4 de maio de 2015

RESENHA: O Destruidor de Corações (MMA Fighter #1)

Editora: Charme
Autor(a): Vi Keeland
Número de Páginas: 277

Sinopse: Não importava que o árbitro tivesse considerado que aquele tinha sido um golpe limpo. Nico Hunter nunca mais seria o mesmo. Elle tem uma boa vida. Um trabalho que ela ama, um apartamento grande, e o cara que ela está
namorando há pouco mais de dois anos é um ótimo partido. Mas sua vida é chata... e ela se esforça para mantê-la assim. Muitas emoções são perigosas. Seu próprio passado é a prova viva do que pode acontecer quando você perde o controle.
Então Nico entra no escritório de Elle e tudo muda... para ambos. Mas o que o lindo lutador de MMA, tatuado e com um corpo de tirar o fôlego pode ter em comum com uma advogada muito controlada? Muito mais do que eles esperavam.

Olá gente lindaaa!!!
Hoje venho falar sobre "O Destruidor de Corações" e confesso que me surpreendi. Nunca fui (nem sou) telespectadora de lutas de nenhum tipo, e no fundo não vejo muito sentido num esporte em que as pessoas ficam se batendo e tal, mas... Nico "Destruidor de Corações" Hunter me conquistou. Quem diria, hein?! Um brutamontes com 0g de gordura no corpo (que é coberto de músculos) ganha fácil de um príncipe encantado.

Elle é uma advogada bem sucedida de 27 anos. Vive uma vida 100% estável e, podemos dizer, satisfatória. Tem um trabalho de que gosta, um namorado que não pode ser definido de outra forma senão perfeito e uma vida estável em todos os sentido. Sem grandes emoções, sem reviravoltas, sem surpresas. Tudo o que Elle sempre esperou da vida. Ela está satisfeita com sua vidinha regrada. Até conhecer Nico Hunter.
William, o "namorado" de Elle, não é do tipo que demonstra qualquer tipo de emoção (assim como ela). Ele é extremamente educado e o perfeito cavalheiro, além da aparência de arrancar suspiros e de estar sempre impecável, nem um fio de cabelo fora do lugar. Elle o conheceu na faculdade e logo se tornaram amigos, isso só mudou um pouco quando também passaram a dormir juntos uma vez por semana. Seus encontros mais se parecem com reuniões de negócios, sempre com horário agendado: um jantar e uma noite de sexo sem emoções. 
"Eu finalmente olho para o homem que estava sentado ao lado de William e fico assustada com o que encontro. O homem tira o ar dos meus pulmões. Ele é, muito possivelmente, o homem mais bonito que eu já vi. William, que está sentado ao lado dele, não deixa a desejar na aparência, mas este homem é tudo o que William não é. Pele bronzeada, profundos olhos verdes, cabelo escuro rebelde, e um queixo másculo e áspero que emoldura o homem que estende a mão para mim." (página 16)
Nicholas Hunter, ou simplesmente Nico, é um lutador de MMA que arrasa corações (e adversários, claro) por onde passa. Durante o último ano, Nico se dedicou a um treinamento pesado, tentando assim, ter a coragem de voltar aos ringues (que eles chamam de gaiola). Após sua última luta e seu final trágico, Nico não conseguiu mais competir. Ele é constantemente atormentado pela visão de seu último oponente.
Igualmente atormentada é Elle, que guarda um segredo de seu passado que a impede de se envolver emocionalmente com qualquer pessoa. Ela teme que as pessoas se afastem ao descobrirem seu passado, por isso ela nem ao menos tenta se aproximar. É como uma medida preventiva. 
Mas, após conhecer Nico, que tem tudo para mantê-la afastada, a começar pela profissão, ela sente as barreiras que levou mais de uma década para construir ao redor de seu coração, ruírem num piscar de olhos. 
"Sinto uma batalha silenciosa no meu íntimo e sei que alguma coisa mudou em mim, para sempre. Eu nunca vou ser capaz de voltar ao confortável e agradável depois de sentir o que quer que esteja queimando entre nós. Isso me assusta para cacete e me atrai ao mesmo tempo." (página 68)
A história é mais que um livro erótico (sim, é erótico... tinha esquecido de avisa: PROIBIDO PARA MENORES DE 18!), pois apesar da abundância de cenas suuuper hot, há desenvolvimento tanto no relacionamentos dos protagonistas, como em suas personalidades. O fato de conhecermos a história pelo ponto de vista dos dois personagens, faz com que criemos uma ligação maior com cada um deles e entendamos melhor seus medos e conheçamos seus fantasmas.
Nem preciso dizer que Nico é daqueles personagens que cativam desde a primeira frase, né?! Além de super sexy, másculo e ter um coração enorme, o cara é super bem-humorado, dono de um par de olhos verdes matadores e as melhores respostas (quase sempre maliciosas) para tudo.
"Sinto que estou preso em um filme ruim, com um diabinho sentado em um ombro e um anjo no outro. Mas o maldito diabo tem o dobro do tamanho e o meu anjo é mudo, porra. Ótimo, eu tenho o caralho de um anjo mudo." (Nico - página 101) (P.S.: Eu ri tanto com essa quote, que precisei compartilhar com vocês)
"Penso no que a minha terapeuta me diria para fazer se ela estivesse sentada ao meu lado, olhando-me agir como uma covarde. Ela diria para arrancar o Band-Aid. Deixar a ferida respirar... curar. A pior parte é a antecipação da lágrima, e não a própria lágrima." (página 203)
***
A química entre o casal é quase palpável e, por diversos momentos eu fiquei pensando sobre a vida previsível e confortável (massante) de Elle. Será que nós também não nos acomodamos por medo de arriscar, por medo de tentar novos caminhos e aproveitar novas oportunidades? Não me refito apenas a relacionamentos amorosos, mas na vida de modo geral. Me surpreendi ao me dar conta de que talvez, para minha vergonha, eu seja mais do tipo que se acomoda e pensa "Ah, vou ficar por aqui mesmo, pois se eu tentar outra coisa pode ser que nem dê certo..." do que do tipo que se arrisca e mergulha de cabeça no desconhecido. Talvez seja hora de pensar diferente.
Foi isso que aprendi com "O Destruidor de Corações". Não tenho a pretensão (ou esperança) de esbarrar em um Nico Hunter por aí, nem nada, mas esse livro foi mais do que mais um livro "quente" para mulheres, foi sobre dor, ferida e, acima de tudo, sobre cura, sobre seguir em frente. Sem medo. Sem culpa. Sem amarras.
Leitura mais do que recomendada.

Classificação:

***
Espero que gostem!!!

Beijos e amassos!!

Um comentário

  1. Tenho muita vontade de ler esse livro. Andava fugindo um pouco do gênero,mas diante de tantos comentários positivos,fiquei curiosa.

    ResponderExcluir

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)