15 de maio de 2014

Na Telinha ou na Telona... #36


Olá gente lindaaa!!
Hoje venho falar para você sobre o último dorama que assisti e achei bem bacana. No dorama Marry Him if You Dare (Case com ele se você ousar) você encontra um velho conhecido, o líder, guitarrista e principal vocalista da banda coreana CNBLUE (<3), o Jung Young Hwa (Heartstrings, You're Beautiful).


Sinopse: Marry Him If You Dare retrata a relação de amor e trabalho de pessoas que trabalham em uma emissora de tv. Na Mi Rae tenta levar uma vida normal como operadora de call center, mas vê sua vida virar de cabeça para baixo no momento que encontra ela mesma no presente, alegando ser do futuro e quer ajudá-la a tentar construir um novo caminho para o futuro, diferente do que ela vai ter.

ELENCO PRINCIPAL:

- Yoon Eun-hye como Na Mi-Rae (tem 32 anos, é solteira, mora com o irmão e trabalha em um call center; vê sua vida de cabeça para baixo a conhecer a si mesma numa versão vinda do futuro);
- Lee Dong-gun como Kim Shin (âncora de um telejornal que acaba sendo 'rebaixado' para um cargo inferior; orgulhoso e teimoso, ele jura voltar à sua posição);
- Jung Yong Hwa como Park Se-Joo (neto da presidente da YBS, uma grande emissora de TV que se infiltra em uma equipe de redação, se passando por um VJ);
- Han Chae-ah como Seo Yoo-Kyung (repórter que sempre acaba tentando agradar demais os diretores com quem trabalha, mas esconde sua verdadeira origem e humildade de todos);
- Choi Myoung-Gil como Na Mi-Rae do futuro (a Na Mi-Rae que se arrepende de suas escolhas e tenta mudar o passado para mudar o próprio futuro).


Minha opinião: Gostei

Já imaginaram a confusão que seria se alguém aparece dizendo que é Você... vinda do futuro para dar um jeito na Sua vida (que também é a vida dela)? Uma loucura, né?!
Pois é o que acontece com Na Mi-Rae nesse dorama. Ela mora com o irmão e trabalha em um call center, embora seja infeliz nessa profissão.
Certo dia, ela se depara com uma senhora, afirmando se a própria Na Mi-Rae do futuro com o objetivo de impedir que ela fique arruinada. Claro que em um primeiro momento, Na mi-Rae acha que a mulher e louca, mas após escapar de um acidente de carro previsto pela doida mulher, ela fica com a pulga atrás da orelha. Sabem como é, acredita não acreditando... aquela coisa meio 'ficar em cima do muro'.
Acontece que a Na Mi-Rae do futuro já tem tudo planejado. Tudo o que ela precisa fazer é fazer com que Na mi-Rae Park Se-Joo  (futuro presidente da emissora YBS) se apaixone e evitar que Na mi-Rae conheça o apresentador Kim Shin. Simples assim. Mas.... nós sabemos muito bem como o destino costuma agir, né?! Na Mi-Rae do futuro está sempre tentando afastar sua versão mais jovens das graças garras de Kim Shin, mas de alguma forma eles sempre acabam se cruzando, se esbarrando, se entreolhando e... pa-pum. O sentimento é inevitável.
Ao voltar ao passado, Na Mi-Rae do futuro acaba fazendo com que sua versão mais nova tome outros rumos: ela se demite do call center e acaba conseguindo um emprego na emissora de TV YBS (com a ajuda de Kim Shin). Sim, o plano de Na Mi-Rae do futuro começa a dar errado aí. Entretanto, no mesmo programa de TV, trabalha Park Se-Joo, o neto da presidente da emissora, e único herdeiro, que se faz passar por um simples VJ e acaba se apaixonando por Na Mi-Rae. Parece tão simples seduzir dois caras lindo sendo alguém tão comum... #enganação 
Na Mi-Rae do futuro não deixou claro o porquê de Na Mi-Rae não poder, não dever se relacionar com o apresentador, mas cada vez mais somos levados a imaginar um futuro infeliz e desastroso para eles.
Confesso que o meu favorito, sem dúvida é Park Se-Joo (como resistir ao  Jung Yong Hwa do CNBLUE?). Ele está sempre por perto, compreende Na mi-Rae e prefere a garra dela, ao invés da beleza da repórter Seo Yoo-Kyung. Apesar disso, não posso negar que Kim Shin também tem seus méritos. Ele é todo arrogante e fechado, mas sempre acaba mostrando seu bom coração. Um exemplo disso é o fato de ele ser suuuuper correto e honesto.
Eu, apesar da minha preferência, não gostaria de estar no lugar de Na Mi-Rae e ter de me decidir entre esses dois.
Não sabemos em momento algum se o futuro de Na Mi-Rae será, realmente, alterado, mas uma coisa é certa: Na Mi-Rae se torna cada vez mais forte, mais independente e pareca ter encontrado algo de que realmente goste.
Só não gostei um pouco do final. Não vou dizer exatamente o que aconteceu, só digo que muito fica por conta da imaginação do telespectador. É claro que pelo desenrolar da história, podemos deduzir muita coisa, mas nos últimos episódios, algumas coisas acontecem (e são ditas) que nos deixam uma pontinha de dúvida. Sabe aqueles finais abertos, que não são exatamente acabados (e que eu odeio)? Então, é assim. Mas, eu recomendo do mesmo jeito, pois eu gostei bastante. :D

Quanto a trilha sonora, gostei de váriassssss: Casting Love (M Signal), Only Me (Melody Day), My Lady (Kim Tae Woo).

Se você quiser conferir esse dorama, os 16 episódios estão disponíveis online com legenda em português no Viki.com.

***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!


Um comentário

  1. Oi Amanda! *-*
    Aaaah menina, eu to louca pra ver esse dorama desde que foi anunciado. Mas com a minha ansiedade a mil, queria esperar legendarem todos os capítulos pra finalmente começar a assistir. Acabou que quando terminaram de legendar os capítulos eu já não sentia mais aquela vontade imensa de assistir.
    Sei lá, a história parece ser bem engraçada, e eu simplesmente amo a Eun Hye! Sério, todos os personagens dessa mulher foram incríveis, e ela consegue transmitir as emoções para o telespectador como poucos conseguem. Adoro ela <3 *-*
    E mesmo eu tendo ficado indignada com a decisão dela de fazer permanente pra esse drama - sério, ela ficou muito poodle! Mais até que a Jung Eum em "Full House Take 2" - eu ainda tenho curiosidade em assistir. Já que eu pretendo ver todos os dramas da Eun Hye, então é claro que esse não pode ficar de fora né? Ainda mais com a participação do lindo do Yong Hwa u_u ashdiuashdiuahsiudhiauds

    Final aberto? Aaaaaf. Não tem nada pior que isso, sério. Detesto finais inconclusivos, ainda mais se tratando de romance, triângulo amoroso, presente e futuro, enfim. Acho que, em especial, nesse tipo de história, o final tinha que ser redondinho e totalmente "fechado". Não gosto quando os roteiristas deixam espaço pra imaginação do telespectador... A não ser que role uma segunda temporada. E eu acho que não é o caso nesse drama \:

    Enfim, como eu tenho zilhões de dramas na lista de espera, acho que vou deixar "Marry him if you dare" pra assistir mais pra frente. Quero esperar pra ver se aquela minha curiosidade e vontade louca de ver o drama voltam, afinal, não tem momento melhor para se assistir um drama do que quando se está roendo as unhas de curiosidade né? *u*

    Super beijo e um ótimo final de semana! :*
    www.inconstantecontroversia.blogspot.com

    ResponderExcluir

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)