25 de março de 2013

RESENHA: Garota Exemplar

Editora: Intrínseca
Autor(a): Gillian Flynn
Número de Páginas: 448

Sinopse: Uma das mais aclamadas escritoras de suspense da atualidade, Gillian Flynn apresenta um relato perturbador sobre um casamento em crise. Com 4 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo – o maior sucesso editorial do ano, atrás apenas da Trilogia Cinquenta tons de cinza –, "Garota Exemplar" alia humor perspicaz a uma narrativa eletrizante. O resultado é uma atmosfera de dúvidas que faz o leitor mudar de opinião a cada capítulo. Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, a linda e inteligente esposa de Nick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississippi. Aparentemente trata-se de um crime violento, e passagens do diário de Amy revelam uma garota perfeccionista que seria capaz de levar qualquer um ao limite. Pressionado pela polícia e pela opinião pública – e também pelos ferozmente amorosos pais de Amy –, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamentos inapropriados. Sim, ele parece estranhamente evasivo, e sem dúvida amargo, mas seria um assassino? Com sua irmã gêmea Margo a seu lado, Nick afirma inocência. O problema é: se não foi Nick, onde está Amy? E por que todas as pistas apontam para ele?
Olá gente lindaaaa!!!
Vou iniciar a resenha de hoje com uma perguntinha: quantas resenhas de "Garota Exemplar" você leu ultimamente? Tenho certeza que foram várias, né?!
Bem, posso dizer que eu possivelmente li todas elas e, ainda assim, mesmo achando que estava bem informada, eu não estava nem remotamente preparada para o que eu acabei de ler. E digo mais, durante as primeiras 200 páginas eu fui enganada! Sim, enganada! E isso é..... revigorante!

Amy e Nick são casados há cinco anos e, o casamento não tão perfeito quanto aparenta ser. Amy não é tão perfeita quanto todos esperam que ela seja, pois ela não é a Amy Exemplar, da série de livros escrita por seus pais. Nick, por sua vez, também não é um exemplo de bom marido, mas....
Amy tem um hábito estranho, divertido e complicado de comemorar os aniversários de casamento: ela faz um caça ao tesouro. Esconde pistas em diversos lugares que foram, de alguma, forma especiais para o casal no ultimo ano e espera que Nick as encontre. É complicado esperar que alguém ache os mesmo lugares importantes e especiais, né?! Mas ela fica emputecida todo ano, pois ele é péssimo em desvendar suas pistas bem elaboradas e cheias de trocadinhos e piadas internas.
Bem, até aí tudo normal, né?! Um casamento como outro qualquer, uma relação cheia de altos e baixos como outro qualquer, né?! Mas, como tudo o que é sólido pode derreter, no quinto aniversário de casamento, Nick vai trabalhar (n'O Bar, um bar que administra junto com sua irmã gêmea) e, volta ao receber um telefonema de um vizinho dizendo que a porta de sua casa está escancarada e seu gato pode escapar. Bem, o fato é que a cena que Nick encontra ao chegar em casa não é nada animadora: a sala está em uma verdadeira desordem. Objetos jogados por todo lado e, até o divã (que é mega pesado) está virado de cabeça para baixo. Nem sinal de sua esposa.
"O carpete reluzia com cacos de vidro, a mesa de centro quebrada. As mesas de canto estavam caídas, livros espalhados pelo chão como cartas de baralho. Até o pesado divã antigo estava de cabeça para baixo, seus quatro pés no ar como algo morto. No meio da confusão havia uma tesoura afiada." (página 33)
Atualmente, eles moram em North Carthage (Missouri), a cidade natal de Nick, onde Amy sequer tem amigos. No início do casamento, moravam em Nova York, mas após a mãe de Nick ser diagnosticada com câncer e o pai odiado ser internado com Alzheimer, "eles" decidem se mudar para a cidadezinha. O fato é que Amy sempre foi acostumada a boa vida, pois a série de livros escrita por seus pai, sobre SUA vida, rendeu MUITO dinheiro, mas....  o 20º volume da série não foi tão bem recebido quanto os outros e seus pais ficaram em uma situação financeira não muito boa. Resultado: Amy DEVOLVEU a eles o dinheiro que eles sempre depositaram em sua conta e, o pouco que restou ela entregou a Nick para que ele comprasse o bar que sempre quisera ter.
A trama é contada, intercaladamente, através do ponto de vista de Nick sobre os acontecimentos e, um diário de Amy, sete anos de confissões sobre a relação entre ela e Nick.
A Amy do diário é uma tonta! #prontofalei Uma mulher apaixonada que vê seu marido cada vez menos interessado nela e faz de tudo para agradá-lo. E o Nick, também do diário, não é o que podemos chamar de "o melhor marido do mundo". É um verdadeiro calhorda e.... quando descobrimos que o dito cujo tem uma amante MUITO mais jovem que ele, aí pronto: ele é verdadeiramente odiado pelo leitor e o principal suspeito pelo desaparecimento / assassinato de Amy. A pobre e doce Amy.
"A Amy de hoje era agressiva o suficiente para você às vezes querer machucá-la. Falo especificamente da Amy de hoje, que só é remotamente parecida com a mulher por quem me apaixonei. Havia sido uma medonha transformação de conto de fadas às avessas." (página 60)
Ao longo das investigações, tanto da polícia quanto do próprio Nick (que precisa achar um meio de desviar a suspeitas contra ele), diversos suspeitos em potencial vão surgindo: Desi, um ex-namorado da época de e faculdade que nunca superou a separação; Hilary Handy, uma (ex) amiga da época de colégio que era obcecada por Amy Exemplar; Tommy O'Hara, um ex-namorado acusado de estuprar Amy vários anos atrás e; Noelle Hawthorne, uma vizinha que jura ser melhor amiga de Amy, mesmo Nick sabendo que é mentira. Porém, embora todos sejam suspeitos, cada um deles têm uma história para contar a respeito de Amy e, por incrível que pareça, todas as pistas sempre acabam levando a suspeitas de volta para Nick.
Sem dúvida alguma Amy preparou o melhor caça ao tesouro para comemorar o quinto aniversário de casamento. Nick não tem nenhuma dúvida quanto a isso.
"Amy era tóxica, mas eu não conseguia imaginar um mundo inteiramente livre dela. Quem eu seria com Amy simplesmente sumida? Não havia mais opções que me interessassem. Mas ela tinha de ser subjugada." (página 425)
*****
Eu fui surpreendida de diversas formas por essa trama. Confesso que não me apaixonei pelas personagens logo de cara, pelo contrário, as primeiras 160/170 páginas foram realmente difíceis. De alguma forma eu não conseguia me envolver a história. Depois foi melhorando e... quando a cortina finalmente caiu e show começou de verdade, aí sim a coisa ficou incrivelmente viciante!
Como eu disse, fui enganada durante boa parte da leitura e, posso adiantar que NADA e NINGUÉM é o que parece ser. Amy realmente é uma garota exemplar, dependendo do ponto de vista e, Nick sabe muito bem disso. O desfecho ao mesmo tempo genial  e desesperador.
Super recomendo, mas.... por contas das primeiras 160 páginas sofridas para mim, não darei cindo estrelas (embora a genialidade do livro mereça).

Classificação:

****
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!

4 comentários

  1. Sinto que não importa o quanto eu me prepare, também serei enganada pela trama rs
    Parece ser um livro repleto de reviravoltas e muito bem construído!
    Todos comentam desse polêmico final, impossível não ficar curiosa.
    Beijos, Mandinha!

    ResponderExcluir
  2. normalmente quando eu espero muito de algum livro, acabo me decepcionando, mas acredito que com este vai ser diferente, que vou acabar me encantando mais ainda!

    ResponderExcluir
  3. A estoria do livro é bem interessante, adoro livros com intensidade, suspende e que me confundem até a ultima pagina... Mas, não crio tantas expectativas porque sempre me decepciono... Cuco foi o 1° livro de suspense que li e me decepcionei a bessa.

    ResponderExcluir
  4. Menina de Deus! Preciso desse livro. Sim, eu já li várias resenha desse livro mais a cada uma nova que eu leio me surpreendo mais.
    Pelo andam comentando o livro é muito bom, a história em si já deixa a gente super curiosa e querendo saber logo o que vai acontecer.
    Gostei muito da resenha, beijos...

    ResponderExcluir

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)