3 de novembro de 2016

Na Telinha ou na Telona... #68

Olá gente lindaaa!
Hoje vim falar de um dorama lacrador que foi exibido nos últimos meses (os dois últimos espisódios saíram essa semana. Estou falando de  "Moon Lovers - Scarlet Heart: Ryeo". O dorama é baseado no romance chinês "Bu Bu Jing Xin", escrito por Tong Hua, também inspirado no drama chinês de sucesso "Scarlet Heart". Meu Deus, não sei se tenho estrutura para escrever sobre ele após taaaaanto sofrimento e descabelamento de minha parte.

Sinopse: Baseada no drama chinês de muito sucesso, Scarlet Heart, a história de Moon Lovers segue a trajetória de Hae Soo (IU), uma garota de 25 anos da era moderna que é transportada de volta no tempo para a Dinastia Goryeo durante um eclipse lunar e se ver no meio dos conflitos e dificuldades dos príncipes da casa Wang. Convenientemente, a maioria dos príncipes de apaixonam por ela, mas ela se apaixona por Wang So (Lee Jun Ki), o príncipe que faz todos os outro tremerem de medo. 

ELENCO PRINCIPAL:

IU como Hae So (jovem do século XXI que acaba viajando no tempo por conta de um eclipse lunar e se vê na Dinastia Goryeo em meio a vários conflitos políticos);
- Lee Joon Ki como Wang So (4º Príncipe; "a ovelha negra da família"; sempre rejeitado pela mãe e olhado com desconfiança e medo por todos; esconde sua enorme cicatriz facial atrás de uma máscara que lhe confere uma aparência ainda mais sombria);
- Kang Ha Neul como Wang Wook (8º Príncipe; o mais calmo e sábio - a princípio -; marido da prima de Hae Soo);
- Hong Jong Hyun como Wang Yo (3º Príncipe; o mais ganancioso dos príncipes; junto com mãe, a rainha, planeja tomar o trono);
- Yoon Sun Woo como Wang Mu (9º Príncipe; o príncipe com menos destaque, mas um dos mais traiçoeiros);
- Byun BaekHyun como Wang Hyun (10º Príncipe; o mais jovem e divertido dos príncipes; logo se torna um bom amigo para Hae Soo);
- Nam Joo Hyuk como Wang Yoo (13º Príncipe; apaixonado pela espoda do 8º príncipe; toca instrumentos e gosta de passar o tempo desenhando pessoas do vilarejo; único dos irmãos que está sempre ao lado do 4º príncipe);
- Ji Soo como Wang Jung (14º Príncipe; aquele que lida bem com artes marciais; está sempre lutando e brigando com gangues; se apaixona por Hae Soo quando ela tenta salválo de uma dessas gangues; se mostro o mais apaixonado e autruísta no final do dorama <3).


Minha opinião: Amei!
"Scarlet Heart: Ryeo" começa com Go Ha Jin, uma jovem de 25 anos que está passando por um momento difícil, o namorado a deixou cheia de dívidas e a amiga a enganou e fugiu com ele. 
Ela está bebendo para tentar esquecer os problemas, quando vê uma criança caindo no lago e, vendo que ninguém mais viu, mergulha para tentar salvá-la. No entanto, durante esse mergulho, acontece um eclipse lunar...
Bem, o fato é que ela acorda na Dinastia Goryeo, no corpo de Hae Soo, uma jovem de 16 anos que vive na residência de uma dos príncipes do de Goryeo, que é marido de sua prima.

Imaginem o espanto de Go Ha Jin ao se confrontar com uma realidade tão diferente. è difícil acreditar, né?! Quando ela finalmente é convencida de que viajou no tempo, decide que o melhor a se fazer é tentar viver como Hae Soo até que ela encontre um modo de voltar a seu verdadeiro tempo... ou aproveitar sua segunda chance e viver o máximo possível.
No entanto, ela começa a perceber que a vida em Goryeo não é nada fácil, pelo contrário, é cheia de regras e restrições.
Em meio aos diversos príncipes, Hae Soo vai conhecendo um pouco mais da política da época e do quanto é necessário pisar em ovos o tempo todo. Ela acaba se lembrando do que aprendeu nas aulas de história e, bem... sabe exatamente qual será o fim dos príncipes: a guerra pelo trono.
Hae Soo logo se encanta pelo 8º príncipe, Wang Wook, marido de sua prima. Ele é o único dos príncipes que se mostra atencioso e paciente com sua falta de memória. Afinal, ao acordar no corpo da jovem, nossa protagonista tem as próprias lembranças (do futuro) e não tem nenhuma das verdadeiras memórias do corpo que está ocupando, né?! A desculpa perfeita é dizer que esqueceu de algumas coisas em um acidente.
Bem, vou logo dizendo que shippei esses dois durante boa parte do dorama, mesmo pensando no fato de o cara se engraçar para cima da prima da esposa doente. Tsc tsc!
Porém, com o passar dos episódios, Hae Soo (e nós, claro!) vamos conhecendo um pouco mais de Wang So, o 4º príncipe, e é impossível não se apaixonar por ele. Por ter uma enorme cicatriz no rosto, ele foi criado em Shinju, como "adotado" na Casa Kang, no entanto sempre se sentiu (e foi tratado) como um refém. Por conta de sua enorme cicatriz, ele usa uma máscara de meia-lua, que lhe dá um ar ainda mais misterioso e sombrio, não bastasse sua terrível fama. Seu apelido é "Lobo" e é temido por todos.
Porém, conforme vamos o conhecendo percebemos que ele é um pouco endurecido pela vida solitária que sempre levou, sem viver entre a família e sem nunca ter sido amado pela própria mãe, que o vê como uma vergonha, uma desgraça por conta de sua cicatriz (que, curiosamente, foi criada por ela). Em várias cenas é impossível não se emocionar com seu sofrimento e a rejeição que sofre pala mãe (um demônio em forma de gente!).
E é claro que nossa protagonista vai amolecendo o coração do 4º príncipe (de todos, devo dizer), e com sua ajuda ele vai ganhando mais confiança a ponto de abandonar o uso da máscara.
Até metade do dorama, é super divertido acompanhar as trapalhadas de Hae Soo e o modo como ela vai tentando se adaptar a sua nova vida, a sua nova identidade. Sua relação com a maioria dos príncipes é divertidíssima e ela acaba fazendo bons amigos. No entanto, essa parte fofinha e descontraída termina assim que o rei morre e a guerra pelo trono tem início.
E nossa Hae Soo tá ali no meio da bagunça, sendo alfo de tudo que é lado e tendo de se virar sem tomar partido de ninguém. Não é fácil. Mas vou logo dizendo que é na dificuldade que cada personagem deixa transparecer sua verdadeira personalidade. Sim, a metade do dorama foi do tipo "divisor de águas" de várias formas diferentes.
Daí em diante é desgraceira que não acaba mais, gente! Há tempos não chorava tanto em tantos episódios de um mesmo dorama. A cada episódio em que pensei que as coisas iam melhorar, mais desgraça acontecia. E, ainda assim, era impossível deixar de assistir e deixar de esperar ansiosamente pelo episódio seguinte.
Foi interessante acompanhar o amadurecimento de Hae Soo, que passa de jovem inocente e extrovertida para mulher sensata e cautelosa.
Embora eu ainda esteja praticamente no chão após o final desse dorama, encho a boca para dizer que foi a melhor surpresa de 2016!
É incrível quando um dorama consegue mexer com a gente desse jeito. Nos deixar felizes e despedaçados de tristeza em questão de minutos, fazer com que pensemos no que irá acontecer no episódio seguinte e nos arrastemos durante uma semana inteira enquanto esperamos. Sem contar que vários personagens são do tipo que você ama e odeia ao mesmo tempo: Hae Soo, Wang So, Wang Wook... eles são tão reais, tão humanos, tão propícios a tomar decisões equivocadas (ou certas, dependendo do ponto de vista) que a gente se sente mais próximos deles, mais íntimos a cada episódio.

E preparem os lencinhos para a segunda metade do dorama, por eles serão frequentemente requisitados.
Sobre o final, confesso que já sabia o que esperar, pois revirei essa internet de meu deus atrás de spoilers sobre a versão chinesa do dorama e há, sim, muitas semelhanças, mas... ainda assim eu me emocionei a um nível inenarrável. Sério, quando vi a última cena e não soube nem o que sentir direito: amei e odiei, assim ao mesmo tempo. 
Achei lindo demais, sensível demais, delicado demais... tudo na medida certa, mas... ainda não estou pronta para me despedir desse dorama e torço para que tenha um último episódio especial. Acho que é necessário ou eu nunca irei superar.
Quanto a versão chinesa, comecei a assistir, mas não sei se conseguirei terminar (mesmo tendo ficado animada por haver segunda temporada), pois os príncipes são feios demais! E não dá pra levar aqueles cabelos a sério, gente! haha

E o que dizer da OST desse dorama? Tão lacradora quanto a atuação desse povo, gente! As que mais gostei foram: For You (EXO), Will Be Back (Im Sunhae), Be With You (AKMU), Say Yes (Loco, Punch), Can You Hear My Heart (Epik High ft. Lee Hi) e My Love (Lee Hi).

Se quiserem conferir o melhor dorama do ano (SIM!), os 20 episódios estão disponíveis no Drama Fever (para assinantes premium) e no Kingdom Fansubs (precisa de cadastro, mas é grátis).

Confiram abaixo o trailer estendido (e assistam ao dorama o quanto antes!):


***
Espero que vocês gostem!!

Beijos e amassos!!

2 comentários

  1. Amanda, que post lindo! Amei sua resenha flor! Como você bem destaque uma dos pontos mais marcantes do drama é a mudança no clima, de leve e divertido, para tenso e emocionante! A guerra pelo trono bagunça tudo e ao final todos (os que sobraram) estão diferentes e precisam aguentar as consequências né?! Quase ninguém fica feliz! Mas é uma realidade mesmo levando em conta como eram as coisas na época! Me emocionei demais nos últimos episódios e tão cedo não os esquecerei, assim como todo o drama! Agora nos resta esperar pelo filme e ver se nossa sofrência e depressão pós-drama é amenizada!

    ~ Muito obrigada pelo comentário lá no Divaneandoo, não conhecia o seu mas passarei aqui com frequência agora! Amei! ~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!!
      Menina, nem consigo dizer o quanto eu fiquei feliz com a notícia de que haverá uma continuação, ainda que seja um file. Não superei esse final ainda.
      Acho que Wang So e Hae Soo serão daqueles personagens que ficarão na minha memória por um bom tempo.
      Eu que agradeço sua visita! Adoro sei blog e já assisti vários doramas (ótimos) por indicação sua haha.

      Beijos!

      Excluir

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)