17 de maio de 2012

Na Telinha ou na Telona... #6


Olá gente lindaaa!
Mais uma vez venho compartilhar algo com vocês..... sei que eu poderia falar sobre The Vampire Diaries, cujo final da temporada me deixou em prantos (literalmente), mas vou falar de mais um dorama. Desta vez, não resisti e tive que matar a saudade que eu estava do lindo, divo e charmoso Lee Min Ho. *-*
O dorama da vez é City Hunter, que foi gravado e exibido em 2011 e, é um gênero um pouco diferente dos doramas que eu já havia assistido. Tem muito mais ação, muito mais "sangue no zóio", se é que vocês me entendem.


City Hunter drama é baseado em um mangá com mesmo nome escrito por Tsukasa Hojo na década de 80.
Sinopse: Alto e bonito, um mulherengo completo que não sabe o que fazer na frente de uma bela mulher, mas em segredo, ele é também um herói que salva os cidadãos cansados e feridos da vida e da dura cidade. Em resolução destes casos, ele mesmo pouco a pouco começa a curar as suas feridas emocionais, e compreender mais a fundo sobre o amor e a família.

 ELENCO PRINCIPAL:


- Lee Min Ho como Lee Yoon Sung / John Lee / Poo Chai (sequestrado e criado por Lee Jin Pyo como uma arma com a intenção de buscar vingança);
- Park Min Young como Kim Na Na (jovem forte e batalhadora que "se vira" sozinha desde a morte da mãe em um acidente de carro que tmbém deixou seu pai em coma);
- Lee Joon Hyuk como Kim Young Joo (promotor honesto, filho de um político corrupto que quer ser tudo, menos parecido com o pai);
- Kim Sang Joong como Lee Jin Pyo / Steve Lee (ex soldado, único sobrevivende de uma "operação de limpeza" onde soldados da mesma nação aniquilaram seus companheiros - e após 28 anos ele quer vingança)


Minha opinião: AMEI!
Nem preciso dizer que o primeiro (e único) motivo para eu ter começado a ver esse drama foi o Lee Min Ho, mas logo no primeiro episódio eu adorei.... e fui às lágrimas.
A história toda é comovente, 21 soldados são mandados (pelo governo sul-coreano) em um ataque à Coréia do Norte, sem o consentimento do Presidente. Então, para evitar que haja uma guerra, o governo sul-coreano manda outra tropa para uma "operação limpeza", onde 20 dos 21 soldados são assassinados. Lee Jin Pyo, o único sobrevivente não vai deixar barato..... sequestra o filho do amigo que morreu nessa traição e foge com ele para a Tailândia. Lá ele cria  Lee Yoon Sung como seu filho, porém, nada de carinho e afeto, apenas lições de luta, tiro.... Lee Yoon se torna, praticamente, uma máquina de matar. Passados 28 anos desde as 20 mortes, Lee Jin Pyo e Lee Yoon estão de volta e, planejam uma vingança.
O que não se esperava era que Lee Yoon fosse se apaixonar por Kim Na Na, funcionária da Casa Azul (como a Casa Branco nos EUA) que tem como função proteger aqueles doe quem Lee Yoon quer se vingar.
As idéias de vingança de Le Yoon e do "pai" são diferente e, a certa altura, Lee Yoon precisa se desdobrar para proteger as pessoas que ama, dentre elas Kin Na Na.
Kim Na Na é uma heroína diferente das de outros dramas, ela é forte, mental e fisicamente. Não é nenhuma mocinha indefesa (o que torna tudo mais interessante) e Lee Yoon é um fofo (pausa para os suspiros). Uma coisa é certa: todos os personagens do nosso astro Lee Min Ho são bem parecidos, claro que suas histórias são diferentes, mas a essência é a mesma. Ele sempre se apaixona pela pessoas errada e tem que se afastar, mesmo que isso o machuque, para manter essa pessoa a salvo. (pausa para mais suspiros).
A coisa fica cada vez mais complicada: Lee Yoon escondendo sua identidade City Hunter e, o promotor Kim Young Joo sempre no seu pé.  Kim Na Na se declarando e ele tendo que afastá-la. Ele querendo se vingar expondo "os podres" dos envolvidos, enquanto "seu pai" quer matar todo mundo. Muito eletrizante. Um ataque cardíaco a cada episódio.
Minha única crítica é quanto ao final. O final mesmo... nos 45 do segundo tempo do último episódio. ... bem, o fato é que eu NÃO ENTENDI! rsrrs Não sei se tudo deu certo e o casal ficou junto ou se "tudo deu certo", mas o casal não ficou junto. o.O
E para piorar, fiquei até 6h da manhã assistindo e, no final das contas, não entendi. (pausa para xingamento censurado APPQP).
SUSPIROS!

Eu disse que chorei já no primeiro episódio, né?! Mas também suspirei, e suspirei e suspirei! A primeira aparição de Min Ho foi fatal. Sério. MORRI!
Quanto a trilha sonora, bem, neste dorama não tem ninguém cantando (juro!), mas as músicas de fundo são, realmente lindas, em especial "So Googbye" do Jong Hyun (Shinee), que além de ser linda, tem TUDO a ver com o drama e o casal da vez. *-*

Gostou? Quer assistir TUDINHO? Muito simples, é só dar um pulinho no Suporte Yo e baixar os episódios em rmvb. (no site tem a trilha sonora também! Ebaaaa!) *-*

***
Espero que gostem!!


Beijos e amassos!!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)