18 de outubro de 2012

RESENHA: Toda a Verdade

Editora: Arqueiro
Autor(a): David Baldacci
Número de Páginas: 304

Sinopse: Shaw trabalha para uma agência secreta de inteligência e sua vida se resume a viajar pelo mundo à caça de bandidos perigosos. Abandonado ainda bebê, sem laços afetivos e nem mesmo um nome próprio, ele nunca se importou com o fato de não saber se chegaria vivo ao fim do dia. Até agora.
Envolvido com a alemã Anna Fischer, especialista em assuntos internacionais que trabalha para o Phoenix Group, em Londres, tudo o que Shaw quer é deixar essa vida para trás e se estabelecer tranquilamente ao lado da mulher que ama. Mas seus planos estão prestes a ser frustrados.
Ao ver seus lucros diminuírem a cada mês, Nicholas Creel, dono da maior fornecedora de armamento militar do mundo, decide que é hora de provocar uma guerra. Para isso, contrata um especialista em manipular fatos e “criar a verdade”. Juntos, eles lançam uma campanha de difamação contra o governo russo, cujos efeitos são bombásticos.
Olá gente lindaaaa!!
Bem, finalmente consegui ler um dos aclamados livros de David Baldacci. Recebi o livro há quase um século (ele já estava quase fazendo aniversário! hahah). Bem, é o primeiro livro que leio do autor, mas garanto que não será o último.

Basicamente há três histórias paralelas e acontecendo simultaneamente, que em determinado momento se cruzam... e se emaranham.... 

Shaw é um cara durão, misterioso e sem medo do perigo. Trabalha para uma agência secreta de inteligência, que tem como objetivo ' fazer cumprir a lei'. Está decidido a se casar com Anna Fischer, a mulher que ama, mas sabe que com seu trabalho colocando sua vida em perigo todos os dias, será difícil.

Kate James é uma jornalista que já ganhou diversos prêmios por suas reportagens de guerras, mas após certo incidente, foi rebaixada e designada a 'cobrir' obituários. 'Quase' ex-alcoólatra, ela dá o máximo de si para se manter longe da bebida. Não é nada fácil.

Nicholas Creel é um bilionário dono de uma das maiores fornecedoras de armamento militar. Está um tanto quanto descontente com a queda dos lucros de sua empresa e, por isso contrata Dick Pender para criar uma verdade. Segundo Creel, se o mundo entrar em um estado de guerra, de tensão, todos os países irão se armar.


"- Dick, preciso de uma guerra.

- Bem, como sempre, veio ao lugar certo, Sr. Creel.
- Não será um conflito típico.
- Nunca espero nada típico de você.
- Mas você tem que vender isso. Tem que fazer com que eles acreditem, Dick.
- Posso fazer com que acreditem em qualquer coisa." (página 7)
O mundo todo foi afetado quando, em um vídeo publicado na internet, Konstantin, um jovem russo à beira da morte acusa seu país de cometer diversas atrocidades. Embora a Rússia negue tais acusações, o mundo já está voltado contra o país e, em qualquer lugar pode-se encontrar alguém (independente de sua nacionalidade) desfilando com a imagem de Konstantin estampada na camiseta. O que ninguém sabe é que tudo não passa de uma verdade criada por Dick a mando de Creel, E a confusão está apenas começando.
Ao longo da trama, várias verdade são criadas com o intuito de criar uma Guerra Fria e, tanto Kate quanto Shaw acabam sendo envolvidos nessa onda de mentiras e farão o possível e o impossível para descobrir a verdade (verdadeira). Mas.... isso não será fácil e, embora Shaw seja inteligente, forte e quase invencível, ele não tem ideia de com quem está lidando.
"E ninguém era melhor naquele jogo do que Nicholas Creel. Se você podia conseguir tudo isso com um cadáver, pense no que poderia fazer com muitos corpos." (página 64)
****
Eu poderia falar muitas coisas a respeito desse livro, mas as chances de eu acabar contado tudo e estragando a histórias são enormes! hahah
Como a maioria dos livros policiais, o começo parece um pouco confuso por conter tantos personagens importantes (ainda mais nesse livros que são 3 histórias paralelas), mas passadas as ''apresentações" dos personagens a leitura flui deliciosa e eletrizantemente.
Os únicos livros desse gênero que eu havia lido são do Harlan Coben, por isso, é difícil não fazer comparações. Eu já disse (mais de uma vez) que adoro os livros do Harlan, principalmente com os personagens Myron Bolitar e Win, e talvez por esse motivo, ao ler 'Toda a Verdade' eu tenha sentido falta do humor, sarcasmo e ironia presentes nos livros do Harlan. (mas são características dos personagens, propriamente ditos). Mas, ainda assim, você não vai conseguir parar de ler!
Recomendadíssimo!!

Classificação:

***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!

2 comentários

  1. parece óóótimo! *-------*
    adorei a resenha!!!

    ResponderExcluir
  2. adorei a resenha
    eu estava a fim de ler o livro, vou ver se assim q der eu leio *---*

    ResponderExcluir

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)