20 de maio de 2013

RESENHA: A Sociedade Cinderela

Editora: Galera Record
Autor(a): Kay Cassidy
Número de Páginas: 308

Sinopse: Aos 16 dezesseis anos, Jess Parker se acostumou a ser invisível. Depois de mudar de escola várias vezes por conta do trabalho do pai, ela se conformou com o status de eterna garota nova. Mas agora Jess tem a chance de uma vida: um convite para participar da Sociedade Cinderela, um clube secreto das garotas mais populares da escola, onde makeovers fazem parte do pacote. Mas há mais a ser uma Cindy que apenas reinventar o visual. E Jess está prestes a descobrir.
LEIA O PRIMEIRO CAPÍTULO!

Olá gente lindaaaa!!!!
Mais uma resenha para vocês! Ebaaaaa!
O livro da vez é "A Sociedade Cinderela", que é o primeiro livro de uma série (de não sei quantos livros) que era muito esperada no Brasil. (segundo dizem, já que eu nem conhecia! heheh).

Sabe aqueles filme típicos de sessão da tarde? Bem, o livro tem exatamente esse clima. O grupo das populares, das Malvadas, das líderes de torcida e os excluídos que servem de diversão para as Malvadas. Típico, né?! Porém, a denominação "Malvadas" vai muito além da que conhecemos. Isso é o que Jess Parker acaba descobrindo...

Jessica Parker tem 16 anos e, se tem uma coisa com a qual está acostumada, é ser a aluna nova da escola. Graças à profissão dos pais, Jess está sempre mudando de cidade, por isso nunca tem tempo suficiente para se enturmar e, a única coisa de que ela faz questão em toda escola pela qual passa é fazer parte do grupo de líderes de torcida. Na nova escola não foi diferente. A primeira coisa que fez ao chegar foi participar do teste e.... passou. Passou e tomou o lugar da garota mais popular do colégio, Lexy Steele.
"Há momentos na vida em que você sabe que as coisas nunca mais serão as mesmas. Quando é chamado às raias da aventura e tem a chance de se libertar, sem inibições passadas, e reivindicar a vida que você nasceu para viver.
Relaxe. Esse não era, de forma alguma, um dia assim."
(página 7) 
Já dá para imaginar o inferno que Lexy e suas seguidoras fazem da vida de Jess, né?! E, não para por aí, como se não bastasse ser A EXCLUÍDA e ser atormentada diariamente por Lexy, Jess é apaixonada por Ryan Steele, que ironicamente vem a ser irmão de sua arqui-inimiga e, obviamente nem sabe de sua existência... o típico garoto popular e carismático de quem todo mundo gosta.
Porém a história começa de verdade quando Jess encontra um cartão em seu armário do colégio. Um convite (intimação?) misterioso que pede discrição. Mesmo com a possibilidade de ser uma armação de Lexy, a curiosidade de Jess fala mais alto e ela acaba indo no lugar informado no cartão. Sua vida acaba de mudar... por bem ou por mal.
Jess é a mais nova Cindy, membro da sociedade secreta "Sociedade Cinderela" que luta para impedir que as Malvadas (adivinhem quem faz parte do grupo?) cometam suas maldades com os Joviais (Jovens Normais). Alguém disse "Cinderela"?? Claro que a primeira coisa que passa pela cabeça de Jess é toda a transformação, a fada madrinha e o Príncipe Encantado. Óbvio!
Claro que a transformação faz parte, mas o mais importante é Jess entender a magnitude e grandeza da sociedade que está espalhada no mundo inteiro. As Malvadas não são apenas garotas populares que cometem bulling e chantageiam as pessoas.... elas têm poder sobre as pessoas, poder esse que pode durar a vida inteira.
Porém, até entender contra o que está lutando e qual é suia missão, Jess só consegue penar em uma transformação e uma forma de chamar a atenção de Ryan.
"Com a mente trabalhando a toda velocidade, virei para pegar minha bolsa e dei de cara com um peito que já me era familiar a essa altura.
- Vai ser sempre assim com a gente agora? - Ele acabou cedendo e sorrindo com vontade. - Trombando um no outro em todos os lugares?
Ai, Deus, bem que eu queria."
(página 33)
****
O livro não é um mar de rosas, mas também não é de todo ruim. A história toda de uma sociedade  ultra secreta entre garotas de 16 anos com muitos recursos e blablablá não me é tão convincente, confesso. Mas como boa canceriana que sou, o romance (embora não seja o foco principal) foi o que me animou durante a leitura. Que garota nunca se apaixonou por um garoto aparentemente inalcançável aos 16 anos, né?!
A narrativa é em primeira pessoa e, apesar da personalidade 'sonsa' de Jess, foi divertida em vários aspectos, mesmo sendo irritante em outros. A personagem vai crescendo ao longo da trama e, é claro, comete muitos deslizes (o que é absolutamente natural se nos colocarmos no lugar dela). Jess não foi uma personagem que me deixou morrendo de amores, mas no final das contas também não odiei, principalmente pelo fato de ela sempre pensar nos outros. Porém, o ponto alto do livro, com certeza, foi Ryan. O fato de ele ser uma cara legal que, diferente do que se imagina, não se aproxima de Jess pela transformação que a garota passa, mas pelo que ele sabe que ela é.
A batalha entre as Cindys e as Malvadas ficou mesmo é para o livro seguinte, mas com certeza, após os acontecimentos deste livro, Jess estará preparada para realizar sua missão e não decepcionar as milhares de Cindys espalhadas pelo mundo;

Classificação:

***
Espero que gostem!!

Beijos e amassos!!

4 comentários

  1. poxa nao sei se leio o livro sabe
    fiquei na duvida xp

    ResponderExcluir
  2. arruma ali: " elas têm 'podem' sobre as pessoas, poder esse que pode durar a vida inteira." ;x
    não se tem informalçao ainda de quantos livros serão?
    vejo resenhas tanto positivas quanto negativas deste livro. estou com vontade de ler, mas não estou tão ansiosa.... assim eu não me decepciono :)

    ResponderExcluir
  3. j´[a li resenhas positivas... um dia quem sabe, irei lê-lo.

    ResponderExcluir
  4. O livro está sendo super bem comentado, até então eu ainda não tinha lido nenhum resenha dele.
    Mais gostei, a comparação com filme de sessão da tarde deve ser aquele tipo de história boa de se ler em uma tarde de folga.
    Gostei.
    Beijos...

    ResponderExcluir

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)