4 de maio de 2017

Na Telinha ou na Telona... #80

Olá gente lindaaaa!!
Hoje vim falar do dorama coreano "One Percent of Something", também conhecido como “Something About One Percent”. Trata-se de um remake de um drama de 2003 do canal MBC (ambas as versões são baseadas no romance de 2002 “1%ui Eoddungut” de Hyun Go Woon). O drama foi exibido de outubro a novembro de 2016. 

Sinopse: Lee Jae In (Ha Jin Suk) é um herdeiro chaebol bonito e inteligente, todos os requisitos, que previsivelmente, fazem dele um arrogante. Embora o seu profissionalismo inflexível faça com que ele seja mais agradável com os clientes do seu hotel, simpatia e educação não fazem parte de suas relações pessoais. No entanto, ele sofre um despertar abrupto quando descobre que seu avô não deixou para ele, toda a herança, que ele estima tanto. Ao invés disso, a chave para a sua fortuna vai para Kim Da Hyun (Jun So Min), uma professora do primário de temperamento forte, que é uma completa estranha para o Lee Jae In. Mais o mais estranho de tudo isso, é o testamento do seu avô que deixa toda sua herança para Kim Da Hyun e seu cônjuge. O que forçou, avô e neto, chegarem em um meio termo, onde Lee Jae In terá que viver com Kim Da Hyun por seis meses. Se ele se recusar ou desistir de tentar isso, o nosso grande chaebol terá que esquecer para sempre aquilo que faz dele um chaebol. Pode um casamento arranjado na pressão resultar em algo mais significativo, ou o nosso chaebol arrogante deixará de viver com a professora, logo que o contrato de casamento terminar? 


ELENCO PRINCIPAL:

- Ha Seok-Jin como Lee Jae-In (herdeiro chaebol; lindo, rido e arrogante; é o terror de seus funcionários por conta de seu péssimo temperamento; como condição para ser herdeiro do avô, ele tem de namorar por seis meses com uma desconhecida - escolhida pelo avô);
- Jeon So-Min como Kim Da-Hyun (professora do primário; mulher simples, sem muitas ambições, mas completamente apaixonada pela profissão; está sempre disposta a ajudar as pessoas sem esperar nada em troca); 
- Im Do-Yoon como Jung Hyun-Jin (amiga de Da-Hyun)
- Kim Sun-Hyuk como Park Hyung-Joon (advogado e amigo de Jae-In).
- Joo Jin-Mo como Lee Kyoo-Chul (avô de Jae-In).

Minha opinião: adorei!
Bem, apesar de ter outros 373849 doramas vistos pela metade, e apesar de ter outras coisas pra fazer, estava precisando de um romance / comédia romântica para assistir no feriado de páscoa. Pois bem, navegando pelo Drama Fever (já que agora sou uma usuária Premium, graças a Deus - e aos amigos dorameiros), decido assistir ao primeiro episódio de "1% of Something". Quando percebi que eram episódios de 35 minutos (em médias), não consegui parar: devorei tudo em dois dias!
Sim, a história é recheada de clichês, mas era exatamente disso que eu estava precisando: um romance clichê, com pitadas de humor e cenas de arrancar suspiros.
Acho que todos conhecem a frase-ditado-provérbio (seja lá qual for o nome) "faça o bem sem olhar a quem". E, sem tem uma frase que define a protagonista desse dorama com perfeição, é essa. Kim Da-Hyun é uma jovem professora do primário que é apaixonada por seu trabalho e vive indo a encontros às cegas agendados por sua mãe, que deseja vê-la casada com um herborista. Certo dia, Da-Hyun (chamada de DaDa pelos mas próximos), acaba salvando a vida de um senhor e arcando com as despesas hospitalares dele. O que ela não poderia imaginar é que esse senhor é, na verdade, o presidente de uma rede de hotéis, que iria querer recompensá-la de algum modo.
Lee Jae-In, por sua vez, apesar de ter sua própria fortuna, é candidato a herdeiro do avô. Ele é lindo, rido, inteligente, mas com um temperamento terrível. Todos os funcionários costumam temê-lo e ele também não faz questão de ser gentil ou educado, a não ser que a pessoa se trate de um hóspede de seu hotel.
Conhecendo o mal gênio do neto, Lee Kyoo-Chul, avô de Jae-In. agradecido por ter avida salva pela professora Da-Hyun, faz uma alteração em seu testamento: sua herança será entregue à professora ou ao neto que conseguir se casar com ela.
A primeira reação do temperamental Jae-In foi se recusar, mas depois ele, juntamente com seu amigo e advogado Park Hyung-Joon, procuram Da-Hyun (Jae-In tem certeza que a professora é uma vigarista que seduziu seu avô).
Após alguns confrontos, Jae-In e Da-Hyun fazem um acordo que beneficiará ambos: um namoro de seis meses com base em um contrato assinado. Ele convencerá o avô que esse período de namoro é o suficiente e Da-Hyun ajudará a escola em que trabalha e um jovem órfão que acaba de debutar.
Ok, nós já estamos cansados de ver namoros / casamentos por contrato em doramas e estamos cansados de saber que isso nunca funciona. Ainda assim é divertido acompanhar, né?!
No caso de "1% of Something" o mais legal é que, apesar de ser uma namoro por contrato, o prota não faz cerimônia e vive querendo algum contato físico (e tem uma pegada pra dorameira nenhuma botar defeito!).
E agora é o momento de eu falar sobre minha relação de amor e ódio com esse protagonista... no primeiro episódio e fiquei "amarradona" no jeitão marrento, sexy, sexy e sexy dele (ADORO!), mas assim que o tal namoro falso começou, ele se mostrou possessivo, ciumento e controlador, o que não faz sentido nenhum em se tratando de um namoro falso (e também não faria sentido nenhum - E NÃO SERIA ACEITÁVEL - em um um relacionamento de verdade...). Quem assiste a muitos doramas de romance, deve ter percebido que é bem frequente o protagonista ter ações do tipo: pegar a garota pelo braço e sair arrastando, proibir
que a garota converse ou se relacione com outro homem, proibir o uso de certas roupas e por aí vai.... Machismo que não acaba mais!
Pois é, em "1% of Something" não foi diferente, o protagonista deu um show de vergonha alheia com atitudes desse tipo. Sinceramente, passei a odiar ele nesse momento. Mas, para minha alegria, ele e reconquistou nos episódios seguintes e eu terminei o dorama caidinha por ele novamente e ele deixou de ser um completo idiota. Final feliz! hehe
Eu não conhecia o ator, mas assim que terminei o dorama fui procurar por outro (que já comecei a assistir e logo conto pra vocês!).
Bem, aos beijoqueiros de plantão, já aviso que em "1% of Something" não tem miséria. Com namoro falso ou não, os beijos são bem "de verdade", e são muitos. Esse casal "falso" beija mais do que muito casal "de verdade" dos doramas. Aproveitem!
Ah, e a moral da história não poderia ser outra: "Faça o bem sem olhar a quem, pois você pode encontrar um CEO pronto para arranjar uma esposa para um dos netos gatos e marrentos!" haha

Quanto a trilha sonora, me apaixonei por Love Therapy (Na Yoon Kwon feat Han Yeri) e I Want You Bad (Lee Hae In e Baek Seung Heon).

Os 16 episódios estão disponíveis no DramaFever (para usuários Premium).

***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)