15 de dezembro de 2016

Na Telinha ou na Telona... #72

Olá gente lindaaa!
Hoje vim falar de um dorama coreano que me fez rir como há tempos eu não ria. Estou falando do recente (e fofo!) "Shopping King Louie" (Rei das Compras, Louie).

Sinopse: Uma vida de privilégios pode ser bastante solitária. Kang Ji Sun (Seo In Guk) tornou-se o único herdeiro chaebol do conglomerado de sua avó após a morte de seus pais em um trágico acidente quando ainda era criança. Criado por sua avó superprotetora, ele viveu como "Louie" nos Estados Unidos, protegido da vida real e sem amigos de verdade. Louie tenta preencher seu vazio emocional viajando o mundo inteiro e gastando dinheiro sem sequer se importar com o que está comprando. Ao retornar para a agitada cidade de Seul, na Coreia, ele sofre um acidente e perde a memória, ficando sem ideia nenhuma de quem ele é ou onde vive! Mas Louie acaba encontrando Go Bok Shil (Nam Ji Hyun), uma jovem de uma cidadezinha do interior que veio para Seul a fim de se tornar alguém, e que acaba o levando para sua casa. Cha Joong Won (Yoon Sang Hyun), um diretor de departamentos da avó de Louie, começa a ver o jovem como uma ameaça à sua carreira, e também se apaixona por Bok Shil. Poderia Bok Shil ajudar Louie a retornar a seu lugar por direito na vida? "Rei das Compras, Louie" é um drama coreano de 2016 dirigido por Lee Sang Yeob.

ELENCO PRINCIPAL:

- Seo In Guk como Kang Ji Seong/Louie (o último herdeiro sobrevivente de uma presidente de chaebol. Tendo crescido em um ambiente protegido e mimado na França, ele faz compras para conter a sua solidão. Um dia, ele encontra-se jogado na agitada Seul depois de ter perdido a memória);
- Nam Ji Hyun como Go Bok Shil (uma garota simples de uma área rural de Gangwon; embora ela seja analfabeta com a tecnologia, Bok-shil é rápido em se adaptar a novas situações);
- Yoon Sang Hyun como Cha Joong Won (diretor do departamento de merchandising do Gold Group e Goldline.com. Ele tem uma personalidade espinhosa e é o rival de Louis no amor);
- Im Se Mi como Baek Ma Ri ("amiga" de infância de Louie, que tem um amor unilateral por ele. Ela mais tarde se apaixona por seu chefe, Joong-won).

Minha opinião: Amei!
O que dizer sobre "Shopping King Louie"? Confesso que ainda não sei. Trata-se de um dorama tão fofo, tão simples, mas ao mesmo tempo tão sensível que eu fico sem palavras. E mais, há tempos eu não ria tanto!

Louie é um jovem de 25 anos que cresceu como se estivesse em uma redoma de vidro. Após a morte de seus pais, ele fica aos cuidados da avó, que temendo que algo de ruim acontecesse ao neto e ela o perdesse como aconteceu com o filho e a nora, ela o envia para a França, onde ele cresce na companhia apenas do mordomo Kim, seu único amigo. Ele é um comprador compulsivo e passa todo o seu tempo livre (que é muito) fazendo compras milionárias, on-line ou não. Aquela tentativa de preencher o tal vazio existencial, né?! Na ausência da família ele tenta se satisfazer por meio de objetos caros.
Quando Louie finalmente tem a chance de voltar para a Coréia, embora não por boas razões, ele acaba sofrendo um acidente de carro e perde a memória. Assim, passa a viver como um mendigo, enquanto sua família pensa que ele está morto.
Quem o encontra é a jovem Go Bok Shil, que deixa sua casa na montanha, onde sempre viveu isolada com a avó, para procurar o irmão mais novo que fugiu de casa.
Ao se deparar com Louie, usando as roupas de seu irmão e, ao descobrir que o rapaz perdeu a memória, ela decide ajudá-lo até que ele se lembre de onde encontrou seu irmão.
A partir disso, Louie passa a seguir Bok Shil por todos os lado. A inocência (e falta de noção) de Louie somada a bondade de Bok Shil nos rende várias cenas engraçadíssimas e fofíssimas desses dois, que passam a viver juntos.
Apesar de, às vezes, o Louie dar nos nervos de tão folgado, é impossível não gostar dele. Ele se esqueceu de tudo sobre quem ele é, mas se lembra muito bem de como fazer compras desnecessárias. É divertidíssimo!
Sabem aquele tipo de casal que vai acontecendo aos poucos e é pura fofura? São a Bok Shil e o Louie, com certeza. Ambos são boa gente e super ingênuos, uma gracinha. Claro que essa característica fofa deles causa alguns problemas, mas é a vida rs.
Uma coisa que me desapontou um pouco foi a mudança física de Bok Shil. No início do drama ela tinha a pela mais bronzeada, por ter crescido no meio do mato, levando uma vida dura de trabalho no campo e cabelos encaracolados, mas pouco tempo após se mudar para Seul ela fica milagrosamente com a pela clara e aparece com os cabelos lisos e de uma cor diferente. Mas, por outro lado, a essência da personagem e seu jeito bondoso e solitário (e que faz ela se ferrar muito) se mantém até o final. ♥
Passamos a acompanhar o modo como a santa Bok Shil tenta ensinar Louie o verdadeiro valor do dinheiro e o fato de que eles deve economizar para as coisas mais essenciais. E, se pensarmos no modo como Louie foi criado, é de dar pena o fato de ele realmente ter começado a viver apenas após perder a memória. Ele, apesar de todo o dinheiro, luxo e compras milionárias, nunca tivera o prazer das coisas mais simples, como uma refeição simples na companhia de alguém querido. E acho que encontrei um personagem que, assim como eu, ama café e odeia insetos! haha
Comecei a assistir a esse dorama sem muitas expectativas, já que não havia visto nenhum comentário sobre ele e não me arrependo. Não vou dizer que foi o melhor dorama que assisti no ano (afinal, não é fácil superar Moon Lovers e Descendants of the Sun), mas entra para a lista dos TOP 5, com certeza. 
Acho que as várias lições que o dorama passa são incríveis e o amor entre o casal protagonista é um exemplo de sinceridade. Eles realmente se amam pelo que são, sem interesses ou preconceitos. Muito amor, gente! ♥
E o que falar dos personagens secundários? Só tornaram tudo ainda mais engraçado. O ranzinza diretor Cha Joong Won (que também fez um personagem hilário em Secret Garden) logo se encanta por Bok Shil, que inicialmente trabalha como faxineira na Gold Group (que por sinal é a empresa da família do Louie) e resolve tê-la como estagiária no departamento de marketing. A dinâmica entre ele e Louie é demais! Um com ciúme do outro leva a diversas cenas de morrer de rir. Além dele há também a "vilãzinha", Ma Ri, que acaba se tornando uma personagem cômica com o passar dos episódios, principalmente quando In Sung, o vizinho de Louie, entra em cena. Falando em cena, a cena em que ele passa pela situação mais constrangedora do mundo inteiro dentro do carro com Ma Ri (por quem ele é apaixonado) é impagável! Acho que nunca ri tanto na minha vida! (Vejam a cena AQUI!)
Enfim, só posso recomendar esse dorama e dizer que não tem como vocês não gostarem. Sério. É engraçado, fofo, sensível... um dorama despretensioso que conquista fácil, fácil.
Cena impagável de quando nosso casal protagonista fez permanente nos cabelos. hahah Dois poodles!


E a trilha sonora, gente? Nunca vi mais linda! Entrou para o TOP 3! 
Não consegui escolher minhas favoritas, então vou deixar linkada a playlist completinha. Além da ost do drama, ao longo dos episódios, tocam várias músicas antigas que todo mundo adora (que também estão na playlist linkada). Não deixem de ouvir, pois é sensacional!

Se quiserem conferir essa belezinha, tem os 16 episódios legendados em português disponíveis para download e online no Fighting Fansub. Assistam e voltem aqui pra me contar o que acharam! ;)

***
Espero que vocês gostem!!

Beijos e amassos!!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)