17 de maio de 2016

Livros em Doramas

Olá gente lindaaa!!
A postagem de hoje une duas coisas pelas quais eu sou declaradamente apaixonada: livros e doramas.
Em alguns doramas, principalmente coreanos, é comum que se façam analogias a determinados livros, sempre relacionando o protagonista do dorama com algum personagem do livro citado ou relacionando situações. Essas analogias não são feitas em episódios isolados, pelo contrário, são reforçadas durante todo o dorama. O dorama fica tão amarradinho com a história do livro citado que é quase impossível não desejar o tal livro (eu que o diga), e não é raro que eu compre esses livros ahha. 
Li em vários sites (gringos, principalmente) que a venda de determinados livros cresce absurdamente após serem frequentemente citados em doramas. Em bora no Brasil os k-dramas (doramas coreanos) não sejam exibidos em TV aberta (e nem em TVs pagas, até onde eu sei...), em diversos países esses dramas são populares, por isso o aumento na venda de livros citados (bem como diversos outros objetos). 
Hoje falarei de 5 livros pelos quais me interesse por meio de k-dramas e dos quais eu comprei 4 (olhem o vício da pessoa!).


- Em Busca do Tempo Perdido - Marcel Proust (k-drama The King of Dramas)

Eu não me lembro exatamente qual é a relação do k-drama com os sete volumes de "Em Busca do tempo Perdido", de Marcel Proust, só me lembro que durante o drama inteiro a protagonistas, uma aspirante a roteirista, cita a obra e, vez ou outra, folheia um exemplar do primeiro volume, intitulado "No Caminho de Swann".
Eu não conhecia a obra, apesar de ouvir muito o nome Proust, e fiquei surpresa ao descobrir que "Em Busca do tempo Perdido" é composto por sete volumes. Eu já tratei de garantir pelo menos os dois primeiros e pretendo comprar os outros para completar minha coleção.

Em busca do tempo perdido (do francês À la recherche du temps perdu) é uma obra romanesca de Marcel Proust escrita entre 1908-1909 e 1922, publicada entre 1913 e 1927 em sete volumes, os três últimos postumamente.
Pelas suas ambições (alcançar a substância do tempo para poder se subtrair de sua lei, a fim de tentar apreender, pela escrita, a essência de uma realidade escondida no inconsciente “recriada pelo nosso pensamento”), sua desproporção, e sua influência em trabalhos literários e nas pesquisas a vir (Proust é considerado como o primeiro autor clássico de seu tempo), "Em busca do tempo perdido" se classifica entre as maiores obras da literatura universal. Os sete volumes, na ordem, são: No Caminho de Swann; À Sombra das Raparigas em Flor; O Caminho de Guermantes; Sodoma e Gomorra; A Prisioneira; A Fugitiva; O Tempo Redescoberto. (Wikipédia)
_____________________________________

- Love Story - Erich Segal (k-drama Love Rain)

"Love Rain" é um dorama cuja primeira fase inteira se passa nos anos 1970 em que um casal super fofinho se apaixona, mas acaba se separando. A mocinha vive citando o livro "Love Story", e a história é realmente semelhante a do casal do drama. Há também um filme, mas eu não sei dizer o que veio primeiro: o livro ou o filme.
E, sim, eu também comprei o livro haha. Não lembro exatamente quanto eu paguei, mas encontrei em um sebo online e foi super baratinho.


Um jovem de família muito rica e estudante de Direito conhece e se apaixona por uma estudante de música e acabam se casando algum tempo depois. Porém, o pai do rapaz não aceita a nora, por ela ser uma moça de família humilde, e acaba deserdando o filho. Algum tempo depois, a moça tenta engravidar e não consegue; vai então fazer exames e descobre que está gravemente doente.
_____________________________________

- As Estrelas - Alphonse Daudet (k-drama My Spring Days)



Na verdade, o que é citado no k-drama é um conto específico do autor francês Alphonse Daudet, intitulado "As Estrelas". Em determinado ponto no início do dorama o casal se compara ao "casal" do conto, pelo fato de a jovem descansar a cabeça sob os ombros do cara e olharem juntos as estrelas. Fiquei tão encantada com a história do dorama que não consegui conter a curiosidade em relação ao conto que acabei comprando um livro com os melhores contos do autor, incluindo o conto citado no drama.
_____________________________________

- A Pequena Sereia -  Hans Christian Andersen (k-drama Secret Garden)

Em "Secret Garden" além de toda a história da troca de corpos entre os protagonistas (o que é suuuper divertido), há a analogia com o conto da Pequena Sereia, que é bem diferente da adaptação da Disney. A história do casal do drama se assemelha a do casal do conto no seguinte aspecto: eles vivem em mundos completamente diferentes e têm personalidades ainda mais diferentes. Eles falam o tempo todo no desfecho que a relação deles está fada a ter, ou seja, um deles há de tornar-se espuma e desaparecer.

Uma pequena sereia salva a vida de um belo príncipe num naufrágio. Desde então, a sereiazinha sonha em ganhar um corpo humano para se encontrar novamente com o príncipe.Com a ajuda da bruxa do mar, ela consegue uma poção mágica que lhe dará forma humana. Como pagamento, a bruxa exige a bela voz da sereia. Uma vez humana, ela não poderá mais voltar à vida de sereia. E só terá de fato uma alma humana se um homem na Terra a amar mais do que a seus próprios pais e se casar com ela. Mas sem voz, a sereia não pode dizer nada ao príncipe que acaba se casando com a princesa de um reino vizinho. Na noite de núpcias do príncipe, a pequena sereia se transforma em espuma deixando o mundo terreno definitivamente.
_____________________________________


The Miraculous Journey of Edward Tulane - Kate DiCamillo (k-drama My Love From the Stars)

Ainda não falei sobre esse dorama pra vocês, porque ainda não terminei de assistir, mas já adianto que é lindo. O protagonista é um alienígena que está na Terra há 400 anos, esperando a oportunidade de voltar para seu planeta. Como vive há tanto tempo na Terra, teve muito tempo para ler e colecionar livros, certo?! Por isso dispões de uma incrível biblioteca e, dentre seus tantos, volumes, ele se identifica com "The Miraculous Journey of Edward Tulane", cujo personagem principal, assim como ele, passa por uma longa jornada em que sempre vê todos partindo, sendo deixado para trás. A solidão dele(s) é comovente. E, sim, eu comprei o livro! O livro não possui uma versão em português, por isso comprei em inglês mesmo no Estante Virtual e aguardo ansiosamente o meu exemplar.

"Alguém virá para você, mas primeiro você deve abrir o seu coração...."
Era uma vez, em uma casa na Egypt Street, vivia um coelho chamado Edward Tulane. O coelho estava muito satisfeito consigo mesmo, e por um bom motivo: ele estava em posse de uma garota chamada Abilene, que o tratava com o máximo cuidado e o adorava completamente.
E então, um dia, ele estava perdido.
Kate DiCamillo nos leva a uma viagem extraordinária, das profundezas do oceano à rede de um pescador, do topo de um monte de lixo à lareira de um acampamento de vagabundos, da cabeceira de uma criança doente às ruas movimentadas de Memphis. E ao longo do caminho, nos deparamos com um verdadeiro milagre - que mesmo o coração mais duro pode aprender a amar, a perder, e a amar novamente.
_____________________________________

E vocês, assistiram outro dorama que "indica" algum livro interessante ou faz qualquer tipo de analogia com outras histórias? Me contem! ;)

***
Espero que vocês gostem!!

Beijos e amassos!!

Um comentário

  1. Edwar Tulaine agora posdui sim versão em português sim... ❤❤❤ melhor livro

    ResponderExcluir

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)