5 de outubro de 2017

Na Telinha ou na Telona... #101

Olá gente lindaaaa!!
Hoje vim falar sobre minha última maratona doramática (Uhull!): "Oh My Ghostess", que comecei a assistir pra tentar superar a bad pós leitura de "Hoje eu sou Alice" (RESENHA AQUI), mas acabei devorando em DOIS dias. Sério, ainda estou me perguntando o motivo de não ter assistido antes.
Sinopse: Esta é a melhor maneira de chegar ao pós-vida? Na Bong Sun (Park Bo Young) é uma mulher extremamente acanhada e tímida que trabalha como assistente de chef no Restaurante Sun. Ela nutre uma paixão secreta pelo grande chef Kang Sun Woo (Jo Jung Suk), mas não tem coragem para fazer nada a respeito. Mas Bong Sun tem a habilidade de ver fantasmas, em parte graças à sua vó, que era uma xamã. Shin Soon Ae (Kim Seul Gi) é uma jovem mulher que morreu sem nunca ter experimentado um romance em sua curta vida. Ela está determinada a seduzir o máximo de homens possível e a perder sua virgindade, para que possa chegar feliz ao pós-vida. Quando Soon Ae conhece Bong Sun, ela encontra o instrumento perfeito para cumprir sua missão. Sun Woo está se recuperando de um coração partido, mas logo começa a prestar mais atenção em uma Bong Sun mais ousada e confiante. Será que tanto Soon Ae quanto Bong Sun conseguirão o que querem no fim?

ELENCO PRINCIPAL:

- Park Bo Yeong como Na Bong Sun (uma mulher tímida e insegura; ela nunca foi muito boa em habilidades sociais, nem muito saudável; sendo neta de uma xamã, passou a vida vendo fantasmas que a mantêm acordada a noite toda. Lavando louça na cozinha de um famoso restaurante, ela está sempre à beira de ser demitida. Sua ambição de vida é se tornar uma chef e seu ídolo é o chef Kang Seon Woo, seu patrão);
Jo Jung Suk como Kang Sun Woo (famoso chef de cozinha, conhecido não apenas pelo seu talento a cozinha, mas por sua beleza e charme - e sucesso entre as mulheres; se comporta como se não houvesse nada que ele não pudesse fazer. A sua crença de que ele é o melhor chefe de cozinha é fundamentado de fato e cozinhar é sua profissão de dia inteiro);
Kim Seul Gi como Shin Soon Ae (uma fantasma virgem que não tem memória alguma de sua vida, só sabe que só poderá ir embora em paz quando resolver seu maior rancor: sua virgindade; ela é impaciente, fica facilmente entediada e, mais do que qualquer coisa,  é fascinada por homens. A fim de resolver sua pendência, ela possui corpos de mulheres e tenta seduzir os homens para chegar "às vias de fato").

Minha opinião: Amei!
Eu já havia ouvido falar desse dorama há algum tempo, mas confesso que nunca me interesse muito, não. Mas, recentemente, duas amigas começaram a assistir e ficavam surtando a cada episódio e... é claro que eu fiquei curiosa. Ainda mais eu, né?! O resultado foi que eu maratonei em dois dias e amei do começo ao fim, com algumas ressalvas, conforme vocês verão ao longo desta resenha.
A história começa com Soon Ae, uma fantasma virgem e entendiada. Ela morreu há três anos e desde então está vagando, sem memória alguma de sua vida e causa de sua morte, mas com um único (e mais grave dentre os fantasmas) rancor a ser resolvido: sua virgindade.
Ela vive possuindo o corpo de mulheres atraentes e curvilíneas, na esperança de seduzir um homem e levá-lo para cama. Ela acredita que assim ela poderá ascender em paz. No entanto, fugir e uma xamã, ela acaba "se escondendo" no corpo de Bong Sun, uma tímida e reclusa ajudante de cozinha. E, por serem totalmente compatíveis, Soon Ae acaba ficando presa no corpo de Bong Sun. E, para surpresa e alegria dessa fantasma assanhada, "sua hospedeira" trabalha como ajudante na cozinha de um chef famoso e bonitão e, ao lado de QUATRO outros homens. Ou seja, sua chance de resolver seu rancor pode ser resolvido.

No trabalho as pessoas acabam estranhando essa nova personalidade da colega, que mal abria a boa e muito menos erguia a cabeça diante dos outros. No entanto, eles jamais imaginariam a razão dessa mudança. Algumas semanas depois, após alguns acontecimentos, Soon Ae acaba deixando o corpo de Bong Sun (sem querer), deixando a coitada desnorteada. Bon Sun é neta de uma xamã, então desde criança ela é capaz de ver fantasmas e, por isso, não consegue dormir bem à noite, ficando sonolenta e desatenta durante a maior parte do tia, o que facilitou a entrada de Soon Ae em seu corpo. No entanto, Bong Sun jamais imaginou que seria possuída por um fantasma, principalmente se levar em conta a quantidade de amuletos, incensos e apetrechos que ela usa na tentativa de espantas os fantasmas que a atormentam.
Soon Ae acaba convencendo Bong Sun a deixá-la usar seu corpo para resolver seu rancor, afinal Bong Sun é apaixonada pelo chef Kang, mas mal consegue olhá-lo nos olhos. A situação, por mais bizarra que possa parecer (e é mesmo), pode ser benéfica para as duas: Soon Ae irá resolver se problema e Bon Sun ficará com chef Kang. É claro que isso tem tudo para dar errado certo.
Ao longo do dorama vamos acompanhando não apenas as trapalhadas dessa fantasma assanhada e suas muitas investidas safadeenhas em chef Kang, mas também as descobertas sobre sua própria vida (e morte). É aí que a comédia ganha um tom mais sombrio, com uma boa pitada de suspense.
No início do texto eu disse que tinha uma ressalva, né?! Pois bem, a ressalva é que é muito mais fácil se apegar à fantasma do que à Bon Sun. Isso porque a fantasma, por ser muito mais extrovertida, nos proporciona muitas cenas engraçadas, fofas e acaba construindo uma amizade super bacana com os colegas de trabalho. A verdadeira Bon Sun, no entanto, não poderia ser mais tímida e insegura, de modo que até o momento em que ela passa a ser mais receptiva à amizades e tudo mais, a cada vez que a fantasma deixava o corpo da hospedeira, eu fiquei torcendo para ela voltar logo.
E, o que dizer desse chef arrogante, chato e convencido que, na verdade, é carente e bobão quando está apaixonado? Ri horrores com ele e com as cenas dele com Bon Sun (possuída ou não).
Apesar de se tratar de um dorama de comédia, por diversos momentos eu me emocionei tanto com a história de nossa querida fantasma Soon Ae, com sua morte e com sua atual situação. Alguns ciscos chegaram a cair nos meus olhos, viu?!
Eu super recomendo Oh My Ghost e já aviso que esse dorama transita entre vários gêneros: comédia, romance, suspense e drama.
E o final é a coisa mais gracinha que você vai ver em muito tempo. <3

Quanto a trilha sonora, recomendo: Eyes (Jay Park), Stay (Ben) e Gimme a Chocolate (Jo Jung Suk) <3.

E não tem desculpa para não assistir, pois além de ter o dorama no Drama Fever (para usuários Premium), também está disponível na Netflix!

***
Beijos e amassos!!

2 comentários

  1. Oi, Amanda!

    Nunca assisti um dorama, na verdade, só fui saber sobre eles recentemente, e acho que seria uma experiência bastante diferente pra mim! Ah, e eu adoro assistir a comédias que às vezes nos emocionam também haha

    Beijos,
    Isa
    Viciadas em Livros
    Participe do Amigo Secreto Literário do Viciadas em Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, renata, tudo bem?
      Ah, eu já tô nessa vida de dorameira há seis nos ahahha desde que comecei a assistir doramas, não consegui mais assistir seriados americanos, europeus, etc... Viciei mesmo!
      Se quiser conhecer um pouco mais, na aba "Doramas" no menu tem resenha de doramas de tudo que é tipo. Se resolver se aventurar nessa vida, me conta oq ue achou!

      Beijos e obrigada pelo cometário!

      Excluir

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)