24 de maio de 2018

Na Telinha ou na Telona... #125

Olá gente lindaaaa!
A indicação de dorama dessa sema é para quem adora poemas, poesias e se sente consolado ou motivado pelas palavras. Estou falando de "A Poem a Day" (Um poema por dia), também conhecido como “You Who Forgot Poetry".
"A Poem a Day" foi ao ar de 26 de março a 15 de maio de 2018, pela emissora sul-coreana tvN.

Sinopse: Woo Bo Young é fisioterapeuta há 3 anos. Ela queria ser poetisa, mas por ter uma família pobre, ela teve que fazer uma escolha prática. Portanto, Woo Bo Young parou de escrever. Ela escolheu a carreira menos valorizada da medicina, a fisioterapia, e acaba abandonando o sonho dela. Ye Jae Wook é fisioterapeuta e educador. Ele foi promovido recentemente a chefe de equipe do hospital onde Woo Bo Young trabalha. Shin Min Ho é estagiário de fisioterapia, mas tem pouco interesse no ramo. Ele só está nessa profissão porque as notas dele não foram boas o bastante para cursar medicina. Isso foi inaceitável para os pais dele, que são médicos, e eles o obrigaram a estudar fisioterapia. Enquanto os três quebram a cabeça e tentam ajudar as pessoas, e os médicos ficam com o mérito, os anjos menosprezados da medicina descobrem que a poesia da vida chega a você, um dia de cada vez.

ELENCO PRINCIPAL:

- Lee Yu Bi como Woo Bo Young (fisioterapeuta competente, mas que trabalha como temporária em um grande hospital; ela é apaixonada por poesia e sempre quis estudar literatura coreana, mas optou por uma profissão "mais rentável");
- Lee Joon Hyuk como Ye Je Wook (fisioterapeuta famoso e renomado; ele é sério, quieto e extremamente competente, considerado um dos melhores fisioterapeutas do país; tem o hábito de sair distribuindo conselhos);
- Jang Dong Yoon como Shin Min Ho (filho de médicos ricos; apesar de ser de boa família e estudar fisioterapia só por causa dos pais, ele é a "ovelha negra" da família, sempre ficando em segundo plano em relação ao irmão);
- Lee Chae Young como Kim Yoon Joo (superior e colega de apartamento de Bo Young; ela é fisioterapeuta, divorciada e linda);
- Shin Jae Ha como Kim Nam Woo (melhor amigo de Min Ho; ele era de uma família rica, mas há 10 anos a família perdeu tudo e passou a viver de forma simples e cheia de sacrifícios - e ele fala sobre isso o tempo todo haha).

Minha opinião: Amei!
"A Poem a Day" é ambientado basicamente em ambiente hospitalar, tendo como núcleo o departamento de fisioterapia e radiografia. 
Nossa protagonista, Woo Bo Young, a Dra. Woo, é uma jovem emotiva que abandonou o sonho de ser poetisa para se tornar fisioterapeuta, profissão que lhe garantiria um emprego.
Diferentemente de seus colegas de trabalho, apesar de a fisioterapia não ser o seu sonho, ela trabalha com afinco e se dedica integralmente a seus pacientes, vez ou outra os presenteando com algum poema que os motive. Ela acredita que poemas podem ajudar na recuperação dos pacientes, pois dão alguma esperança. 
Apesar de trabalhar mais do que a maioria de seus colegas, inclusive seus superiores, Bo Young não tem o reconhecimento merecido, já que não se trata de uma funcionária contratada, efetiva. Por diversas vezes Bo Young recebeu reconhecimento por parte dos pacientes, mas isso não basta para que seja efetivada. 
Sua vida cheia de rotina muda quando duas coisas acontecem : um dos novos estagiários é ninguém menos que Shin Min Ho, um antigo amor não correspondido. Um insuportável.
Pensem em um cara infantil. Agora multipliquem por 1000 e terão Min Ho. Ele deu um fora em Bo Young anos atrás e mesmo agora continua agindo feito um adolescente; a segunda coisa que começa a virar o mundinho de Bo Young de cabeça para baixo é a chegada de Ye Je Wook, o Dr. Ye, um famoso fisioterapeuta que passa a reconhecer cada esforço de Bo Young, nota a diferença na carga de trabalho e "bota ordem no galinheiro". Não demora para que Bo Young fique encantada por Dr. Ye, afinal ele foi o primeiro a tratá-la bem, a reconhecer seu ótimo trabalho, etc.
E a partir daí começa o que podemos chamar de "triângulo amoroso". Min Ho, percebendo que Bo Young está gostando do Dr. Ye, passa a ter interesse nela. Típico, né?! Quando percebe que "perdeu", quer de volta toda a atenção que não é mais dele. Aff...
Bo Young, lerda como sempre, não percebe que Min Ho tem sentimentos por ela, embora o modo infantil com ele a trata deixe seus sentimentos (e sua dor de cotovelo) bem óbvios. O Dr. Ye, por sua vez, apesar de reconhecer o trabalho de Bo Young, sempre tratá-la bem e ser atencioso, faz com que todos mantenham uma certa distância, isso porque ele é extremamente sério, formal e mantem uma relação estritamente profissional com todos os colegas de trabalho. Sem contar que ele tem um hábito que incomoda a maioria das pessoas: ele é uma máquina de dar conselhos. E como eu ria toda vez que ele falava "Eu posso te dar um conselho?" hahaha.
Sempre que Bo Young tenta mostrar seu melhor lado para Dr. Ye, a fim de ser notada e, quem sabe(?), ter seus sentimentos correspondidos, algo sai do controle e acaba acontecendo o oposto. Coitada!
Ao longo dos episódios vamos acompanhando os esforços de Bo Young (para ser contratada, para ser notada por Dr. Ye, etc), mas também vamos conhecendo um pouco sobre a vida (com suas delícias e suas dores) dos outros personagens do centro médico, e acabamos por nos afeiçoar a todos eles, uns mais, outros menos...
Dr Ye, meu personagem favorito, apesar do ar arrogante e dos milhares de conselhos (que nada mais são do que um jeito mais ~polido~ de dar fora nas pessoas intrometidas), ele também tem um passado doloroso, um relacionamento fracassado, enfim, é um ser humano como qualquer outro. Sua máscara começa "a cair" um pouco quando ele se aproxima de Bo Young, que é seu completo oposto: é emotiva, chorona, sensível... E ele a admira por isso, pois ele próprio gostaria de poder chorar de vez em quando.
E passamos (pelo menos eu passei) a torcer para que esse ship aconteça, e rimos muito com o jeito esquisito do Dr. Ye, com o modo como tudo dá errado pra coitada da Bo Young e com os dramas (reais ou não) dos outros personagens. Essa galerinha me conquistou. Ah, não vou dizer qual ship acontece (porque as torcidas estavam bem divididas, viu?!), só posso dizer que até o ship me fez rir muuuuuuito.
Ah, eu eu não poderia deixar de falar dos poemas, que deram nome ao dorama e fizeram com que eu me encantasse do começo ao fim. Eu já comentei aqui no blog que tenho o hábito de copiar poemas, poesias e até diálogos de doramas, então "A Poem a Day" foi um prato cheio. A cada episódios um ou mais poema(s) era(m) lido(s) ou narrado(s) por algum personagem, a princípio apenas Bo Young. A cada dificuldade ou problemas encontrado, a cada novo sentimento aflorado ou lembrança resgatada, havia um poema relacionado.
E encerro essa resenha com um dos poemas de que mais gostei, "Ferida", por Jung Yeon Bok (episódio 11):
"Não existe uma pessoa no mundo
que não tenha se ferido.
Estar coberto de arranhões
após um longo dia
faz parte da vida.
Não vamos esconder nossa dor.
Somos humanos
porque nos machucamos.
Feridas só podem ser curadas
com outras feridas."
Quanto a ost, minhas músicas favoritas foram: Feeling (O.WHEN), Falling (BTOP), That Person (Monogram) e I Think I Like You (Chamsom).

Se quiserem conferir esse dorama, os 16 episódios estão disponíveis no Drama Fever (para usuários Premium) e no Kingdom Fansubs (necessário cadastro).

***
Espero que vocês gostem!!

Beijos e amassos!!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)