26 de maio de 2018

#LeituraColetiva - O Morro dos Ventos Uivantes | #quotes (capítulos de 10 a 18)

Olá gente lindaaa!!
A #LeituraColetiva do clássico "O Morro dos Ventos Uivantes", de Emily Brontë, está a todo vapor. Já estamos terminando a segunda semana de leitura, por isso resolvi reunir as melhores quotes dos capítulos de 10 a 18. Confiram!

"Bem, no fim das contas, precisamos zelar por nós mesmos; os mansos e os generosos só parecem demonstrar um egoísmo mais justificável do que os autoritários." (página 121)
"Parecia inteligente e não guardava marcas da antiga degradação. Uma ferocidade um tanto animalesca espreitava, contudo, nos olhos fundos, queimando com um fogo negro, mas estava controlada. Seus gestos tinham dignidade; não havia neles nada de grosseiro, embora tampouco exibissem graça." (página 124)
"Queria ser outra vez uma menina, meio selvagem e destemida, e livre, rindo das injúrias que sofria, e não enlouquecendo ao peso delas!" (página 154)
"[...] podem me enterrar a quatro metros de profundidade e derrubar a igreja por cima de mim, mas jamais vou descansar enquanto não estiver comigo. Jamais!" (páginas 154-155)
"- Gostaria de abraçá-lo - prosseguiu ela, com amargura -, até que estivéssemos os dois mortos! Não ia me importar com o seu sofrimento. Não ligo para as suas dores. Por que você não haveria de sofrer? Eu sofro!" (página 186)
"Sabe que está mentindo quando diz que a matei; e sabe, Catherine, que esquecê-la seria o mesmo que esquecer minha própria existência! Não é bastante para o seu egoísmo infernal o fato de que quando estiver em paz eu vou estar me contorcendo nos tormentos do inferno?" (página 187)
"- Você agora me mostra como tem sido cruel... cruel e falsa. Por que me despreza? Por que traiu seu próprio coração, Cathy? Não tenho uma única palavra de consolo para oferecer. Você merece tudo isso. Matou a si mesma. Sim, pode me beijar e chorar e arrancar beijos e lágrimas de mim: eles serão para você como uma doença, e hão de condená-la. Você me amava... então que direito tinha de me deixar?" (página 188)
"Perdoo o que fez comigo. Amo a minha assassina... mas a sua! Como eu poderia?" (página 189)
"'Pobre infeliz!', pensei. 'Tem coração e nervos, assim como seus semelhantes! Por que tanta agonia para escondê-los? Seu orgulho não tem como iludir a Deus!'" (páginas 194-195)
"Catherine Earnshaw, que você não encontre descanso enquanto eu viver. Disse que a matei... venha me assombrar, então! As vítimas assombram até mesmo seus assassinos. Acredito... sei que fantasmas perambulando pela terra. Fique comigo sempre, assuma a forma que quiser, faça-me enlouquecer! Só não me deixe neste abismo onde não posso encontrá-la! Ah, meu Deus! É indizível! Não posso viver sem a minha vida! Não posso viver sem a minha alma!" (página 195)

***
Espero que vocês gostem!!

Beijos e amassos!!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)