26 de maio de 2016

Na Telinha ou na Telona... #56

Olá gente lindaaa! Tudo bem com vocês?
Hoje, mais uma vez, venho falar sobre meus amados sul-coreanos. <3 Finalmente assisti a um k-drama bastante comentado nos fansubs e páginas dedicadas ao gênero, o "My Love From The Stars" (Meu Amor das Estrelas). Ah, por que raios eu não assisti antes?

Sinopse: Do Min-Joon é um alien que aterrisou na Terra há 400 anos, durante o período da Dinastia Joseon. Do Min-Joon possui uma aparência quase perfeita e habilidades físicas acentuadas, envolvendo sua visão, audição e velocidade. Ele possui uma visão cínica dos seres humanos, até se apaixonar pela famosa atriz Cheon Song-Yi.
P.S.: Sinopse retirada do site Drama Fever.

ELENCO PRINCIPAL:

- Jun Ji-hyun como Cheon Song-yi (uma estrela top Hallyu que é muito franca e acredita que ela é do tipo de cada um, até que ela conhece seu vizinho estóico, Do Min-joon. Ela logo desenvolve sentimentos por ele e tenta fazê-lo se apaixonar por ela);
- Kim Soo-hyun como Do Min-joon (um alienígena que vive na Terra há 400 anos; vive uma vida solitária e isolada ao longo de séculos, um dia ele encontra Cheon Song-yi, uma mulher exatamente igual a garota que ele amou há 400 anos);
- Park Hae-jin como Lee Hwi-kyung (amigo de infância de Song-yi, que tem um amor não correspondido por ela. Ele acredita que um dia ela vai amá-lo);
- Yoo In-na como Yoo Se-mi (uma garota que Song-yi ve como uma amiga. Por trás de sorriso doce, ela nutre uma iensa inveja de Song-yi; sempre teve uma queda por Hwi-kyung).

Minha opinião: Amei!
Já faz um tempo que eu fiquei curiosa em relação a esse dorama, mas sempre fiquei com o pé atrás por não levar muito a sério essa história de alienígena. Sempre achei a ideia meio ridícula, sei lá. Porém, assim que comecei a assistir, não consegui parar.
No mês passado, quando tive que escrever a primeira crônica do Projeto Música em Crônica, me inspirei na música "My Desteny", que faz parte da trilha sonora de "My Love From The Stars". Pronto, foi o incentivo que me faltava para começar a assistir ao k-drama.

Do Min-joon é um alienígena que está na Terra há 400 anos, esperando a oportunidade de voltar para a estrela de onde veio. Faltam apenas três meses para que ele possa concretizar esse desejo, já que o cometa que o trouxe a Terra passa a cada 400 anos. Porém, ele conhece a engraçada Cheon Song-yi e algo começa a mudar em seu coração frio.
Song-yi é uma famosíssima atriz que além de uma personalidade excêntrica, não é muito inteligente. É ela quem protagoniza 90% das cenas cômicas do dorama.
Primeiro encontro dos vizinhos e Song-yi sendo ignorada.
Ao se mudar para um apartamento de luxo, Song-yi não imaginava que encontraria um professor universitário que não dá a mínima para sua existência. Conhecida em toda a Coréia (e até fora dela), Song-yi não acredita que o arrogante vizinho não morra de amores por ela, que não se interesse por ela. Afinal, todos os homens da Ásia deseja tê-la como namorada (isso segundo a modéstia dessa mulher).
Quando uma famosa atriz (e rival de Song-yi) morre misteriosamente em um cruzeiro, especula-se que ela tenha cometido suicídio. A mídia não pensa duas vezes antes de colocar a culpa em Song-yi. Vendo seu mundo desmoronar, todos lhe darem as costas, contratos de trabalho sendo desfeitos por conta de sua imagem negativa a mídia, Song-yi fica surpresa ao ser constantemente ajudada por Do Min-joon.
Song-yi afogando as mágoas após levar um fora do boy.
SonDuas coisas que me divertiram DEMAIS nesse dorama: as vergonhas alheias de Song-yi e o coração peludo de Do Min-joon sendo conquistado por essa atrapalhada atriz. Ao final de cada episódio (às vezes também no começo) há uma fala de um dos protagonistas, no formato de uma entrevista. Nessas cenas eles falam um pouco de si, mas principalmente um do outro. É engraçado ver como Do Min-joon vai se apaixonando pelo tipo de mulher que sempre evitou. E o mais engraçado é que ele nega. Nega categoricamente, embora seja óbvio ao telespectador.
E o que dizer do fato de nosso alienígena ter baixa resistência à saliva? Morri de rir do modo como ele ficou "acamado" após um simples beijinho. Morri de rir, gente! 
Tentando proteger Song-yi, tanto da dor da futura e inevitável separação (já que ele só tem mais três meses na Terra) quanto do vilão do dorama, Do Min-joon tenta afastá-las. Por outro lado, em outras vezes ele aparece no momento exato para salvá-la de algum perigo ou situação difícil. #ILoveDoMin-Joon
Gente, e o que foi esse gomem chorando. Coraçãozinho aqui quase não aguentou :(.


Outro personagem que conquista corações é o fofo forever alone Lee Hwi-kyung, amigo de Song-yi. O coitado é apaixonado por ela há 15 anos e acredita que, apesar das várias rejeições, Song-yi ainda cederá a seus encantos. Pensem num cara fofo, que sempre está disposto a fazer TUDO por Song-yi. Multipliquem por 1000 e vocês terão esse fofo da foto ao lado ->. Não se enganem ao pensar que o papel de Hwi-kyung no dorama se limita ao amor não correspondido, pois ele terá um papel decisivo na solução do caso da morte a atriz rival de Son-yi. Garoto fofo, esperto e corajoso! <3
Vocês já entenderam que eu amei esse k-drama, né?! Mas vou reiterar e listar mais alguns motivos: 1) Song-yi é uma das (senão "a") melhores personagens femininas de todos os tempos, pelo menos no quesito comicidade; 2) o destino é um ingrediente importantíssimo; 3) os "superpoderes" de Do Min-joon; 4) o vilão maligno e assustador (sério, esse cara me deu arrepios); 5) a analogia ao livro "The Miraculous Jorney of Edward Tulane", que já comentei aqui e aqui; 6) todo o resto. 

Quanto a trilha sonora, minhas músicas favoritas foram: My Desteny (Lyn) e Hello, Goodbye (Hyorin - SISTAR)

Como sempre, todos os episódios (21 + 1 epílogo curtinho) estão disponíveis online no Viki.com (com legenda em português, of course). 

E aí, vocês já conheciam esse k-drama? O que acharam?

***
Beijos e amassos!!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)