25 de abril de 2012

RESENHA: Um Amor, Um Verão e o Milagre da Vida...

Editora: Baldon
Autor(a): Isa Colli
Número de Páginas: 230

Sinopse: Sem sombra de dúvidas, o dom da vida é o melhor presente concedido por Deus. Ficamos receosos de adquirir alguma doença ou de sofrermos qualquer tipo de acidente que possa ceifar do convívio de nossos amigos e entes queridos. A vinda da morte sempre é uma surpresa, pois não a compreendemos.
Este livro fala através da luta do jovem João Carlos contra um câncer, dos que ganham uma nova oportunidade de viver e não a desperdiçam. Agarram-se a uma única chance e persistem.
Longe de um discurso piegas, que qualquer doença crônica pode inspirar, ou da construção de um herói arrogante, a escritora esclarece o que é a doença, fala sobre a decisão de enfrentá-la, da opção do seu personagem pela vida e afirma sobre a importância e a cumplicidade dos profissionais de saúde para a melhora e cura dos pacientes. Ela afirma que eles dividem as sensações e fantasias despertadas com o tratamento, evidenciam como reencontrar a fé e extrair o melhor das relações humanas diante do trágico.
Isa Colli expõe neste romance a longa e desconhecida fronteira que separa as pessoas da morte e expõe sua experiência com a doença, a fim de inspirar pacientes e familiares que passam por situações similares e talvez até ajudá-los a descartar a opção da Sentença e escolher o caminho da Renovação, da vida e da saúde que todos desejamos.

Olá gente linda!!!
Finalmente venho compartilhar com vocês uma resenha fresquinha, desta vez o livro de uma autora nacional, Isa Colli.
Recebi esse livro da Editora Baldon e, confesso que a capa não me chamou muito a atenção, mas assim que comecei a ler, logo nos primeiros capítulos fiquei presa na história.

Maria Paula é uma jovem de 17 anos, filha de uma família tradicional paulista de classe média alta, tem como principal distração, fazer comprar. João Carlos, mais conhecido como J.C. é um jovem surfista, apaixonado pela natureza e pelas ondas do mar carioca, filho de pescador, tem em mente passar no vestibular e cursar biologia, para poder cuidar das maravilhas oferecidas pela ilha, Angra dos Reis, seu paraíso particular.
Ninguém imaginaria que o destinos de duas figuras tão distintas se cruzariam e transformaria a vida de ambos de uma maneira tão intensa.
Ao viajar para Angra dos Reis, afim de passar as férias com o avô, que reside na ilha desde a morte da esposa, anos atrás, Maria Paula nem sonhava em se apaixonar por um nativo. Pelo contrário, jamais se interessaria por alguém de um mundo tão diferente, mas...... quando viu J.C. pela primeira vez, não conseguiu enganar nem a si mesma, havia algo diferente no ar.
"Ela se despede de todos os seus medos e receios. Sente o pulsar das veias de seus braços e imagina... tudo lhe é permitido imaginar. Não poderia querer outro homem nem outro lugar." (página 112)
J.C, ao colocar os olhos na loirinha de cabelos ondulados, não conseguiu pensar em outra coisa que não fosse a possibilidade de beijá-la. Bem... aí já viu, né?! Foi só juntar a fome com a vontade de comer.
"- Bom dia, JC. Você está bem? 

- Bom dia, Maria Paula! Estou bem, sim. 

- Que bom que não esqueceu meu nome! 
- Como eu poderia? Não deixei de ver seu rosto em meus pensamentos desde que nos despedimos ontem." (página 80)
Não demorou muito para que se envolvesse e se apaixonassem, mas o que nenhum dos dois esperava era que uma doença se colocasse entre eles. Após passar mal diversas vezes, com uma forte dor no estômago, J.C. é levado às pressas para o hospital e o diagnóstico não é dos melhores: pode ser câncer.
Mais do que uma história de amor, é uma história de vida, de superação.
"O que vivi com meus companheiros de dor me faz afirmar que o amor é um elemento fundamental para se alcançar a cura: é a base de todo tratamento e seu mais forte alicerce." (página 17)
***
Gente a leitura do livro flui que é uma beleza. nada melhor que relembrar como é uma paixão adolescente (não que eu seja velha, mas...). JC, é um fofo, um galante nato..... Impossível não se apaixonar.  Os diálogos são simples, rápidos e sem complicação. Eu poderia dizer que é uma leitura leve, não fosse toda a carga emocional envolvido. É possível acompanhar o amadurecimento e crescimento dos personagens. A principal mensagem que o livro me passou, além de amor superação, é que o principal é ter fé, por isso há também uma "carga espiritual" e religiosa envolvida. Há várias coisas sobre as quais não paramos para pensar até que algo ruim aconteça, aí somos obrigados a crescer, a se fortalecer.
Recomendado!!

Classificação:

***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)