25 de julho de 2012

RESENHA: O Melhor de Mim

Editora: Arqueiro
Autor(a): Nicholas Sparks
Número de Páginas: 272

Sinopse: Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam. Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável. Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois. Seguindo as instruções de cartas deixadas por Tuck, o casal redescobrirá sentimentos sufocados há décadas. Após tanto tempo afastados, Amanda e Dawson irão perceber que não tiveram a vida que esperavam e que nunca conseguiram esquecer o primeiro amor. Um único fim de semana juntos e talvez seus destinos mudem para sempre. Num romance envolvente, Nicholas Sparks mostra toda a sua habilidade de contador de histórias e reafirma que o amor é a força mais poderosa do Universo - e que, quando duas pessoas se amam, nem a distância nem o tempo podem separá-las.
Olá gente linda!!!!
Mais um livro do Nicholas que saiu da pilha. E... falando em pilha, eu fiquei uma "pilha" de nervos com esse livro. Que sofrimento, que ansiedade!! MEU DEUS!!!! A cada página minha adrenalina, minha expectativa ia a mil! E, se levarmos em consideração que eu tenho um SÉRIO problema, que é sofrer por antecipação, aí pronto.... chorei "largado" (sem motivo) várias vezes durante a leitura desse livro.

O ano é 2009 (o presente) e conhecemos Dawson, um homem solitário de 42 anos que tem um passado e uma família que, embora queira esquecer, faz parte de suas lembranças dia após dia. Após escapar da morte algumas vezes, de forma quase milagrosa, Dowson tem a impressão de que está sendo observado o tempo todo, mas nunca há ninguém. Tirando esse fato estranho, ele vive bem. Trabalha em uma plataforma de petróleo, mora em um casebre simples, sozinho, sem vizinhos, sem amigos... mas está contente. Vez ou outra para alguns minutos para escrever uma carta à Tuck, a quem lhe acolheu a mais de 20 anos atrás, quando ele mais precisou.
Vindo de uma família de criminosos, várias gerações de crimes e mais crimes, Dowson sempre soube que seu destino estava traçado, mas nunca se sentiu parte daquela família e foi após fugir de casa (do pai violento) que conheceu Tuck, um velho mecânico que o acolheu sem fazer perguntas. Tuck foi uma das pessoas que ajudou Dowson a mudar o rumo de sua vida, a outra foi Amanda Collier, seu primeiro e único amor. Apesar de terem ficado juntos apenas um ano, há mais de 20 anos, Dowson nunca a esqueceu e, sabe que nunca deixará de amá-la.
Agora Dowson estava prestes a regressar à sua cidade natal. Prestes a ficar cara-a-cara com seu passado.... com todas as partes que queria esquecer: sua família e a família que ele próprio aruinou em um acidente. Tuck está morto e, seu último desejo era que ela voltasse. Segundo o advogado, era importante que Dowson estivesse presente para a leitura do testamento. 
"Pela primeira vez em quase 20 anos, finalmente voltaria à sua cidade natal. A ideia o deixava apreensivo, mas ele sabia que não tinha escolha. Tuck era mais que um amigo: fora um verdadeiro pai para ele." (página 11)
Amanda, por sua vez, fora para a universidade quando Dowson terminara com ela. Ela sabia os motivos dele e, embora o amasse ainda mais por ele tentar protegê-la, sofria ainda mais por saber que embora houvesse amor de ambas as partes, não era possível seguir adiante com o relacionamento. Não com sua família sendo contra e ameaçando não pagar sua faculdade e nem ajuda-la de qualquer outra forma... e, principalmente, não com a "família" de Dowson que insistia em persegui-lo.
Agora, quase 20 anos depois, Amanda está casada e embora seu casamento não esteja muito bem a quase uma década, ela sabe que Frank é um bom homem. E, afinal de contas, ele lhe deu os três melhores presentes de sua vida: seus filhos.
No ultimos anos, com os problemas no casamento, Amanda havia recorrido à companhia de Tuck, o velho mecânico que conhecia sua história de amor do passado, mas não tocara no assunto. Na ultima década ele havia se tornado seu amigo e confidente e agora... estava morto. Ela precisava lhe prestar uma ultima homenagem. mas, quais seriam as chances de reencontrar aquele que fazia parte de seus pensamentos e lembranças?
"Todo mundo quer acreditar no amor eterno. Ela mesma havia acreditado, quando tinha 18 anos. mas sabia que o amor era difícil, assim como a vida. Sofria reviravoltas impossíveis de ser previstas ou mesmo entendidas, e deixava um longo rastro de arrependimento pelo caminho. E, quase sempre, esse arrependimento levava a perguntas do tipo "E se..." que nunca poderiam ser respondidas." (página 32)
Não demora muito até que essas duas almas se encontrem e, se os planos de Tuck derem certo, muita água irá rolar a fim de juntar esse dois novamente, mas..... quando Tuck lhes deixou algumas cartas e instruções para sua cerimônia de "despedida", esqueceu que Dowson ainda tinha parentes da cidade, ainda tinha os primos violentos. Ainda tinha Ted, o primo que estava louco para se vingar de Dowson por ter lhe quebrado o nariz 20 anos antes. Não será fácil escapar desta vez. E Amanda.... embora cada centímetro seu estremeça ao reencontrar o amor de sua vida, ainda tem responsabilidades com a família.... com seus filhos.
Mas uma coisa é certa: a vida de ambos não será mais a mesma após esse reencontro!
"Uma coisa era saber que o que sentia por Amanda não tinha mudado. Outra, totalmente diferente, era encarar o futuro tendo a certeza de jamais mudaria." (página 69)
*****
O que posso dizer? Antes de qualquer outra coisa, quando lembro de tudo que li nesse livro, só consigo pensar em uma palavra: DESTINO!
Sabe aquela história de que Deus escreve certo por linhas tortas? Então.
Ao longo de toda a história, me emocionei com o reencontro de Amanda e Dowson, com as lembranças de um passado que os marcou para sempre.... e, posso dizer uma coisa: eu não gostaria de estar na pele da minha chará. Ficar dividida entre o amor e a família não deve ser nada fácil.
Em diversos momentos (supondo qual seria o final da história) eu interrompi a leitura para xingar o Nicholas! hahah "Não acredito que você vai fazer isso com eles!", "Você não vai deixar isso acontecer, né?!". Parece loucura, eu sei... preciso cuidar dessa minha ansiedade ou qualquer dia desses eu morro durante a leitura! ahhahaha
Fiquei angustiada, agoniada, esperançosa.... com os pelos da nuca eriçados em alguns momentos, e roendo as unhas em outros. Esse livro foi uma montanha russa de emoções! Me arrancou sorrisos, lágrimas..... separados ou juntos. E, após o término da leitura, eu fiquei dividida entre: xingar o Nicholas novamente ou... agradecê-lo por ter me feito sentir tantas emoções diferentes.
Recomendo! Mas, atenção: prepare-se para sentir um milhão de emoções. Boas. Ruins. Conflitantes.....

Classificação:

***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!

20 comentários

  1. Oi ..

    Eu tenho esse livro aqui e estou doido para chegar logo a vez dele ser lido, rs. Adoro os livros do Sparks e estou super curioso para conferir este mais recente lançamento dele.
    Sua resenha está ótima! :)

    João Victor - Amigo do Livro
    http://amigodolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Tantos novos livros do Nicholas sendo lançados e eu fico perdidinha kkk
    Quero ler este também.

    Beijinhos,
    Thais P.
    http://thaypriscilla.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Amanda!!!
    Já li este livro, e é bem desse jeito que você falou. Foi o primeiro que li do autor e chorei rios de lágrimas kkkk
    Nunca mais vou esquecer de nenhum dos personagens.

    bjks
    Paty
    http://abajurdepapel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Histórias de amor são sempre emocionantes, também quero ler!

    ResponderExcluir
  5. Parece ser daqueles livros que se tornam inesquecíveis...adoro este livros que o casal se reencontra anos depois...

    ResponderExcluir
  6. Acho que esse é um dos livros mais emocionantes de Nicholas Sparks, mas xinga ele não, essa era a intenção: te emocionar intensamente.

    ResponderExcluir
  7. Geralmente quando leio livros assim a minha família pergunta se eu tô bem, pq fico meio que surtando. haha

    ResponderExcluir
  8. ainda não li este :(
    tomara que ganhe o sorteio para conseguir ler logo *-*

    ResponderExcluir
  9. Já faz um tempo que eu estou querendo ler este livro, lendo a sua resenha fiquei com mais vontade ainda... hehe

    http://leitoraassidua.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Vi esse livro semana passana numa prateleira da livraria, na hora em que eu li o nome do autor ja me encantei ( amo TODOS os livros do tio Nicholas, ele e um lindo)adorei a sinopse do livro, a capa, adorei tudo. Quero muito ler mais esse sucesso do tio Nicholas.

    ResponderExcluir
  11. Tipo, eu achei esse livro muito fofo. Sério, haha! Como disse em outra resenha, o Sparks escreve muito bem, e consegue deixar até as coisas clichês ficarem fofinhas e fazer as (na maioria dos casos) leitoras suspirarem! Quero ler!

    ResponderExcluir
  12. Comecei a ler e parei bem no encontro deles na "despedida" do Tuck!Agora não encontro mais o livro na biblioteca para terminar a história.
    Que família essa do Dowson,tantos anos depois e ainda irritam o coitado?!

    ResponderExcluir
  13. Mais um enredo em que o personagem volta a cidade natal para enfrentar seu passado e rever o primeiro amor.
    Por falar nisso...Ah, o primeiro amor!
    Enfim, adoro o Sparks por nos proprocionar um mix de sentimentos diversos.

    ResponderExcluir
  14. Adorei a sinopse e sua resenha. Fiquei curiosa pra saber como será esse reencontro. Será q ficarão juntos? Esse amor vai vingar, enfim? #doida pra saber...

    ResponderExcluir
  15. Adorei a história narrada por ti e fiquei como sempre.. Doida para ler algum livro do Sparks!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Mais um livro com o padrão Nicholas Sparks de qualidade. Já até imagino o que deve acontecer com a Amanda e Dawson. Se tiver oportunidade, lerei sim.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  17. Olá, minha irmã tem esse livro, mas ainda não o terminou para eu devora-lo, kkkkkkk' Eu sempre morro quando leio os livros do Nicholas, é tanta angustia que não aguento, sempre chingo ele também! (e vários outros autores que tem o dever de me dar um infarto). Adorei a resenha, fiquei ainda mais ansiosa para lê-lo. Parabéns pelo blog. Beijos, Mony Dias.

    ResponderExcluir
  18. Não havia lido nenhuma resenha do livro e depois de ler a sua eu fiquei com uma vontade enorme de ler esse livro, que parece ser nada mais e nada menos que maravilhoso!
    Tem tantos livros do Nick que vem sendo lançados e eu querendo todos... Fico até perdida! Quero muito!
    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  19. Morreeendo de vontade de ler.. *-*

    Adoro os livros do Sparks. E por essa sua resenha me deu ainda mais vontade de ler.

    Parabéns!

    ^^

    @tairine_m

    ResponderExcluir

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)