18 de agosto de 2014

RESENHA: Cidade de Mentiras (Os Defensores #2) [+ SORTEIO ENCERRADO]

Editora: FAROL
Autor(a): Lian Tanner
Número de Páginas: 312

Sinopse: Goldie Roth é uma ladra treinada e hábil mentirosa. Junto com seu amigo Toadspit ela deve se tornar uma das Defensoras do Museu de Dunt. Mas seus pais estão doentes e Goldie não pode abandoná-los. Quando a irmã de Toadspit desaparece, Goldie é forçada a tomar uma decisão. Ela e Toadspit seguem as pistas deixadas pelos sequestradores e vão parar na vizinha cidade de Spoke. No caminho, Toadspit também é capturado, e Goldie terá de enfrentar sozinha as ameaças da cidade. Entre essas ameaças está o tradicional Festival das Mentiras, lugar em que cada palavra dita signifi ca outra coisa e ninguém é confi ável. Durante o Festival, Goldie descobre segredos que podem colocar em risco a sua vida e a de seus amigos. Ela vai precisar de um plano e de todo o seu talento para sobreviver e salvar a todos.

Olá gente lindaaa!!!
Após um ano com o livro parado na estante, finalmente li "Cidade de Mentiras", sequência do livro "Museu de Ladrões", segundo da trilogia distópica infanto-juvenil "Os Defensores"
Quando eu li o primeiro volume dessa trilogia, lembro de ter gostado bastante, então não tenho uma explicação convincente para o fato de eu ter demorado tanto tempo para ler o segundo. ¬¬

Apenas alguns meses se passaram desde os acontecimentos do livro anterior, mas parece que foi e, outra vida. Em "Cidade de Mentiras" há uma certa inversão de papéis, onde Goldie aos 13 anos (mais ou menos... não lembro a idade da personagem no livro anterior), assume o papel de responsável da família, preocupada o tempo todo com seus pais, que ainda não se recuperaram do que quer que lhes tenha acontecido quando ficaram presos no calabouço da Casa do Arrependimento. Pa não passa uma noite sequer sem ser atormentado por terríveis pesadelos e Ma, por sua vez, não consegue se livrar da tosse insistente.
Assim, cheia de preocupações, Goldie faz de tudo para ignorar as diversas tentativas de contato por parte dos guardiões do Museu de Dunt. Eles querem que ela se torne a quinta guardiã - e Goldie quer isso de todo o coração -, mas ela não pode deixar Ma e Pa sozinhos. Ela precisa cuidar deles.
A fim de deixar clara sua situação perante seus amigos do Museu (e matar um pouco a saudade), Goldie decide visitá-los e explicar sua situação, recusando assim, a oferta de ser uma guardiã, apesar de sentir que nasceu para isso. Assim que Goldie tem certeza de que seus pais estão num sono profundo, ela escapole madrugada afora e, ante de ir ao Museu, passa na casa do amigo Toadspit para que ele lhe faça companhia no caminho até o Museu. Entretanto, Bonnie, a irmã mais nova de Toadspit os segue e, enquanto os mais velhos discutem se a garotinha vai ou não os acompanhar, Bonnie desaparece, deixando para trás apenas seu arco e uma mancha de sangue no chão.
"De repente, a noite ficou mais fria. Com uma sensação de enjoo no estômago, Goldie desceu a colina correndo e atravessou a ponte. E ali, sob a luz nua da lamparina, ela viu a coisa para a qual Toadspit olhava fixo.
No meio da rua, o arco de Bonnie estava abandonado." (página 15)
Mesmo mantendo sua preocupação com os pais, Goldie abandona sua ideia inicial de ir ao Museu e, com Toadspit segue as pistas do(s) sequestrador(es) de Bonnie, indo parar em um navio pronto para zarpar.
Em pouco tempo, Toadspit é descoberto no navio e Goldie tem que se manter escondida para ter alguma chance de salvar seus amigo. Em Spoke, cidade onde o navio desembarca, Goldie vai fazer de tudo para descobrir o paradeiro de seus amigos (que ela perdeu de vista, distraída com a selvageria da cidade).
E para ajudar (#sqn), a cidade está prestes a iniciar um festival, no mínimo, inusitado: o Festival das Mentiras. Nesse festival ninguém diz a verdade e a cidade fica em meio a um tipo de caos. Nesse contexto, Goldie precisa encontrar seus amigos antes que seja tarde demais.
"- Por que se chama Festival das Mentiras.
- Por que é exatamente isso. Durante três dias, a cidade vira de cabeça para baixo e de frente pata trás. Ninguém diz a verdade... a menos que esteja tocando em um anima, é claro." (página 65)
Enquanto isso, no Museu, Sinew toca a Primeira Canção exaustivamente, tentando acalmar todas as criaturas aprisionadas nas paredes, mas não é nada fácil. O Museu parece saber que algo errado está acontecendo com as crianças e, se elas não forem encontradas o mais rápido possível, as consequências podem ser irreversíveis.
O Orientador, por sua vez, reapareceu. Embora todos pensassem que ele estava morto desde o incndio em seu gabinete, meses atrás, o vilão parece humilde e resignado. Além de se entregar, disposto a ficar preso no calabouço da Casa do Arrependimento, ele se oferece para ajudar a encontrar as crianças desaparecidas. Será que ele está sendo sincero ou é apenas mais um truque?
"O Museu de Dunt nunca ficava totalmente quieto: havia tanta selvageria contida dentro de suas paredes que as salas sempre se misturavam, como se fosse um gigante baralho de cartas." (página 70) 
***
Nessa nova aventura, conhecemos novos personagens e uma cidade diferente de tudo, com seus moradores peculiares. Por outro lado, personagens que imaginamos não mais encontrar, voltam e prometem muitas armações, truques e maldades. Goldie está mais madura, talvez pela inversão de papéis que citei no início dessa resenha, mas, também está com a mania irritante de se sentir responsável por tudo como se fosse sua obrigação consertar o mundo.
Estou bastante curiosa pelo livro seguinte, "Caminho Selvagem", o terceiro e último da trilogia que foi lançado no início deste ano.

Classificação:

***
SORTEIO:

Quer concorrer a um exemplar de CIDADE DE MENTIRAS? 
Basta seguir as regras abaixo e preencher corretamente o formulário.

REGRAS OBRIGATÓRIAS:
  • Seguir o blog PUBLICAMENTE pelo GFC;
  • Comentar na RESENHA (nada de "gostei", "legal" e "eu quero". Comente com conteúdo!)
  • Residir em território nacional.
a Rafflecopter giveaway

***
> O sorteio será realizado no dia 7 de setembro;
> Todas as regras obrigatórias serão conferidas;
> Perfis fakes serão desclassificados.

***
Boa sorte a todos!!

Beijos e amassos!!




14 comentários

  1. Já tenho o primeiro livro na estante (Museu de Ladrões) mas ainda não o li. Será com certeza uma das minhas próximas leituras. Dois gêneros de que mais gosto são distopias e infanto juvenil, então acredito que vou amar essa série. Gostei do evento "Festival das mentiras" parece ser bem legal e virá para complicar a vida dos personagens. Bom saber que essa sequência não sofre a maldição do segundo livro, muitas vezes o primeiro livro é excelente e a narrativa cai no segundo. Pelo jeito, a narrativa continua leve e cheia de aventuras, como foi dito na resenha do primeiro livro!

    ResponderExcluir
  2. Amanda ainda não conhecia e adoro fantasia , o fato de ela ser ladra achei bem interessante . E já estou participando do sorteio boa sorte a todos. beijos

    ResponderExcluir
  3. Oieee, nunca tinha visto falar dessa trilogia e achei bem interessante, os pontos que mais chamaram minha atenção na resenha foram: primeiro o Festival das Mentiras onde toda a cidade diz somente mentiras, nossa isso deve ser horripilantemente estranho kkkk, divertido mas estranho kkkk, outra coisa que chamou minha atenção foi você citar o amadurecimento da personagem, isso nem sempre acontece mas quando acontece é bom, falo por conta própria, pois algumas séries as personagens sempre são daquele mesmo jeito durante todos os livros o que irrita um pouco kkk, enfim, adorei sua resenha e estou participando do sorteio, Abraços e BJO.

    Gustavo Silveira
    gustavocatalao@hotmail.com
    mrguga80@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia essa série, mas já gostei. Falou em distopia, meu olhinho brilha. E acho que não li ainda nenhuma voltada pro público juvenil, fiquei bem curiosa pra ver como era. Gosto de garotas corajosas, não importa a idade. Vou concorrer, se ganhar compro o primeiro. rs
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia a distopia, adorei a dica e estou participando. A Farol tem livros lindos e muito bons, e após ler a resenha, concluí que é o que procuro: Na verdade não é para mim, é para a minha cunhada de quase 12 anos. Estava pesquisando sobre uma distopia para a idade dela, porque ela está louca querendo ler distopia. A Giulia me indicou a postagem e simplesmente amei. Se eu ganhar, darei de presente para ela (mas lerei também ahahaha). Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Distopia!!
    Eu simplesmente amo distopias e parabéns pela resenha, eu nunca li mas fiquei bem entusiasmada pra começar a trilogia!
    Estou participando do sorteio haha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Amanda. Eu não sabia que era uma distopia já gostei..rsrsrs. Um dos meus gêneros preferidos é o distópico, então já fiquei interessada. Além de ser esse gênero ele ainda é voltado para o público juvenil, o que eu gosto. Não sei se você conhece, mas também tem uma duologia (distópica e juvenil) bem legal: Dark Life da autora Kat Falls, depois dá uma olhada. Enfim, parabéns pela resenha.

    Beijos,
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  8. Eu já tinha visto esse livro por ai e os outros volumes também, tinha ficado interessada por causa das capas, acho as mesmas tão bonitas, mas nunca tinha lido nenhuma resenha sobre algum dos livros e lendo a sua não fiquei lá muito interessada, parece ser bacana a história, mas no momento não é algo que eu quero ler, sabe? Enfim, adorei sua resenha, ficou ótima, parabéns oo/

    Beijos :*
    Larissa - Srta. Bookaholic

    ResponderExcluir
  9. Já estou participando! haha
    Eu já li uma ou duas resenhas dessa série, mas nao lembro direito..
    De qualquer forma, é uma série que me chama a atenção. primeiro por ser uma distopia e segundo por ser juvenil! A história me parece bem leve, sem todas aquelas mortes e tal.. Curti <3

    Beeijinho. Dreeh
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  10. Nossa, estou quase na mesma situação de demora pra ler o segundo livro de Reiniciados também, na verdade já tentei mas a leitura não rolou, aí fico esperando o momento certo que nunca chega... rs...

    Não sei porque, mas pensei que essa série tivesse mais livros, então descobrir que é uma trilogia foi uma ótima coisa, assim me animo mais. Também não sabia que era uma distopia, só isso já fez o livro entrar para a minha lista!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros
    nome no formulário: Juliana Xavier

    ResponderExcluir
  11. Oi Flor!
    Eu amo uma boa aventura, essa capa é linda! Sua resenha me deixou mega animada para ler! Mesmo sendo um segundo volume, me chamou atenção a série por ser uma distopia, sou viciada nelas!
    Beijinhos
    Paulinha Juliana

    ResponderExcluir
  12. Adoro livros de aventura! E a história desse parece muito interessante (apesar de eu estar um pouquinho cansado de distopias kk) Adorei sua resenha ;)

    Abraços!
    http://pipocaradioativa.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá Amanda!
    Esse livro parece ser bem legal, apesar de não gostar muito de distopia. Gostei do Goldie principalmente por ele se preocupar com seus pais.
    Amei a sua resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. não conhecia a série mas lendo a sua resenha fiquei muito curiosa...
    quero muito ler...

    ResponderExcluir

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)