9 de março de 2015

RESENHA: A Mais Pura Verdade

Editora: Novo Conceito
Autor(a): Dan Gemeinhart
Número de Páginas: 224

Sinopse: Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha.
Mas, em certo sentido um sentido muito importante , Mark não tem nada a ver com as outras crianças.
Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram.
Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier. Nem que seja a última coisa que ele faça. 
A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável.

Olá gente lindaaaa!!
Hoje venho falar sobre um dos lançamentos de março da Editora Novo Conceito que tem bombado nas redes sociais. Nós parceiros recebemos há algumas semanas um livreto com 6 capítulos do livro, eu devorei assim que chegou, mas resolvi esperar meu exemplar do livro chegar para concluir a leitura e fazer logo a resenha, em vez de falar sobre metade da história. Pois bem...

A história começa com Mark e seu cachorro Beau em uma fuga. No início sabemos apenas o quão esperto ele é, a ponto de fugir de casa e, de quebra, deixar falsas pistas para trás, fazendo com que o procurem na direção oposta a que ele realmente segue.
Mark tem tudo para ser um garoto normal, não fosse o insistente Câncer que o persegue. Sua vida toda foi assim, Em um ano está internado, fazendo tratamento. No outro, está bem de novo. Mas quando soube que a doença voltou mais uma vez, tomou uma decisão: era hora de viver a maior aventura de sua vida antes que fosse tarde demais.
"Isso é o que eu não entendo: por que todo mundo faz um escarcéu tremendo com relação à morte.
Morrer e viver. É tudo uma bagunça. Essa é a mais pura verdade." (página 95)
Ao longo da história vamos acompanhando os diversos obstáculo que vão surgindo nessa jornada, afinal, não é nada fácil um garoto (cuja idade eu não me lembro, mas é por volta dos 10) viajar sozinho com seu pet, né?! Em sua mochila alguns comes e bebes, um caderno no qual ele escreve seus haicais, uma câmera fotográfica das antigas, com a qual ele vai registrando momentos marcantes e pessoas importantes na sua viagem. No coração, porém, a vontade de viver, embora ele diga o contrário. Embora ele tenha se despedido apenas de sua amiga Jessie - por meio de um haicai escondido -  dizendo que era um adeus e dando a entender que ele rumaria para a morte, conforme vamos acompanhando o desenrolar da história, suas divagações, medos e mágoas, vemos que a única coisa que Mark realmente deseja é viver. Ele quer viver como as outras crianças, sem o constante tique-taque do relógio ameaçando lhe tirar o tempo.
"Eu não chorei. Mas bem que poderia.
Olhei para o meu reflexo no espelho, ali parado sem chorar, com o boné no chão. Eu parecia pequeno. E fraco. Parecia sozinho.
Eu me odiava." (página 60)
Apesar da pouca idade, Mark me surpreendeu, tanto por sua força e coragem, quanto por sua maturidade. Talvez os anos convivendo com a doença o tenha feito crescer antes da hora. Eu me emocionei em diversos momentos, não por serem carregados de drama, mas por serem extremamente sensíveis. Quão forte um garoto doente pode ser para sair de casa e partir para uma aventura, que acredita ser a última, e correr de encontro à morte? Um ato realmente desesperado.
Em diversos momentos, a única coisa que eu queria era dar um abraço bem apertado em Mark e dizer que eu tinha muito orgulho dele. Seu cachorro, Beau, também é um exemplo de força. Um cachorro realmente fiel ao dono, que nada teme ao lado dele, por que tudo vale a pena.
"O mundo inteiro é uma tempestade, eu acho, e todos nós nos perdemos em algum momento. Vamos atrás de montanhas no meio das nuvens para que tudo pareça valer a pena, como se isso tivesse algum significado. E, às vezes, nós as encontramos. E seguimos em frente." (página 204)
Não se trata de mais uma história sobre uma criança com câncer. Não é um livro escrito para te fazer chorar nem nada do tipo. É uma história que vai lhe apresentar personagens que você realmente gostaria de conhecer. Após terminar a leitura, será inevitável que haja em seu rosto um sorriso sereno. 
Super recomendo!

Outras quotes:

"Ele havia me dado aquele relógio de bolso de prata e eu o levava para todo lugar. Eu o adorava - até que as coisas começaram a piorar, e o som do tique-taque mais parecia passos sombrios que se aproximavam de mim. Eu amava o relógio, até começar a odiar o tempo. E como ele ia embora." (página 128)
"De vez em quando, mesmo as respostas certas parecem erradas, se você não gosta da pergunta. Essa é a mais pura verdade." (página 146)

***
Classificação:

***
SORTEIO:
Vou sortear entre os que comentarem (e deixarem e-mail) neste post o livreto com os seis primeiros capítulos do livro. O resultado vai ao ar no próximo sábado. ;)

***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!

16 comentários

  1. Eu vou aguardar as resenhas desse livro. Estou meio cansada das impressões desta degustação. :(
    Achei um grande golpe de marketing a editora, mas estou ficando meio alérgica à essa super exposição ao livro.

    Café com Letras

    ResponderExcluir
  2. Oi Amanda!
    Gente, todo mundo recebeu esse bendito desse livreto, menos eu :( Sofri
    Me apaixonei pela historia do Mark bem antes de toda essa divulgação, quando a editora só tinha liberado a capa. Fiquei curioso desde lá. Sei que Mark vai ser um personagem que me cativa, e to muito curioso pra saber qual a doença dele *-* PRECISO DO LIVRO PRA JA

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Amanda, tudo bem?
    Só estou lendo comentários positivos a respeito da história e não sei se vou conseguir esperar muito tempo para lê-la. Gosto de livros que nos emocionam e que tratam de temas mais delicados, mas adoro quando uma obra torna-se inesquecível. Quero conhecer Mark e me aventurar com ele em sua jornada. O livro parece ser incrível e fico feliz que você tenha gostado tanto!

    Beijos
    Blog Procurei em Sonhos

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Eu fiquei feliz com o livreto, só li os 6º primeiros capitulos e quero logo os demais pra matar minha curiosidade.
    Acho a escrita do autor é incrivel, principalmente por colocar a divisão dos capitulos, gostei muito.
    Fico feliz que a história só melhora depois da continuação, gostei da sua resenha.
    Não quero participar do sorteio por que já tenho o livretinho :)



    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Amanda!
    Li algumas resenhas do livro completo, mas a sua foi a que mais me motivou a ler por causa da parte de "terminar com um sorriso sereno". A história à primeira vista parece ser meio depressiva, mas pelo que vc falou ela é mais motivadora, pra causar boas reflexões. Meu livro está aqui do lado, só esperando eu ter um tiquinho mais de tempo.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, Amanda! Recebi o livreto e não terminei de ler, não sei bem pq e me arrependo, mas kvendo tantas boas impressões sobre este livro estou no aguardo para o meu livro chegar para lê-lo completo. Mesmo pq se tivesse lido o livreto faria o mesmo que você, teria lido todo o livro antes de postar a resenha. Tive a impressão, lendo algumas resenhas, de que este livro tem um tom dramático, mas ao ler o que você disse senti que ele é muito mais sobre seguir seus sonhos/objetivos, sobre coragem e determinação do que propriamente sobre a doença de Mark. Adorei! http://blogliterata.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oiie
    Vc é a primeira pessoa q leu o livro todo.. todos os posts q vi até agora eram sobre o livreto..
    Eu consegui sentir através da sua resenha como o livro pode ser tocante!
    Me convenceu a leitura em ver como vc descreveu o personagem e seu comportamento!
    Adoro um drama e esse tem me despertado bastante curiosidade em ver tantos comentarios positivos!
    E tem um cachorro fiél! pronto, convencida que tenho q ler! heheheh
    Parabens pela resenha , foi realmente bem feita!

    Bjinhos
    Pam
    Meus Livros Preciosos

    ResponderExcluir
  8. Oi Amanda, sua linda, tudo bem?
    Ai, já estou nervosa com esse desfecho de sorriso sereno. Tem uma música que eu gosto muito que fala sobre alcançar nossos sonhos e como é difícil chegar até eles, mas o que importa não é conseguir e sim como você conseguiu. Pelo o que escreveu acho que Mark está tendo obstáculos maiores do que a maioria de sua idade, mas vai nos dar uma lição de vida ao lutar para vencê-los. Você conseguiu me emocionar com sua resenha.Gostei muito.
    beijinhos.
    cila,
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Amanda, tudo bem? Adorei a sua resenha e esse parece ser um livro muito bonito mesmo, tanto pela diagramação da editora, que pelo pouco que vi está incrível, quanto pela história sensível. O Mark parece ser uma pessoa incrível e cheio de determinação e vontade de viver. Também parece ser um livro que nos trás algumas reflexões bem importantes sobre viver.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  10. Amanda lindona tudo bem , confesso que amei os 6 capítulos que li, pela sua coragem e determinação, e esse cachorro fofo, espero que ele consiga seu objetivo. Sei que vou me emocionar com o livro, vou preparar a caixa de lenços hehe . beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  11. Ahhh to mega curiosa para ler esse livro, parece ser super emocionante e tocante. É legal ver essa questão dos obstáculos na vida dos personagens porque é assim mesmo que é a vida.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  12. Ah Amanda, eu to super curiosa com essa leitura.
    Eu já imaginava que seria uma leitura emocionante e tocante.
    Sei que vou me emocionar demais, então preciso me preparar. rs

    Beijinhos
    Jaque - Meus Livros, Meu Mundo.

    ResponderExcluir
  13. Oi Amanda, tudo bem??

    Ah você leu o livro que lindo... eu quero muito poder continuar a leitura dessa história... adorei saber que o livro não é só uma história de uma garotinho com câncer. Eu senti no livreto que este menino vai viver uma aventura que para ele é realmente importante... ele demonstra isso pra gente e por mai que seja uma falta de juízo se aventurar deste jeito sozinho... acho que mesmo assim ainda vale a pena. Xero!

    ResponderExcluir
  14. Olá, Amanda! Tudo bem?

    Eu comecei a leitura do meu livreto, mas tive que pausar por alguns motivos pessoais. Estava gostando muito do que estava lendo e, após sua resenha, fiquei com ainda mais vontade de continuar. Adoro sick-lit's, então você deve imaginar como estou nesse momento, haha!

    Um beijo,
    Sérgio H.

    www.decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Amanda, fiquei super feliz com sua resenha. Li apenas as 95 primeiras páginas desse livro e fiquei mega curiosa para saber o que acontece com Mark e Beau. Meu exemplar completo já chegou mas ainda não pude ler. Espero poder finalizar a história logo.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  16. Quando li o livreto, confesso que não me envolvi tanto com a história, mas no restante do livro me apaixonei pela narrativa. O Mark é uma personagem que não tem mesmo como a gente não querer abraçar, e amei o Beau também! A narrativa é mesmo sensível, e também terminei a leitura com um sorriso sereno no rosto, embora não esperasse por isso.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)