17 de maio de 2018

Na Telinha ou na Telona... #124

Olá gente lindaaa!
A indicação de dorama da semana divide opiniões: alguns amam, outros odeiam.
Estou falando de "The Great Seducer" (O Grande Sedutor), também conhecido como "Tempted", que é um dorama coreano baseado no famoso filme norte-americano "Cruel Intentions", em português "Segundas Intensões".
"The Great Seducer" foi ao ar de 12 de março a 1 de maio de 2018, pela emissora sul-coreana MBC TV.

Sinopse: Muitos desejam ser o grande experimentador que tem poder sobre o amor. No entanto, uma vez que eles realmente experimentam o amor, começam a entender que o que eles desejavam antes era tolo e inútil. Neste drama, todos os personagens se apaixonam assim como nós. Para ser franco, todos desejam alguém. Os desejos de amar e ser amado chocam-se entre si à medida que a história se desenrola. Alguns lamentam a máscara que eles escondem atrás da frente do amor e expressam decepção e raiva aos outros. Através do amor, alguns aprendem a amar a si mesmos, enquanto outros ficam magoados demais para ficar em pé. Mas, novamente, através de muitas dificuldades, alguns ficam em pé e aprendem a amar mais uma vez. Esperanças experimentadas para que os espectadores riam, chorem e passem por essas histórias juntos. Assim como a interpretação do amor de cada um é diferente, esse drama deseja que todos nós possamos amar apaixonadamente sem comparações.
ELENCO PRINCIPAL:

- Joy como Eun Tae Hee (uma garota super inteligente e esforçada; ela passou um tempo morando na Alemanha com seu pai depois que seus pais se divorciaram e tem uma visão distorcida do amor depois de ver o casamento dos seus pais desmoronar);
- Woo Do Hwan como Kwon Shi Hyun (herdeiro do Grupo JK; vem de uma família privilegiada, contudo, após a morte de sua mãe passa a ter uma relação difícil com o pai; é incrivelmente charmoso e se diverte seduzindo as mulheres; seus melhores amigos são Soo Ji e Se Joo, mas ele tem uma queda pela amiga, que se recusa a namorá-lo. Ele é desafiado por Soo Ji o desafia a seduzir Tae Hee como parte de um plano de vingança contra o ex-namorado);
- Moon Ga Young como Soo Ji (uma violoncelista talentosa; filha da diretora do hospital; tem um relacionamento confuso com a mãe: ao mesmo tempo que não se dão muito bem, ela é extremamente protetora em relação à mãe. É do tipo que manipula as pessoas ao seu redor. Após ser largada pelo então namorado, convence Shi Hyun e Se Joo a ajudá-la a se vingar do ex, não fazendo mal a ele, mas tendo como algo Tae Hee, primeiro amor dele);
- Kim Min Jae como Se Joo (chaebol de uma família bastante tradicional; vive apanhando dos vários irmãos e primos em casa; apedar isso tem atitude divertida e despreocupada. Ele é amigo de Shi Hyun e Soo Ji, por quem é perdidamente apaixonando).

Minha opinião: Adorei!

Só quem já assistiu ao filme consegue saber o medo que a frase "baseado no filme Segundas Intenções" pode causar no telespectador haha. E foi com esse medo que eu resolvi começar a assistir "The Great Seducer". E, claro, devo confessar que o fato de Woo Do Hwan (Save me) ser o protagonista foi o motivo que me faltava para dar play.
Shi Hyun, Soo Ji e Se Joo são amigos inseparáveis. Além de ambos serem de família rica e bem-sucedida, estão unidos por terem problemas familiares de diversas ordens. A princípio o que chama a atenção é a união desse trio, é bonito de ver como eles se ajudam, se entendem, se amam. No entanto, bastam poucos episódios para vermos que se trata de uma amizade extremamente tóxica. Ao mesmo tempo em que se apoiam, eles sufocam uns aos outros, manipulam uns aos outros... E por falar em manipulação, essa é a especialidade de Soo Ji, a única garota do trio de amigos. Ao ser largada pelo namorado de uma forma humilhante, ela decide se vingar do embuste (e o cara é um embuste daqueles!). E basta que Soo Ji veja Eun Tae Hee (primeiro amor de seu ex-namorado) em um evento para que ela saiba exatamente por onde começar essa vingança.

Não bastasse o pé na bunda fenomenal, Soo Ji descobre que sua mãe e o pai de Shi Hyun vão se casar, e nenhum deles aceita o fato de que serão tratados como irmãos, pois apesar de serem amigos, Shi Hyun já tentou uma aproximação amorosa no passado e mesmo Soo Ji tenha recusado, atualmente ela se sente atraída por ele. Então eles fazem uma aposta: se Shi Hyun conseguir seduzir Eun Tae Hee, fazê-la se apaixonar perdidamente por ele e depois abandoná-la (tudo isso para se vingar do ex-namorado embuste!), Shi Hyun e Soo Ji se casarão antes do pais para evitar o tal casamento. Sim, é assim que a história começa, com uma aposta estúpida e sem qualquer sentido.
Eun Tae Hee, por sua vez, é uma estudante de arquitetura que acaba de ganhar uma bolsa de estudos da fundação da mãe de ninguém menos que Soo Ji. Ela voltou à Coréia há pouco mais de dois anos, após viver na Alemanha com o pai. Sua relação com a mãe é péssima desde o divórcio dos pais, e ela é meio cética em relação ao amor, após ver o casamento dos pais desmoronar e o pai continuar mantendo um amor não correspondido pela mãe. Para Tae Hee, sua mãe é a única culpada pelo sofrimento do pai, pelo final do casamento, por sua infelicidade e tudo mais que possa acontecer. Não bastasse essa relação nada amigável com a mãe, Tae Hee relaciona a mãe a uma memória traumática de anos atrás, quando fugia de uma discussão com a mãe e acabou sendo atropelada e abandonada na estrada.
Assim, após estudarem os passos, características, personalidade e tudo mais que pudesse interessar sobre Eun Tae Hee, Shi Hyun começa a esbarrar com ela "por acaso", a fim de fazê-la notar sua presença, acreditando se tratar de destino ou acaso. No entanto, a princípio, Tae Hee é osso duro de roer. As cantadas ou "charminhos" que geralmente derretem qualquer garota não funcionam com ele. Como eu disse, após a separação dos pais, e vendo o amor não correspondido do pai, Tae Hee é cética em relação ao amor e à conquista.
Talvez tenha sido esse jeito "às avessas" de Tae Hee que fez com que o tiro saísse pela culatra, e quando menos espera Shi Hyun percebe que ele próprio está apaixonado por aquela que deveria ser sua presa.
Como eu disse anteriormente, a amizade entre Shi HyunSoo Ji e Se Joo é tóxica em um nível que nem sei explicar, por isso Shi Hyun nem sonha em confessar que se apaixonou, preferindo agir como se estivesse seguindo o plano de vingança de Soo Ji, a fim de proteger Tae Hee, proteger a amizade do trio, evitar conflitos e, o mais importante, impedir que Tae Hee descubra sobre a aposta. Mas, quais as chances disso dar certo?
Não bastasse a existência de uma aposta estúpida por trás de sua relação com Tae Hee, com o passar dos episódios vamos descobrindo que há muitas outras razões que podem impedi-los de ficarem juntos (um rolo familiar atrás do outro! ADORO!).
Confesso que senti falta de um aprofundamento nos personagens, na história de cada um. Achei que tudo ficou muito superficial, de modo que toda a história girou em torno da tal aposta. E, vamos combinar, uma aposta dessas não é o que podemos chamar de madura, né?! Coisa de adolescente mimado (apesar de nenhum dos três amigos ser adolescente e muito menos mimado, dada a família complicada de cada um).
Acho que no fundo o que mais me deixou "P" da vida foi o fato de que o ex-namorado de Soo Ji, que deixou a garota tão humilhada de com "sangue no zóio" a ponto de querer se vingar é, na verdade, um embuste. Não consegui assimilar o fato de que um cara desses causou tanta confusão sendo do jeito que é. Deus me defenderay! Em vez de me vingar por ser largada por uma criatura dessas, acho que daria uma festa em agradecimento. Eu, hein?!
Apesar de toda crítica em relação a atuação da Joy (que já melhorou muito em relação a Lovely Love Lie), acho que ela se saiu muito bem. Acho também que, apesar de toda a história de ter sido engada por causa de uma aposta (o que deveria deixá-la no papel de "ingênua" e tal), a personagem é bastante forte, esperta e tem atitude. Acho que em todos os momentos Tae Hee soube como se portar, reagiu de forma madura e deixou os três amigos (infantis e irresponsáveis) no chinelo. A melhor frase desse dorama foi: "Seus sentimentos são responsabilidade sua." (Tae Hee sambando na cara dazinimiga!).
Enfim, passamos os episódios esperando pelo momento em que Tae Hee vai descobrir sobre a aposta e "dar o pé na bunda" de Shin Hyun. Apesar de shiparmos o casal e torcermos por um final feliz, também esperamos por algum sofrimento para os participantes da aposta (a graça eé nos sentirmos vingadas por Tae Hee).

Quanto a ost (tópico que não poderia faltar nessa postagem), minhas músicas favoritas foram: I Should've First (Dokyum - SEVENTEEN), Hug Me (MOMOLAND) e With You (Yang Da Il).

Se quiserem conferir esse dorama, os 32 episódios (de 30 minutinhos cada) estão disponíveis gratuitamente no Viki, no Animes CX e no Kingdom Fansubs (necessário cadastro).

***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)