1 de março de 2018

Na Telinha ou na Telona... #113

Olá gente lindaaa!
Hoje vim falar sobre minha segunda maratona de 2018, o dorama coreano "Just Between Lovers" (Apenas entre apaixonados), também conhecido como "Rain or Shine" (algo como "De qualquer jeito", como nossa expressão "Faça chuca ou faça sol"), que é lindo e triste de tantas maneiras diferentes que nem sei por onde começar essa resenha.
"Just Between Lovers" foi ao ar de 11 de dezembro de 2017 a 30 de janeiro de 2018, e foi minha segunda maratona do ano. Na verdade, comecei a maratona na sexta-feira (26/01) achando que o dorama já estava completo, e no domingo já tinha devorado 14 episódios. Foi quando descobri que os dois episódios restantes ainda não tinham sido lançado. Vocês não imaginam minha angústia por ter de esperar pelos episódios finais desse dorama que me cativou tanto.

Sinopse: Um desastre envolvendo o desabamento de um shopping unirá o destino de três jovens. Há dez anos, o Shopping S desabou devido a uma falha estrutural, causando a morte de 48 pessoas.
Ha Moon Soo (Won Jin Ah) estava no local com sua irmã mais nova, que acabou sendo uma das vítimas do acidente. Lee Gang Doo (Junho) também estava no local, esperando por seu pai, que trabalhava como eletricista de manutenção. Seo Joo Won (Lee Ki Woo) estava ajudando seu pai, que era o engenheiro encarregado. Moon Soo, Gang Doo e Joo Won sobreviveram ao terrível desastre, diferente daqueles que amavam.
Alguns anos mais tarde, Joo Won se torna o dos arquiteto responsável pelo novo projeto para substituir o antigo Shopping S. Com seu olhar apurado para detalhes e um belo currículo em construções sólidas, Moon Soo é contratada para trabalhar no projeto de Joo Won. Gang Doo é um rapaz que vive de pequenos trabalhos, e acaba arrumando um emprego temporário no canteiro de obras desse novo projeto.
Como cada um irá lidar com suas próprias dores quando começarem a lidar com um projeto envolvendo o evento que mudou suas vidas de maneira tão drástica?

ELENCO PRINCIPAL:

- Lee Jun Ho como Lee Gang Doo (Um antigo atleta que sonhava em se tornar um jogador de futebol profissional, mas após o desabamento de um shopping, não apenas perdeu o pai como se feriu gravemtne em uma das pernas e após dez anos do desabamento, possui um grande trauma);
- Won Jin An como Ha Moon Soo (Uma jovem que perdeu sua irmã mais nova no desabamento do Shopping S e acabou se especializando em fazer maquetes arquitetônicas para evitar acidentes parecidos);
- Lee Ki Woo como Seo Joo Won (Um arquiteto em uma empresa de construção; filho do arquiteto responsável pela construção do shopping que desabou e nunca pode provar a inocência do pai);
- Kang Han-na como Jung Yoo Jin (Líder da equipe de relações externas na empresa de construção onde Joo Won trabalha);
- Kim Kang-hyun como Sang Man (Vizinho e amigo de Gang Do; um jovem inteligente e sensível, que tem um jeito uro de ver as coisas).

Minha opinião: Amei! Amei! Amei!
Amei tanto que nem sei por onde começar. Bem, talvez eu deva começar contando que comecei a assistir "Just Between Lovers" após ver muita gente comentando em um grupo sobre doramas no Facebook (esses grupos acabam com minha vida!), mas nem ao menos li a sinopse. O resultado foi que eu tinha certeza que se tratava de uma comédia romântica e já no primeiro episódio eu "caí do cavalo" e me deparei com um tiro atrás do outro, no sentido de carga dramática, densidade, etc.
A história gira, basicamente, em torno de três personagens principais: três sobreviventes do desmoronamento de um shopping, mais de uma década atrás.
Moon Soo, uma jovem que sente culpa por ter sobrevivido, por ter visto a irmã mais nova (de quem ela não gostava muito) morrer diante de seus olhos; Gang Doo, que perdeu o pai no desabamento, assim como o sonho de ser jogador de futebol; e Joo Won, filho do arquiteto responsável pela construção do shopping que foi culpabilizado pela tragédia e acabou se suicidando.
A vida de nenhum dos três foi fácil ao longo dos últimos anos. Acho que a ideia do dorama é dar visibilidade não apenas ao sofrimento por perder alguém em uma tragédia como o desabamento de um shopping, mas a dor e a culpa dos que sobrevivem a essas tragédias. E é o caso de Moon Soo e Gang Doo. No desmoronamento, ambos perdera um ente querido e ambos ficaram soterrados por vários dias. isso causa traumas em qualquer pessoa. Moon Soo se culpa por não ter cuidado da irmã mais nova no dia do acidente, por não tratá-la bem por causa de ciúmes, por ter chamado seu primeiro amor para encontrá-la no Shopping naquele dia... sua família foi destruída pela tragédia. Seus pais vivem separados, sua mãe é alcoólatra e ela não consegue esquecer (e sua mãe também não permite que isso aconteça) o dia do acidente. Seu consolo, talvez, é que perdeu parte das memórias por causa do trauma.

Gang Doo, por sua vez, não teve a mesma "sorte". Ele se lembra de cada detalhe do desmoronamento e dos vários dias em que ficou soterrado, no escuro, ora sozinho, ora acompanhado... Além de perder o pai na tragédia, ele machucou gravemente uma das pernas, acabando com seu sonho de ser jogador de futebol. Além disso, desde então ele tem visões e ouve uma certa voz. Ele também sente culpa.
Certa noite Moon Soo encontra Gang Doo quase inconsciente em um beco, após ser agredido por uns caras e o socorre. Parece ser o primeiro encontro de duas pessoas desconhecidas, parece ser o acaso... mas não é. Ao longo dos episódios vamos vendo que Moon Soo e Gang Doo estão conectados de um modo inquestionável e não apenas por serem sobreviventes do desmoronamento. E eles acabam se aproximando um do outro quando precisam trabalhar juntos. Eles precisarão de muita força e coragem para superar os próprios traumas e trabalhar na construção de um memorial para as vítimas do desabamento do shopping... que será construído no exato lugar do desabamento.
Ela, por ter se especializado na construção de maquetes arquitetônicas que visam evitar tragédias semelhantes à que ocorreu há mais de dez anos; ele, no canteiro de obras.
"Just Between Lovers" é um dorama cru e certeiro, que reúne vários ingredientes de peso: um roteiro muito bem feito (em que tudo está interligado), uma carga dramática densa, uma ost que serve como uma luva ao dorama, muitas mensagens passadas ao longo da história, personagens bem construídos, reviravoltas, atuações incríveis e uma química excelente entre os protagonistas.
Vou logo dizendo: chorei em TODOS os episódios. Isso não quer dizer que se trata de um daqueles doramas melosos sobre amor complicado e tal, mas sobre como é difícil sobreviver, como é difícil (sobre)viver... "Nada é fácil no mundo. Continuar vivendo só respirando é difícil". Trata-se de um dorama sobre a dor, sobre a perda, sobre os diferentes modos de lidar (ou não) com essas coisas: "Uma pessoa que chora mais alto não significa que sente mais dor".
E, preciso dizer, o Junho (2PM) está de parabéns. Eu já havia visto a atuação dele em "Chief Kim", mas o Gong Doo foi seu primeiro protagonista e... arrasou. Outra pessoa que arrasou foi Kim Kang Hyun, no papel de Sang Man. A princípio pareceu que ele seria o alívio cômico do dorama, um amigo e vizinho "especial" de Gang Doo, que aparentemente tem autismo ou algo do gênero, mas... além do show de atuação, ele foi uma grata surpresa ao longo do dorama, um personagem que demonstrou uma "inteligência sensível", capaz de ver o que os demais personagens não viam e soltando umas frases que iam certeiras ao coração (e me arrancando algumas lágrimas).
Enfim, preparem-se para se emocionar e chorar até o último minuto e, assim que terminar, desejar sentir tudo novamente. "Just Between Lovers" é aquele tipo de dorama que causa algum tipo de mudança dentro de nós. Foi assim comigo.
Bem, eu já comentei que a ost é perfeita, né?! E é mesmo! Sabem aquelas músicas que tocam em filmes japoneses (animações em especial, tipo "5 centímetros por segundo" ou "Your Name")? Daquelas que no primeiro verso arrepia todos os pelos do corpo? Pois bem, é desse tipo de música que eu estou falando. Saca só: I Open My Eyes (Zitten), Aurora (Savina & Drones ft. Kim Kyung Hee), Where We (Ryu Ji Hyun & Kim Kyung Hee - April 2nd), What Do You Need To Stay (Junho). ❤

Se quiserem conferir (e eu torço para que queiram, pois o dorama é MARAVILINDO!), os 16 episódios estão disponíveis online no Viki (para assinantes) e gratuitamente no Kingdom Fansubs e no Animes CX.

E eu termino essa resenha com mais uma citação do dorama:
"As pessoas dizem isso como uma palavras de consolo: 'Isso também passará'.
Elas estão certas. Não importa o quão ruim seja uma situação, tudo passa. Mas... o problema é que elas sempre voltam." 
***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)