11 de maio de 2017

Na Telinha ou na Telona... #81

Olá gente lindaaa!
Se você quer conhecer uma super heroína, diferente de tudo o que você já viu, assista "Strong Woman Do Bong Soon"! Sim, é um dorama coreano! Sim, eu amei! Sim, sou a louca dos narizes e não consigo parara de olhar para o nariz perfeito do protagonista! Sim, você precisa assistir!
Essa belezinha foi ao ar entre fevereiro e abril desse ano e foi uma verdadeira agonia acompanhar episódio a episódio e esperar toda semana pelos episódios seguintes.

Sinopse: Uma garota incrivelmente forte morre de amores pelo crush de infância dela, mas ele, infelizmente, gosta de mulheres que são muito mais elegantes do que a desajeitada Bong Soon. Enquanto tenta conquistá-lo, ela consegue um emprego como guarda-costas de um CEO lindo. No entanto, nem ela tem a força necessária para romper o ego impenetrável de seu chefe cabeça dura. Do Bong Soon (Park Bo Young de Oh My Ghostess) é forte, assustadoramente forte. Tão forte que ela acidentalmente quebra tudo o que toca. Mas com grandes poderes vêm grandes responsabilidades, algo que nossa heroína mostra ter quando vê um molestador no metrô e, na hora, quebra o dedo dele no meio. Do Bong Soon, no entanto, é o símbolo da bondade. Ela é naturalmente gentil e não machucaria nem uma mosca. Ela é alegre e otimista, mas tem um grande defeito: é apaixonada pelo In Gook Doo (Ji Soo de Fantastic e Scarlet Heart: Ryeo), seu amigo de infância. Infelizmente, ele gosta de garotas elegantes e femininas, algo que a desajeitada Do Bong Soon definitivamente não é. Mas isso não significa que ela vai desistir de tentar conquistá-lo. 
A força de Bong Soon a ajuda a arranjar um emprego. Ela tem que que ser a guarda-costas do arrogante chaebol Ahn Min Hyuk (Park Hyung Sik de Heirs e Hwarang), CEO de uma empresa de jogos. Ahn Min Hyuk sabe jogar todos os tipos de jogos errados. Ele é esquisito, mimado, dominador e muitas vezes mostra um absoluto desrespeito pelas regras e cortesia comum. A personalidade dele bate de frente com a da certinha Do Bong Soon, mas não demora muito tempo para o gelo entre os dois começar a derreter e as coisas começarem a esquentar. Será que o CEO do jogo se tornará uma pessoa melhor e conquistará o coração da nossa mulher forte? Ou será que ela sempre suspirará pelo homem que não gosta da força que a torna única?

ELENCO PRINCIPAL:

- Park Bo Young como Do Bong Soon (jovem meiga, mas com um super-poder: força; ela é de uma família em que todas as mulheres nascem super fortes e passou a vida toda tentando conter a própria força para não chamar a atenção);
- Park Hyung Sik como Ahn Min Hyuk (CEO de uma empresa de vídeo-games; ele 
- Ji Soo como In Gook Doo (um detetive novato e idealista que é apaixonado pela justiça; é amigo de colégio de Bong Soon por quem ela tem um crush há anos);
- Jun Suk Ho como Kong Bi Seo (secretário de Min Hyuk);
- Ahn Woo Yeon como Do Bong Ki (irmão gêmeo de Bong Soon; tornou-se médico para tentar encontrar uma cura para a irmã).
Minha opinião: Amei!
Bem, o que falar sobre esse dorama? Embora a a história tenha deixado a desejar, fiquei completamente apaixonada pelos protagonistas e foi impossível parar de assistir.
Do Bong Soon nasceu em uma família em que todas as mulheres têm uma super força, por isso ela passou a vida se controlando para não usar a própria força, para não machucar ninguém ou ser notada. Quem olha para ela, tão pequena, frágil e fofa, não imagina a força que ela tem.
Ela sonha em trabalhar no desenvolvimento de jogos em uma grande empresa, e desenvolver um jogo que ela seja a heroína.
Mas por falta de qualificação (já que ela não é muito esperta), ela nunca conseguiu.

Porém, ela fica um pouco mais perto desse sonho quando Ahn Min Hyuk, CEO da tal empresa, presencia uma cena inusitada: ela dando uma surra em vários homens de uma gangue. Interessado e curioso com a cena, Min Hyuk propões para Bong Soon que ela seja sua guarda-costas, pois ele tem sido ameaçado nos últimos meses.
Desde o primeiro momento é imossível não se encantar por esse CEO, gente! Ele fica caidinha pela Bong Soon quando vê o que ela é capaz de fazer. Sexo frágil, que nada, ele gosta é de girl power!

Bong Soon, porém, só tem olhos para In Gook Doo, seu amigo de colégio. Gook Doo é um policial marrento pra ninguém botar defeito, mas parece ver Bong Soon apenas como amiga, apesar de se preocupar bastante com ela e sempre querer protegê-la.
Eu confesso que, além dos teasers promocionais do dorama, o que me fez começar a assistir Strong Woman assim que o primeiro episódio foi liberado, foi a esperança de ver Ji Soo (que interpreta Gook Doo) sair da friendzone. gente, não aguento mais ver o coitado sobrando! haha (acho que em Doctor Cruch e Moon Lovers já foi suficiente).
Bem, posso dizer que esse dorama é composto de quatro partes (em praticamente em todos os episódios):

  • Parte fofa: protagonizadas pela fofíssima Bong Soon e o CEO, que dá vontade de esmagar de tão maravilhoso;
  • Parte engraçada: seja por conta da super força da Bong Soon, do caçado que algumas pessoas (inclusive o CEO) tem dessa força, seja por outras razões;
  • Parte chata: sabem aquelas cenas totalmente desnecessárias que parecem ter sido colocadas no episódio só pra ocupar espaço?Pois bem, devo admitir que há muitas cenas desse tipo, sempre protagonizadas pela gangue que levou uma surra de Bong Soon. Aquilo devia ter durado poucos episódios, não o dorama inteiro;
  • Parte tensa: há um maníaco atacando mulheres na vizinhaça de Bong Soon e tanto a polícia quanto a nossa protagonista querem muito pegá-lo. São tensas todas as cenas em que ele aparece, seja atacando mulherees, dispistando a polícia, sendo mais esperto que todos mundo. Sério, acho que nunca vou conseguir olhar para o ator sem me lembrar desse personagem asqueroso.
Em certo momento da história, Bong Soon decide usar sua força para o bem (já que se ela fizer mal uso dessa poder, ela pode perdê-lo) e está decidida a capturar o maníaco que tem aterrorizado as mulheres de sua vizinhança. E, mesmo com o apoio de Min Hyun (que, repito, está caidinho por ela), ainda precisa bancar a frágil diante das outras pessoas, principalmente Gook Doo. Por um lado, ao mesmo tempo em que eu shippei ela com o CEO, pelo fato de os dois serem tão fofos juntos e de ela poder ser ela mesma perto dele, também torci muito para que ela fosse correspondida pelo primeiro amor.
E embora desde o início haja o indício de um triângulo amoroso, esses três protagonizam muitas cenas engraçadíssimas que nos rendem boas risadas: seja por mal-entendidos, consequência de excesso de bebida ou imaginação fértil de Bong Soon.
Se eu recomendo esse dorama? Claro que sim! Mas, saibam que não há grandes aprofundamentos na história dos personagens, de modo que o que "carrega" a história até o fim é o caso do maníaco e a química incrível entre os protagonistas. era tanta fofura desses dois (juntos ou separados) que eu precisava ficar voltando certas cenas para rever diversas vezes. E preparem-se para o final de dorama mais fofo de todos os tempos! <3
Quanto a trilha sonora, viciei nessas: You Are My Garden (Jeong Eun Ji), Because of You (Park Hyung Sik) e How Would It Be (Standing Egg <3).

Os 16 episódios estão disponíveis no Viki, no DramaFever (para usuários Premium) e no fansub Kingdom Fansubs.

CONFIRAM AO TRAILER ABAIXO:

***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)