16 de fevereiro de 2015

RESENHA: Quero que você me vingue (Segredos da Quinta Avenida #1)

Editora: Harlequin
Autor(a): Maisey Yates
Número de Páginas: 384

Sinopse: Austin Treffen nasceu em berço de ouro, mas por trás das grades douradas repousa a sombra da corrupção. Um escândalo sem precedentes estava prestes a eclodir sobre a elite de Nova York. E Jason Treffen, pai de Austin e filantropo de maior destaque, ocupava o epicentro. Com as crenças destruídas, nada mais resta a Austin senão aniquilar Jason. Mas como poderia consumar sua vingança sem ameaçar a reputação da família? Acima de tudo, Austin precisava de provas. Entretanto, onde encontrá-las? Uma noite com Katy Michaels não só abre as portas para uma paixão devastadora, como também é a chave para colocar um ponto final ao reinado de Jason. Em uma combinação de prazeres inconfessáveis e sublime dor, Austin e Katy conseguirão saciar a sede de vingança e de desejo, ou se tornarão servos da escuridão?

Olá gente lindaaaa!
Finalmente li o primeiro volume da série "Segredos da Quinta Avenida", "Quero que você me Vingue" e adorei! E já fiz resenha do volume zero da série (AQUI) e comentei que não consegui me conectar com os personagens, mas com este livro, foi diferente. Claro que a história tem seus clichês, mas, ainda assim, é irresistível!

Conheça os livros da série:
Quero que você me vingue (volume 1)
Quero que você me use (volume 2)
Quero que você me revele (volume 3)

Há dez anos atrás, Sarah Michaels se jogou de um prédio em pleno evento anual da empresa milionária do advogado filantropo, Jason Treffen. O trágico acontecimento mudou profundamente a vida de várias pessoas, como Austin Treffen, filho de Jason, Katy, irmã mais nova de Sarah. Desde a tragédia Austin não fala com o pai, há uma década ele vive atormentado por ter certeza (embora não possa provar) que Jason teve algo a ver com o suicídio da amiga. Vive atormentado por acreditar que poderia ter impedido esse ato desesperado da amiga se tivesse deixado de olhar apenas para o próprio umbigo.
Katy, por sua vez, após criar o irmão caçula, já que os pais são viciados em drogas e não conseguem se importar, decide que é chagada a hora de buscar vingança pela morte da irmã. Após "infiltrar-se" na empresa de Jason e trabalhar como promotora de eventos, Katy começa a munir-se com várias provas, se não indícios de toda a sujeira por trás de Jason Treffen. Mulheres obrigadas a se prostituir, mulheres humilhadas e reduzidas a meros objetos... tudo isso vindo de um homem admirado por sua constante luta em favor das mulheres.
Em um dos eventos da empresa de Jason, Katy e Austin se encontram e, sem saber a identidade um do outro, não conseguem negar a mútua atração ou resistir ao desejo. Katy está cansada de bancar a forte, de tomar todas as decisões. Austin, por outro lado, está cansado de ser o bom moço. A união do útil ao agradável, né?! Uma mulher buscando desejando ser dominada e um homem procurando por alguma submissão.
"Neste momento, este homem... era como vir à tona para respirar depois de anos sendo mantida debaixo d'água. E tudo que ela podia fazer era arfar e tentar respirar. Absorver tudo que lhe fosse possível.
Porque não haveria de durar. Essa sensação, esse momento não duraria... não poderia durar."
(página 121)
Após conhecerem a identidade um do outro, uma vez que não podem remediar o irremediável, resolvem unir forçar para tentar desmascarar Jason, vingar a morte de Sarah e impedir que tantas outras mulheres sejam subjugadas por ele. Juntamente com Hunter e Alex, respectivamente, ex-namorado e amigo de Sarah, eles tentarão reunir provas suficientes para destruir o reinado de Jason Treffen.
"Austin percebia isso agora, então era diferente. Porém, além disso, nada mudou. Exceto que tudo tinha mudado." (página 370)
***
Depois de ler "Quero que você me possua", que foi 97% dedicado a cenas hot, devo admitir que fiquei aliviada por encontrar certo equilíbrio em "Quero que você me vingue". Há, sim, muitas cenas hot - e nada convencionais -, mas temos a oportunidade de conhecer os personagens, entender (ou tentar) o motivo de suas dores, de suas atitudes. Temos a chance de conhecer seus fantasmas.
Austin é o bom moço, nascido em berço de ouro, mas rodeado de podridão. Entre quatro paredes ele sempre bancou o certinho, mas seu desejo sempre foi extravasar, dominar... e seu medo é que isso seja um sinal de que ele é igual ao pai, um monstro. Katy é uma mocinha forte, virgem aos 26 anos, mas decidida quanto ao que quer. Ao ver Austin, ela sabe que ele será capaz de lhe dar aquilo que sempre quis embora nunca se dera conta. Uma combinação bastante convincente. Rolou química, gente!
Uma leitura super recomendada para quem gosta de romance e suspense, temperados com muitas cenas eróticas.

Classificação:

***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)