27 de abril de 2017

Na Telinha ou na Telona... #79

Olá gente lindaaaa!
Hoje vim falar sobre o dorama coreano "Introverted Boss", também conhecido como "My Shy Boss". Esse kdrama foi exibido de janeiro a março de 2017 pelo canal sul-coreano TvN.

Sinopse: Você consegue realmente não mostrar o seu verdadeiro eu enquanto trabalha com várias pessoas? Eun Hwan Ki (Yeon Woo Jin), o diretor de uma renomada agência de relações públicas, é um homem misterioso conhecido como o "Monstro Silencioso". Ninguém sabe muito sobre ele porque ele sempre evita o contato visual e parece ser friamente distante e arrogante, mas na verdade ele é extremamente introvertido - um executivo de Relações Públicas que odeia atenção e é timido demais para ficar rodeado de pessoas. Chae Ro Woon (Park Hye Soo) comela a trabalhar na empresa do Eun Hwan Ki. Ela é bastante agitada, do tipo extrovertida e recebe reconhecimento pelo seu trabalho, mas o único interesse dela é o CEO Eun Hwan Ki. Ela planeja revelar quem ele realmente é. "Introvert Boss" é um drama sul-coreano do ano de 2017, dirigido por Song Hyun Wook e escrito por Joo Hwa Mi.

ELENCO PRINCIPAL:

- Yeon Woo-Jin como Eun Hwan-Ki (um dos diretores de uma das maiores empresas de relações públicas; é temido por todos os funcionários da empresa e há muitos boatos a seus respeito circulando, isso porque ele tem fobia social e não consegue se comunicar com as pessoas);
- Park Hye-Soo como Chae Ro-Woon (uma jovem aspirante a atriz e cantora de musicais; abandona tudo para tentar se vingar pela morte da irmã, que cometeu suicídio quando trabalhava como secretária em uma grande empresa de relações públicas);
- Yoon Park como Kang Woo-Il (amigo de Hwan-Ki e diretor de um dos departamentos da empresa; sempre foi o rosto e a voz do amigo na empresa, seu porta-voz);
- Gong Seung-Yeon como Eun Yi-Soo (irmã de Hwan-Ki);
- Kim Eung-Soo como Eun Bok-Dong (pai de Hwan-Ki; além de um pai extremamente rigoroso, é candidato a deputado e só pensa em sua candidatura e possível carreira política);
- Jun Hyo-Seong como Kim Gyo-Ri (secretária medrosa de Hwan-Ki);
- Han Chae-Ah como Chae Ji-Hye (irmã de Ro-Woon; sempre foi doce, esforçada e o orgulho da família, no entanto cometeu suicídio, atirando-se do prédio em que trabalhava como secretária).

Minha opinião: Gostei!
Bem comecei a assistir "Introverted Boss" logo que foi lançado, mas acabei não acompanhando religiosamente, então só terminei de assistir na última semana. O motivo de eu não ter "devorado" o dorama talvez seja o fato de eu ter demorado para simpatizar com a protagonita.
Sério, lá pelo episódio 6 ela melhora bastante (ou você passa a se acostumar com o jeitão dela), mas tá pra ser criada uma personagem tão irritante e intrometida.
Chae Ro-Woon é uma jovem atriz/cantora de musicais, mas resolve abandonar seu sonho para tentar descobrir o que levou sua irmã mais velha a cometer suicídio três anos atrás. Para isso ela consegue um emprego na empresa em que a irmã trabalhou e onde se matou. Um dos diretores da empresa tem a fama de ser um tirano, por isso Ro-Woon tem certeza que ele é o culpado da morte da irmã.
O que Ro-Woon não sabe é que Eun Hwan Ki, o tal diretor, na verdade tem fobia social e por ser bastante reservado, acaba amedrontando as pessoas. Ele mal consegue dizer o próprio nome na frente de outras pessoas, por isso seu amigo (também diretor na empresa) Kang Woo-Il acaba sendo seu porta-voz.
A irmã de Ro-Woon era secretária de Hwan Ki e ele ainda se culpa pelo que aconteceu, por isso durante os três anos que se passaram desde o suicídio de Chae Ji-Hye, sempre envia flores para Ro-Woon em dias de apresentação (dos musicais em que ela participa).

Se eu puder escolher um personagem favorito do drama todo, sem dúvida é Kim Gyo-Ri, secretária de Hwan Ki. Boa parte dos mal-entendidos que acontecem é por conta do cagaço que ela tem do chefe, o que faz com que ela sempre veja algo onde não tem, que ela entenda errado as poucas palavras que o patrão lhe dirige. Confesso que em boa parte do dorama eu shippei ela com o chefe. Com certeza seria um casal engraçado!
Quanto ao amigo, ele é um enigma boa parte do dorama. Ora é carismático, ora parece misterioso, ora banca o falsiano... e aos pouco vamos descobrindo o que houve três anos antes, o que Hwan-Ki e Woo-Il têm a ver com o suicídio de Ji-Hye.
Quando eu disse que a protagonista me irritou no início, disse isso porque ela estava tão focada em se vingar que não se importava em invadir a privacidade alheia e tomar decisões que pudessem prejudicar outras pessoas (a secretária medrosa, por exemplo). É claro que ela tem todos os motivos do mundo para querer vingança e tudo aponta para Hwan-Ki, mas o modo como ela age no início é difícil de engolir.
Já Hwan-Ki, ás vezes me dava pena por conta de sua dificuldade em se expressar, se comunicar e desfazer a imagem totalmente equivocada que todos têm dele, mas outras vezes me deu raiva. Nesse aspecto, devo tirar o chapéu para a chata da protagonista, pois ela tem muito mais atitude que ele. Em boa parte do dorama foi ela quem deu o pontapé inicial para que as coisas acontecem (seja no trabalho ou no romance).
Algo que me fez rir bastante nesse dorama (além do medo descontrolado da secretária) foi o fato de Hwan-Ki pensar excessivamente sobre tudo. A qualquer simples pergunta, ele ficava pensando nos prós e contras de cada possível resposta, de modo que demorarva demais para responder e era interpretado de forma equivocada.
Com o passar dos episódios o que aconteceu com a irmã de Ro-Woon vai sendo revelado, o protagonista vai tentando se comunicar com sua nova equipe e acompanhamos a relação de amizade e confiança entre todos os membros. Muitas cenas engraçadas! A principal característica de Hwan-Ki é que apesar de sua dificuldade em falar com as pessoas (ou justamente por causa disso), ele é um ouvinte atento, do tipo que presta atenção nos mínimos detalhes e nas coisas mais insignificantes. Ele realmente se importa com a opinião de seus funcionários e consegue ver o que a maioria das pessoas não notam. 
Ah, uma curiosidade sobre o protagonistas: ele mal fala, mas na hora de dar uns beijos não existe timidez. Pensem em um beijoqueiro de primeira? Se você está acostumado com os beijos recatados e "sem sal" dos doramas asiáticos, vai se surpreender com a pegada de Hwan-Ki.
Vale a pena assistir? Vale, mas não  é um dorama que eu veria de novo, admito. Mas garanto que se o dorama fosse ruim e eu não tivesse gostado, não faria uma postagem sobre ele (já deixei de falar sobre alguns por não ter gostado).

Quanto a trilha sonora, duas que não saem da minha cabeça (e da minha playlist) são: One more step (Sandeul - B1A4) e Memory (Ben).

Os 16 episódios estão disponíveis no Drama Fever (para usuários Premium) e no Kingdom Fansubs.

***
Espero que vocês gostem!!

Beijos e amassos!!










Nenhum comentário

Postar um comentário

Adoro saber a sua opinião. ^^ Deixe um recadinho com sua sugestão e faça uma blogueira feliz! :)