27 de julho de 2017

Na Telinha ou na Telona... #91

Olá gente lindaaaa!
Hoje é dia de falar sobre dorama, claro! Dia de fazer uma indicação que você não vão poder recusar, afinal, trata-se de um mini-drama. isso significa que você podem assistir tudinho em duas horas. Não tem desculpa, gente! Estou falando de "Splash Splash Love", cujo único defeito é o de ser um mini-drama, pois eu queria muuuuuito mais episódios, pelo menos 50.

Sinopse: Quão longe você consegue ficar do inevitável? Dan Bi (Kim Seul Gi) é uma colegial do ensino médio que tem uma habilidade especial. Ela pode se transportar para qualquer lugar em dias chuvosos. Dan Bi odeia matemática e desistiu dos seus futuros sonhos porque exige a matemática! No dia de prestar o vestibular para entrar na faculdade, ela não consegue lidar com a pressão e foge para um parque infantil. Era um dia chuvoso e ela salta em uma poça d'água, sem saber o porquê, ela é transportada para o período da dinastia Joseon, onde ela encontra o jovem rei Lee Do (Yoon Doo Joon). O jovem rei está em uma situação difícil devido a seca e a propagação de uma epidemia. Quando ela tenta dizer ao tribunal que é uma "gosam" (colegial secundarista), pensam erroneamente que ela é um eunuco que pode trazer a chuva tão necessária nesse período. Pode Dan Bi provar a sua utilidade ao rei para continuar viva, e ela terá que usar a matemática para fazer isso? "Splash Splash Love" é um Drama Especial Sul-Coreano de 2015 com 2 episódios. Escrito e dirigido por Kim Ji Hyun.

ELENCO PRINCIPAL:

- Kim Seul Gi como Jang Da Bi (uma aluna do ensino médio abaixo da média que está se preparando para prestar vestibular; ela odeia matemática, mas ao ser transportada para o passado, na dinastia Joseon, para não ser morta ela acaba tendo de ensinar matemática a ninguém menos que o próprio rei);
- Yoon Doo Joon como Rei Lee Do (Rei de Joseon, com um espírito competitivo; sucedeu ao trono em uma idade precoce. Adora matemática e está lutando para reforçar a sua influência como um jovem rei, porque ele ainda é politicamente fraco e seus cidadãos estão sofrendo com doenças e a seca. O encontro inesperado com uma garota do futuro irá ensiná-lo a abrir o seu coração);
- Jin Ki Joo como Rainha So Heon (passado) /  amiga de Da Bi (futuro);
- Ahn Hyo Sup como Che Ah Jin (amigo e soldado do rei);
- Go Kyu Pil como Professor de Matemática (presente) / chefe dos eunucos (passado).

Minha opinião: Amei!
Na primeira semana de junho, eu a Nath (Nathália Cardoso Leu) e mais três amigas dela nos juntamos para fazer uma bela de uma maratona de doramas. No entanto, duas dessas amigas nunca tinham visto um dorama na vida, por isso resolvemos começar por um mini-drama que muita gente indicou, "Splash Splash Love".
E sim, trata-se de mais um dorama sobre viagem no tempo. A-D-O-R-O!
Jang Da Bi é uma colegial que está prestes a prestar vestibular. Ela não é o que podemos chamar de aluna acima da média e odeia matemática. Apesar de não saber exatamente o que fazer do futuro, ela sofre uma grande pressão por parte da mãe para passar no vestibular e entrar na universidade.
No dia do vestibular, no entanto, temendo falhar e provar a todos que ela não passa de uma inútil sem capacidade e sem sonhos, ela acaba fugindo ao chegar no portão da escola onde a prova seria aplicada.

Debaixo de muita chuva, ela para em um parquinho e, após ouvir o som de tambores e perceber que seu pé afundava em uma poça d'água, ela resolve se jogar nessa água com a esperança de desaparecer. Em vez disso, no entanto, ela é transportada para a dinastia Joseon, exatamente durante uma cerimônia realizada para pedir por chuva.
Claro que em um primeiro momento ela demora para perceber o que aconteceu e, após uma confusão com a palavra "colegial", que também significa "eunuco", ela é confundida com um eunuco do palácio.
Para não ser morta, ela finge ser um eunuco e, por ter muito mais conhecimentos gerais do que todos de Joseon, ela passa a ensinar um pouco de tudo o que sabe ao rei Lee Do, que deseja sabedoria para ser um bom rei e conseguir ajudar seu povo a superar a seca de mais de três anos. O mais engraçado é que ela passa a ensinar de matemática (embora ela não tenha sido a melhor aluna) a agricultura. Com a proximidade diária entre Da Bi e o rei, uma "amizade" acaba surgindo.
Enquanto isso, Da Bi espera pela próxima chuva para finalmente poder voltar para casa.
Mesmo sendo apenas dois episódios, há muitas cenas engraçadíssimas, como a em que o rei confunde um tradicional bolinho de arroz coreano no formato de um triângulo com uma bomba. Foi impagável ver o rei todo pomoso arremessando a "bomba" e se jogando no chão hahaha. 
O mais engraçado é o fato de Da Bi sempre ter detestado doramas históricos e, logo no comecinho do primeiro episódio, ela ter cogitado que seria uma vantagem ter vivido na dinastia Joseon, porque lá ela não precisaria saber matemática. Coitada, foi exatamente o contrário.
A matemática e demais conhecimentos foi justamente o que a manteve viva. 
Acho que a mensagem que o dorama quis passar é que ninguém é inútil, todos temos algo a oferecer e, e isso pode ser nossa própria companhia. 
Há algumas cenas e acontecimentos no início do dorama que parecem aleatórios, mas tudo é usado em determinado momento, tudo é útil no desenvolvimento da história.
E que coisa mais fofa é ver esses dois juntos, gente?! Sério, tanto dorama ruim (ou bem mais ou menos) por aí, com casais sem nenhuma química e mais de 20 episódios... não entendo porque "Splash Splash Love" tinha que ser tão curtinho. #chateada
Bem, pra vocês terem uma noção do quanto eu gostei desse mini-drama, como eu disse no início da resenha, assisti no primeiro final de semana de junho (03/06) e hoje, enquanto faço essa postagem (09/06), estou assistindo novamente.
Outra coisa que preciso comentar é o final. Ai, que final mais lindo e perfeito e sensacional e fofo, minha gente! <3
Como eu já disse, são só duas horinhas, gente. Não tem desculpa para não assistir.
E se você me perguntarem sobre pontos negativos, além do fato de que senti falta de mais uns 50 episódios, o único problema de "Splash Splash Love" é a presença dos ministros da corte, típicos em doramas que se passam na dinastia Joseon, sempre com aquela ladainha e muitas planos diabólicos para controlar o rei. Ai, como eu odeio essa gente! haha Do resto, amei tudo, tudo, tudo. Dois episódios para rir, suspirar, chorar e suspirar de novo. <3
P.S.: sem contar que o rei é praticamente um sósia (mais jovem, é verdade) do ator So Ji Sub. #megusta

A trilha sonora (que você sabem que eu amooo) está um amorzinho, também: Splashing to You (Kim Hyung Joong), Good Luck (Peppertones), I Only Respond To You (Lee Seung Hwan) e Don't go - One More Chance (não sei quem canta).

Vocês encontram os episódios na versão filme (2 episódios de mais ou menos 1 hora cada um) ou na versão mini-drama mesmo (com 10 episódios de mais ou menos 15 minutos cada) no Viki.

***
Espero que vocês gostem!!

Beijos e amassos!!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)