7 de setembro de 2017

Na Telinha ou na Telona... #97

Olá gente lindaaaa!!
Hoje é dia de falar de... dorama, é claro! o/
A indicação de hoje é o drama coreano "Fight for My Way" (Lutando pelo meu caminho), que foi exibido de 22 de maio a 11 de julho de 2017.

Sinopse: É possível seguir seus sonhos mesmo sem ser um privilegiado?
Go Dong Man (Park Seo Joon) sempre sonhou em se tornar um lutador famoso de taekwondo, mas acabou indo trabalhar como empregado em um emprego comum. Sua amiga de longa data com quem vive discutindo, Choi Ae Ra (Kim Ji Won), sonha em se tornar âncora de telejornal, mas acaba indo parar no guichê de informação de uma loja de departamentos. Seus amigos, Kim Joo Man (Ahn Jae Hong) e Baek Seol Hee (Song Ha Yoon), estão namorando há seis anos, mas agora enfrentam uma situação que ameaça pôr um fim em seu relacionamento. Será que esses quatro amigos conseguirão alcançar seus sonhos, mesmo que suas qualificações não sejam das melhores?

ELENCO PRINCIPAL:

- Park Seo Joon como Go Dong Man (um ex-lutador de taekwondo que costumava ser famoso na escola, mas que desistiu do seu sonho; hoje, aos 30 anos, ele se considera um fracassado por não viver da forma que gostaria e trabalhar matando carrapatos);
- Kim Ji Won como Choi Ae Ra (funcionária de uma loja de departamentos que trabalha no balcão de informações, mas sonha em se tornar uma âncora de telejornal);
- Ahn Jae Hong como Kim Joo Man (o chamado "cérebro" dos quatro; ele conseguiu uma posição permanente em uma rede de comprar em casa; leal à sua namorada se seis anos, seu amor será posto à prova);
- Song Ha Yoon como Baek Seol Hee (a menina inocente e peculiar do grupo, que está trabalhando em uma loja de Jokbal. Durante seis anos, seu universo gira em torno de Joo Man).

Minha opinião: Amei!
Ah, faz umas duas semanas que eu terminei de assistir "Fight for My Way" e ainda não sei bem como fazer essa resenha. Esse dorama é daqueles que faz com que a gente (pelo menos eu)se identifique. Se você fazia mil planos e tinha mil sonhos na época do colégio e hoje, anos depois, não chegou exatamente onde gostaria de ter chegado: esse dorama é pra você!
"Fight for My Way" gira em torno de quatro amigos que estão na faixa dos 30 anos:  Go Dong Man, Choi Ae Ra, Kim Joo Man e Baek Seol Hee. Cada um enfrenta as próprias dificuldade e questionamentos, mas estão sempre juntos, um apoiando o outro. Ah, que bom é ter amigos assim, né?! Pau pra toda obra, ombro pra todo momento de tristeza...
Quem nunca se sentiu fracassado ou frustrado por não alcançar algum objetivo? Pois bem, essa é a realidade dos quatro amigos. É a minha realidade também, é a sua (tenho certeza). E, tudo bem... nem sempre (ou nunca?) as coisas saem como o planejado, mas o importante é não se deixar derrotar, não desistir... e criar novos planos, traçar novas estratégias. Mas nunca, nunquinha, deixar de almejar algo melhor Afinal, é isso o que nos move. O que seria de nós e do mundo se não houvesse esperança, né?
Ae Ra sempre sonhou (e ainda sonha) em ser uma âncora de telejornal, no entanto, se vê como trabalha no balcão de informações de uma grande loja de departamentos; Dong Man era um lutador promissor de taekwondo na época do colégio e chegou a fazer parte da equipe nacional, mas teve que desistir por motivos pessoais e hoje trabalha em uma empresa de dedetização; Seol Hee sempre sonhou em constituir uma família e ser mãe, no entanto, mesmo após seis anos de namoro com 
Joo Man, ele nunca tocou no assunto "casamento" e a família dele não gosta muito dela; Joo Man, por sua vez, apesar de ter conseguido um bom cargo em uma rede de vendas (tipo Shoptime), ainda não conseguiu conquistar a casa própria ou qualquer outra coisa que lhe dê alguma estabilidade.
Ao longo dos episódios acompanhamos o cotidiano desses quatro amigos, que vez ou outra enfrentam dificuldades que envolvam suas vidas amorosas, profissionais, pessoais, etc.
O ponto alto, claro, é o modo como se ajudam, se consolam, se defendem e tomam as dores um do outro.
Dong Man e Ae Ra, em especial, têm uma relação de derreter corações: ao mesmo tempo em que estão sempre implicando um com o outro como dois irmãos, não medem esforços ou consequências para tomar as dores do outro. Se apoiam incondicionalmente.
Desde o início, apesar de não perceberem, o telespectador já percebe que o que esse dois sentem um pelo outro é mais que amizade, mais que uma relação fraternal. E é aí que passamos episódio após episódio torcendo para que eles percebam, mas... ah, como são lerdos. 
Nós acompanhamos Ae Ra passando por mais uma desilusão amorosa e... confesso que apesar do sofrimento dela, morri de rir com a cena em que ela, morrendo de chorar, tenta explicar para Dong Man o que aconteceu e ele perde a paciência. A partir daí já conseguimos entender como é a relação de gato e rato desses dois.  E, não posso deixar de mencionar que ver  Park Seo Joon (Kill me, Heal me, She was Pretty) atuando é sempre um colírio, né?! Acompanhamos também (e torcemos) Dong Man cogitando voltar ao ringue e dar a volta por cima, recomeçar a sonhar e recuperar o orgulho ferido no passado... embora só de pensar em ver Dong Man lutando - e sangrando, e apanhando e esbanjando testosterona... - Ae Ra já faça um verdadeiro espetáculo para tentar dissuadi-lo.
Em diversos momentos eu me identifiquei com Ae Ra, principalmente com o fato de ela ser meio desbocada (ou toda desbocada, se preferirem) e dizer algumas verdades, quando necessário. Outra característica bem marcante de Ae Ra é o modo como ela toda as dores de Seol Hee, quando a amiga passa por uma crise em seu longo relacionamento com o banana Joo Man. Ae Ra DIVOU demais, gente! Rainha da Coréia! Sem contar que, depois de tanta sofrência da atriz em "Descendants of the Sun", eu precisava ver ela arrasando muuuuuuito em uma comédia romântica. 
Apesar de ter me identificado pouco com a fofíssima Seol Hee, tanto por causa de sua devoção ao babaca do Joo Man, quanto por sua submissão em relação à família desagradável dele, ela foi uma personagem que me cativou. Que boneca, essa mulher! Coisa mais fofínea da Coréia toda. Mas, mesmo com toda sua fofura e doçura, ela mostrou ter pulso firme e bastante opinião quando necessário. Venerei essa mulher.
Enfim, "Fight for My Way" foca no cotidiano, nos sonhos, na união (e etc.) desses quatro amigos e nos dá alguma motivação para continuar seguindo em frente apesar do percalços do caminho e, de quebra, nos arranca muitas risadas e suspiros. Um dorama que me conquistou desde o início e me prendeu até o fim. Acho que está no esmo grupo de "Weightlifting Fairy Kim Bok Joo", um dorama sem um grande clímax ou acontecimento bombástico, mas que cativa e encanta do início ao fim. Suuuuper recomendo! ❤❤

Quanto a trilha sonora, além de algumas músicas fofinhas e românticas, tem também algumas que tocam em cenas divertidíssimas (que são muitas rs): Good Morning (Kassy), Ambiguous (BTOB), Night is Gone, Again (Ryu Ji Hyun), Fight For My Way - With 2morro (HerCheck - SuperKidd). Só de ouvir esta última eu já começo a rir. 

"Fight for My Way" tem apenas 16 episódios, que estão disponíveis online no Viki e gratuitamente no Kingdom Fansubs (é preciso cadastro).

***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)