemente das outras quatro (EU DISSE QUATRO!) edições da #LeituraColetiva, as discussões sobre a leitura ocorrerão no grupo do Clube do Livro - Amor por Clássicos, que finalmente foi oficializado.
Praticamente o mesmo grupo de blogueiras/leitoras tem participado da organização das leituras coletivas, então decidimos dar nome aos bois, ou melhor, à boiada! Em relação às regras para participação da leitura, a única coisa que mudou foi o "local" das discussões, o restante se mantém do mesmo jeito, conforme vocês podem conferir abaixo: